1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Professores do IBC pedem nomeação urgente de novos docentes

Luiz Ventura

23 junho 2014 | 11:37

Foto: Reprodução

Professores do Instituto Benjamin Constant (IBC), que atende pessoas com deficiência visual, estão fazendo um revezamento de turmas, porque, segundo os docentes, o número desses profissionais não é suficiente para suprir todas as classes, problema que afeta diretamente o desenvolvimento dos alunos.

De acordo com a professora Sylvia Soares, em dezembro de 2013, novos docentes foram convocados, com base na portaria interministerial nº 344. “Até hoje a nomeação não ocorreu, sem que haja novos prazos para a mesma. O processo de nomeação está em Brasília. E, segundo o IBC, há um impasse entre os ministérios da Educação e do Planejamento, relacionado ao planejamento orçamentário, e a exigência de uma nota técnica, sem a qual a nomeação é impossível”.

Por isso, os professores criaram um abaixo-assinado online (acesse aqui), com apoio dos pais dos estudantes, solicitando respostas por parte do governo. “No decorrer deste tempo, o IBC nos informou que o Ministério da Educação já se comprometeu a dar andamento a esta nota técnica e , por fim, à nomeação e posse”, explica Sylvia Soares.

“Não temos qualquer tipo de prazo a respeito disso. O ano letivo está passando e os alunos são prejudicados, além da rotina das famílias, que moram longe e nos procuram para obter atendimento de qualidade. Sem contar os professores convocados, que há mais de seis meses iniciaram o processo de admissão e agora parecem ignorados pelo poder público”, diz a professora.

Este blog procurou nesta segunda-feira, 23, o Instituto Benjamin Constant (IBC), por meio da assessoria de imprensa, e pediu explicações sobre o caso, mas ainda não houve resposta.

Curta Facebook.com/VencerLimites
Siga @LexVentura
Mande mensagem para blogvencerlimites@gmail.com
O que você precisa saber sobre pessoas com deficiência