1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Quem Faz

LUIZ ALEXANDRE SOUZA VENTURA é jornalista e enfrenta desde os 12 a Síndrome de Charcot-Marie-Tooth. Começou a carreira em 1996 no jornal A Tribuna (Santos/SP). Foi editor do estadão.com.br, trabalhou para as rádios Globo e CBN, Editora Abril e jornal Diário do Comércio, além de diversas agências de comunicação corporativa. É formado em jornalismo pela Universidade Santa Cecília (Santos/SP) e pós-graduado em Tecnologias da Informação pelas Faculdades Associadas de São Paulo (FASP)
sábado 12/07/14

Pintura sem Limites

Imagem: 'Encontro de amigos', óleo sobre tela, de Adolfo Neto

Está em cartaz em São Paulo até o dia 29 de agosto a exposição ‘Pintura sem Limites’, com 14 quadros pintados com a boca ou com os pés, por artistas da Associação dos Pintores com a Boca e os Pés (APBP). Fazem parte da mostra ‘O Palhaço’, pintado a óleo com o pé por José Marcos dos

Ler post
quinta-feira 26/06/14

Muito cuidado com as ‘denúncias’

Desde o começo desta Copa, no dia 12 junho, surgem ‘denúncias’ de pessoas que, segundo os denunciantes, fingem ser pessoas com deficiência, principalmente usuários de cadeira de rodas, para ocupar espaços reservados. Nesta quinta-feira, mais um vídeo foi publicado, desta vez pela Rádio CBN. O assunto é delicado, principalmente porque não sabemos tudo sobre a

Ler post
sexta-feira 13/06/14

“Favor não lavar os pés”

Foto: Reprodução - Facebook.com/ViveremSantos

Um aviso fixado junto a um bebedouro no Shopping La Plage, no Guarujá, litoral sul de SP, desperta curiosidade a respeito dos motivos que levaram a administração do centro comercial a utilizar tal estratégia para alertar sobre o uso correto de um equipamento acessível. “Srs. Clientes. Isto é um bebedouro rebaixado para acessibilidade. Favor não

Ler post
quinta-feira 05/06/14

Técnica permite recuperação de movimentos

A25-INFO1

Reprodução de reportagem publicada no portal Estadão em 4 de junho de 2014, assinada por Fabiana Cambricoli. Pacientes tetraplégicos ou paraplégicos com lesão na medula conseguiram recuperar parte dos movimentos das pernas ao serem submetidos a uma cirurgia até então inédita no País apresentada ontem por uma equipe de médicos da Universidade Federal de São Paulo

Ler post