1. Usuário
Assine o Estadão
assine
terça-feira 29/04/14

Paris: Vida nova para as brasseries

O amplo salão do Mini Palais

Glamourosos no passado, esses restaurantes de ritmo ágil que ganharam reputação de mediocridade nos últimos anos começam a se reinventar Alexander Lobrano / PARIS / THE NEW YORK TIMES Escondido na Gare St.-Lazare, no 8.º Arrondissement de Paris, fica o Lazare. A nova casa do chef Eric Frechon, que ganhou três estrelas Michelin por seu Epicure,

Ler post
segunda-feira 10/02/14

Durma debaixo d’água e acorde nas nuvens

Fábio Vendrame Alcançar seu dormitório via tirolesa seguida por rapel. Repousar debaixo d’água (salgada) em pleno Oceano Índico. Dormir em um iglu sob a aurora boreal. Acordar dentro de uma bolha no meio de um bosque francês. Tomar café da manhã na companhia de girafas. Vivenciar a confortável experiência que só uma pseudofavela sul-africana pode proporcionar. Encher

Ler post
terça-feira 21/01/14

Uma noite no museu. Em Paris e sem filas

S11 ARQUIVO 17/01/2014  CADERNO VIAGEM    PARIS MUSEUM PASS FOTO REPRODUCAO

Adriana Moreira Quem viaja sozinho sabe: nada melhor que ocupar bastante o dia para não se sentir solitário à noite, ao chegar ao hotel. Mas, nas minhas férias em Paris, decidi usar um outro artifício: aproveitar os horários estendidos dos museus. A ideia nem era evitar multidões (estava preparada psicologicamente para um programa de índio),

Ler post
terça-feira 29/11/11

Para ver as joias de Limousin

As mais finas porcelanas, esmaltes tradicionais e modernos, castelos, muita área verde e restaurantes estrelados. Quer ver tudo isso pessoalmente na região francesa de Limousin? Confira abaixo opções de pacotes que levam até lá – todos com aéreo, hospedagem em quarto duplo e preço por pessoa. US$ 2.880: 6 noites, com transfer, aéreo também entre

Ler post
terça-feira 08/11/11

O canto mais aconchegante de Paris

fachada_

Bruna Tiussu Difícil será algum outro museu desbancar o Centro Pompidou do topo da minha lista dos melhores de Paris. Em um passeio margeando o Sena, é sempre na Pont des Arts que gasto mais tempo, entre os músicos e os milhares de cadeados que enfeitam a via. Um panini saboreado com as pernas esticadas

Ler post