1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Quem Faz

Nem sempre tudo o que a equipe do caderno Viagem vivencia em suas andanças mundo afora cabe nas páginas impressas. Neste espaço, há um pouco de tudo: notícias, percepções, experiências e bastidores. Para você embarcar com a gente cada vez que caímos na estrada

segunda-feira 22/09/14 18:19

Repórter do ‘Viagem’ ganha prêmio sobre Europa

Reportagem sobre a Suíça motivou indicação do repórter

Pelo terceiro ano consecutivo, o suplemento Viagem, que circula às terças-feiras no Estado, foi premiado pela Comissão Europeia de Turismo (CET), órgão que tem o objetivo de promover destinos europeus pelo mundo. O repórter Felipe Mortara venceu na categoria “Reportagem Revelação”, uma premiação especial destinada a profissionais com menos de 32 anos. Para o jornalista, foi uma surpresa, já que ele não se inscreveu no concurso, que está na 25.ª edição. Segundo os organizadores, uma reportagem sobre a ...

Ler post
quarta-feira 27/08/14 20:31

Café de ‘Friends’ chega a Nova York. Por pouco tempo

Uma xícara de café no Central Perk - quem nunca sonhou com esse momento?

Quem nunca sonhou em tomar uma xícara de café no Central Perk, o café em que os seis amigos de 'Friends' sempre se encontravam?

Pois este sonho vai se tornar realidade a partir do dia 17 de setembro, como parte das comemorações dos 20 anos da série (sim, já faz esse tempo todo). Trata-se de uma parceria da rede de cafés Eight O'Clock  com a Warner. Estarão lá o ...

Ler post
terça-feira 26/08/14 14:17

O caçador de séries

 Gabriel Perline

Tinha apenas cinco dias para desbravar Nova York. Em minha primeira imersão nas terras do Tio Sam, planejei um mochilão para conhecer as cidades que tracei no roteiro, com direito a paradas nos pontos turísticos triviais de cada uma delas. Neste caso, a Times Square, Central Park, Empire State e uma passada pela estátua da Liberdade. Mas foi na 5ª Avenida que tive algo parecido com um déjà vu, que só fui entender horas antes de ir para o aeroporto rumo ao próximo destino: estava no mesmo ambiente que Carrie Bradshaw frequentou à exaustão na extinta Sex and the City.

 

Foi o que bastou para reprogramar os poucos instantes que me restavam por lá. Afinal, esta foi a primeira série que acompanhei pela TV e lembro, quando adolescente, de ficar atônito com os ambientes imponentes de Nova York, já que minha pacata e simplória São Joaquim da Barra ostentava, até 2003, apenas três prédios de poucos andares em toda sua extensão. A Magnolia Bakery – padaria preferida das personagens – e um passeio pelas ruas de Upper East Side, onde vivia Carrie, foram visitados nos 45 minutos do segundo tempo.

 

Já no avião, rumo a Orlando, lembrei de outras tramas que acompanho e também têm suas histórias ambientadas em Nova York, mas que não visitei. Ficaram para trás o balneário de Hamptons, palco do plano de conspiração de Emily Thorne em Revenge, e o Café Grumpy, no Brooklyn, onde trabalha Hannah, protagonista de Girls.

 

Embora tenha me sentido, por alguns minutos, o pior mochileiro das galáxias, tentei compensar o lapso de Nova York durante a estada em Miami, visitando alguns dos pontos exibidos em Dexter: a badalada Ocean Drive, onde Ice Truck Killer, grande vilão da primeira temporada, faz sua primeira aparição; e o Seven Seas Motel, na Biscayne Boulevard, mostrado no episódio piloto.

 

O déjà vu citado logo no começo foi uma das melhores sensações que já tive em todas as viagens que fiz. Como bom maníaco por séries de TV, a oportunidade de pisar nos mesmos ambientes que meus personagens favoritos estiveram enriqueceu minhas férias. Voltei para casa e revi alguns episódios de Sex and the City só para ter o prazer de dizer “eu também estive aí”.

 

Próximo destino: Europa. Game of Thrones, Sherlock e Downton Abbey pautam os roteiros.

Ler post
terça-feira 03/06/14 17:52

Miniguias da Copa 2014: Manaus

Adriana Moreira No coração da Amazônia pulsa uma cidade caótica, de trânsito intenso, com sabores únicos e uma bela e preservada arquitetura, herança do Ciclo da Borracha. Ao seu redor, a floresta – e um sem-fim de passeios para explorar esse ecossistema tão peculiar. A escolha de Manaus como uma das cidades-sede da Copa do Mundo foi muito controversa, mas uma coisa ninguém discute: sua vocação turística. [galeria id=11170] Uma pena a cidade não usufruir do tão falado “legado” da Copa: o monotrilho ...

Ler post
sexta-feira 16/05/14 13:26

Mercado da Ribeira, agora mais gourmet

Últimos retoques no Mercado. Foto: Adriana Moreira/Estadão

Adriana Moreira Caminhões não param de descarregar material. Operários lixam as paredes sobre andaimes e não há ninguém por ali que não aparente estar com pressa. Era assim o clima no Mercado da Ribeira ontem (15): todos dando os retoques finais para a cerimônia de abertura oficial neste sábado (17), apenas para convidados. O público em geral irá conhecer as novidades no domingo (18). [caption id="attachment_8635" align="aligncenter" width="614"] Detalhe da fachada. Foto: Adriana ...

Ler post
terça-feira 29/04/14 02:42

Miniguias da Copa: Cuiabá

Adriana Moreira Rússia x Coreia do Sul, na Arena Pantanal, é um dos poucos jogos da Copa com ingressos para quase todos os setores. Se você ainda não comprou seu tíquete, pode ser a chance de ver uma partida do Mundial e, de quebra, aproveitar para dar uma esticadinha a partir de Cuiabá: a Chapada dos Guimarães está logo ali e, com mais tempo, vale seguir rumo ao Pantanal – o inverno, mais seco, é uma boa época para safáris fotográficos. [galeria ...

Ler post
quarta-feira 23/04/14 19:58

Dias e noites gelados (e incríveis)

Acampamento-base: ares de minicidade. Foto: Felipe Mortara/Estadão

Felipe Mortara
Despertar e dar-se conta de que se está na base da montanha mais alta do mundo - o Everest, com seus 8.848 metros - é  uma sensação esquisita. Começa com um frio danado na barraca - os vizinhos disseram que chegou a menos 15 graus  na madrugada. Passa por uma vontade danada de fazer xixi logo cedo. E termina com a cabeça girando 360 graus ao  redor do acampamento, tentando entender o ...

Ler post
quarta-feira 23/04/14 19:37

Sensações contraditórias durante o sonho

testeira expedição Everest

Felipe Mortara Sempre achei que meu coração dispararia quando visse o acampamento-base pela primeira vez. Mas me enganei. Quando avistei o Monte Everest pela primeira vez foi que a mágica se fez. Isso porque, em pleno terceiro dia de viagem, avistar o gigante ao longe te faz sonhar. Imaginar mais ainda. [galeria id=10667]

Já na tarde do oitavo dia de caminhada eu não aguentava mais ver pedras e muito menos ...

Ler post