1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Fontana di Trevi, ainda em restauro, ganha passarelas para turistas

Felipe Mortara

sexta-feira 04/07/14 11:20

Operário conclui a instalação da passarela sobre a Fontana di Trevi. Fotos: Alessandra Tarantino/AP

É verdade que ela ainda não está tinindo e nem com aquele capricho todo que abrigou a inesquecível cena de amor entre Marcello Mastroianni e Anita Ekberg em A Doce Vida (1960), de Federico Fellini. Mas a Fontana di Trevi, um dos ícones de Roma, fechada para trabalhos de restauração desde junho, aos poucos vai se abrindo. As obras continuam até o fim de 2015, porém, os turistas mais ansiosos já podem respirar aliviados. Foram inauguradas nesta sexta-feira passarelas provisórias que permitem acompanhar os trabalhos de revitalização do monumento, orçados em cerca € 2,13 milhões (R$ 6,44 milhões).

Turistas improvisam arremesso de moedas em uma banheira com água, diante da Fontana di Trevi

As pequenas pontes instaladas ao longo da Plaza di Trevi têm acesso gratuito, como era antes da reforma. A grande novidade é uma banheira simbólica colocada diante das passarelas para que uma velha tradição não seja interrompida. Além de tirar fotos – apesar de alguns andaimes no horizonte -, os visitantes ainda podem jogar moedinhas na fonte, virados de costas, sobre o ombro direito (para garantir, dizem, que voltem à Cidade Eterna). Ainda que não seja no recipiente original, acreditar é o que vale. Os cobres arrecadados serão doados para a Fundação Caritas.

Trata-se de uma reforma interativa da linda série de esculturas desenhadas por Gian Lorenzo Bernini e executadas por Nicola Salvi, em 1735, portanto, nada de horrorosos tapumes de madeira. O material utilizado é um acrílico transparente, limpado diariamente para que o pó não impeça a visão dos visitantes. Outra novidade bacana da obra são duas grandes telas instaladas de cada lado da fonte exibindo trechos cinematográficos registrados ali – com destaque para a obra-prima de Fellini.

Portanto, a partir de hoje, ainda que não a veja em sua plena forma, nenhum visitante de Roma perderá a Fontana di Trevi e sua carroça de Netuno guiada por Tritões com cavalos marinhos que representam os estados de ânimo do mar.  O prefeito de Roma, Ignazio Marino, destacou na inauguração das passarelas que “é fundamental a manutenção de monumentos icônicos para preservar a arqueologia, arquitetura e as obras de artes romanas”. (Com EFE)