1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Protesto a favor!

Tutty Vasques

terça-feira 10/06/14

Até para evitar conflitos entre torcedores e manifestantes brasileiros durante a Copa, o ideal a partir de agora seria conciliar os interesses das duas agendas, a social e a esportiva. Por exemplo: uma invasão de índios pataxós ou dos sem terra do Sul da Bahia – no caso, tanto faz! – à concentração da Alemanha [...]

ilustração pojucanAté para evitar conflitos entre torcedores e manifestantes brasileiros durante a Copa, o ideal a partir de agora seria conciliar os interesses das duas agendas, a social e a esportiva. Por exemplo: uma invasão de índios pataxós ou dos sem terra do Sul da Bahia – no caso, tanto faz! – à concentração da Alemanha em Santa Cruz de Cabrália pode muito bem tornar improdutivo o futebol de um dos nossos principais adversários na competição.

É possível, sim, ajudar o Brasil protestando! Imagina as consequências de uma Marcha das Vadias na concentração dos craques argentinos hospedados no CT do Atlético Mineiro, clube de Ronaldinho Gaúcho, que, aliás, conhece bem o movimento das moças descoladas de BH.

Os EUA não chegam a ser um grande rival nosso, mas, como é sempre politicamente correto tirar o sono dos ianques, os metroviários de São Paulo não se indisporiam tanto com a população se convocassem ato público para a região da Paulista onde está hospedada a seleção americana. À noite, de preferência.

Quanto à Espanha, deve ter gente em Curitiba só esperando a chuva passar para reclamar do Brasil embaixo da janela do Iniesta!