1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Museu do 11 de setembro fica pronto após 3 anos

Fabio Vendrame

terça-feira 20/05/14 02:30

Fontes marcam entrada do acervo – Foto: Justin Lane/NYT

NOVA YORK

Abre amanhã ao público o Museu e Memorial 11 de Setembro, em Manhattan, Nova York. “Construído onde se erguiam as Torres Gêmeas, o museu reafirma o verdadeiro espírito do 11-S: amor, compaixão, sacrifício”, declarou semana passada o presidente Barack Obama na cerimônia de inauguração, da qual participaram autoridades, convidados e familiares das vítimas.

A entrega do espaço atrasou três anos, segundo o cronograma inicial, e coincide com um número pouco simpático aos americanos: 13 anos dos atentados que cobriram Nova York de poeira e cobraram a vida de quase 3 mil pessoas.

Na Praça Memorial, duas potentes fontes de água preenchem as lacunas deixadas pelas Torres Gêmeas e dão acesso ao acervo. Há cerca de 12.500 objetos em exposição, quase 2 mil depoimentos, vídeos e fotos relativos ao episódio. O ingresso individual custa US$ 24 (R$ 53).

O museu faz parte do projeto Memorial 11 de Setembro, estimado em US$ 700 milhões, de apelo turístico evidente. O ex-prefeito de Nova York Michael Bloomberg encabeça a iniciativa e diz que o espaço deverá ser visto como “um local sagrado nos Estados Unidos, a exemplo de Gettysburg, Pearl Harbor e o Memorial do Vietnã”.