1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Summerstage 2014 em Nova York: um guia prático

Mônica Nóbrega

segunda-feira 02/06/14

Mônica Nobrega O festival Summerstage, que começa nesta terça-feira (3) e vai até agosto, é um dos melhores programas de verão do planeta. Enche vários parques de Nova York com música gratuita de estilos variados e ainda engloba outras manifestações artísticas – cinema, dança, teatro, circo… Ocupa a cidade toda, Manhattan, Brooklyn, Bronx, Queens e Staten [...]

Mônica Nobrega

O festival Summerstage, que começa nesta terça-feira (3) e vai até agosto, é um dos melhores programas de verão do planeta. Enche vários parques de Nova York com música gratuita de estilos variados e ainda engloba outras manifestações artísticas – cinema, dança, teatro, circo… Ocupa a cidade toda, Manhattan, Brooklyn, Bronx, Queens e Staten Island. Investe em atrações poderosas: neste ano, os brasileiros Toquinho (homenageando Vinícius de Morais) e Lenine,  e a espanhola Concha Buika, uma das melhores cantoras da atualidade, estão no line up.

 

O palco do Central Park parece vazio, né? É que há limite de público. Foto Will Steacy/Divulgação

 

Estive em Nova York na edição do Summerstage de 2012. E foi só lá, in loco, que aprendi que existe um certo modo de usar do festival. Nada complicado, mas sim, vale observar um check-list básico para não perder ou pagar mico naquele espetáculo tão esperado. Acompanhe:

- É verdade que quase tudo é gratuito, mas boa parte dos palcos são cercados e o público, limitado. A entrada é por ordem de chegada. Isso mesmo, fila – duas horas de antecedência eram suficientes em 2012. Hoje eu apostaria em duas e meia, pelo menos.

- Mas se você quiser ficar beeeeeem na frente do palco, chegue ainda antes. O público vai entrando e se acomodando – e não tem essa de licencinha e empurradinha para ir lá para a frente se você entrou no final. O pessoal reclama mesmo contra os espertões. Aceite o lugar que conquistou.

- Vá com criança sem medo. Tem várias e ninguém empurra, nem espreme.

- Leve canga para sentar no chão enquanto espera o show começar.

- Para economizar, vale ir alimentado. O hot dog custa US$ 10 e US$ 15 e o copo de cerveja, US$ 8. Tem também vinho, sorvete e pizza à venda.

- As barracas de comida e bebida só aceitam dinheiro.

- Pode levar o lanche, mas não a birita. É proibido entrar com bebida (e guarda-sol, bicicleta, patins, cadeira de praia, animais, câmeras fotográficas ou de vídeo profissionais).

- Tablet pode também. Mas se você levantar o trambolho para fotografar, vai ser vaiado. O pessoal por lá não gosta desse hábito, não.

No mais, aproveite: o verão de Nova York é pura alegria ao ar livre.