1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Quem Faz

MARIA DOLORES tem 36 anos, é jornalista, produtora cultural, dona de casa, mãe de um adolescente e de um menino de três anos, mineira na terra da garoa, tentando fazer tudo ao mesmo tempo, inclusive quando não dá. Autora, entre outros, de "Travessia - a vida de Milton Nascimento" (ed. Record) e "Mãe de Dois" (ed. Civilização Brasileira), este último nascido a partir de um blog e transformado em peça de teatro.
quinta-feira 23/10/14 18:13

O comodismo é perigoso, o poder é cruel

Eu estava no grupo escolar, lembro bem. Eram as eleições de 1989. Collor x Lula. Na minha sala de aula, no interior de Minas Gerais, apenas três alunos eram a favor do candidato do PT. Eu e mais outros dois. Era nadar contra a corrente. E eu lembro que isso tinha um gosto especial, algo

Ler post
quinta-feira 02/10/14 11:00

Não quero que meus filhos sigam o meu exemplo

Não tenho vergonha de admitir – embora tenha vergonha pelo fato em si – mas sou uma daquelas pessoas que não se lembra em quem votou nas eleições passadas. Para não dizer que se trata de uma completa amnésia, tenho uma vaga lembrança. Tão vaga quanto a minha noção de responsabilidade política e de cidadania.

Ler post
quarta-feira 03/09/14 23:56

Acontece o que a gente tece

Há 5 anos eu e minha família nos reunimos e realizamos um Festival na nossa cidade, a pequena Três Pontas, no sul de Minas Gerais , rodeada por montanhas e pés de café. Embora seja um evento de música, traz na programação várias manifestações artísticas e sempre realizamos uma ação com a comunidade. Esse ano

Ler post
quinta-feira 28/08/14 11:33

Cada um faz o seu papel

- Você está indo numa reunião? – perguntou a minha irmã adolescente, que mora comigo. - Como é que você sabe? – questionei, começando a considerar que talvez ela tivesse poderes mediúnicos sobrenaturais não aproveitados,  o que poderia ser uma ótima alternativa em tempos de crise. Mas a resposta foi por outro caminho: - Você

Ler post
quinta-feira 24/07/14 09:11

Obrigada, Seu Ariano

É no banheiro de uma casa que se conhece quem mora nela. Foi o que descobri em anos entrevistando pessoas e – depois de horas de conversa, copos de água e café – usando os banheiros delas. Anônimos. Famosos. Velhos. Mulheres. Homens. Crianças. Nada é mais revelador sobre a alma de alguém do que o

Ler post