1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Estado de choque

Tutty Vasques

sexta-feira 11/07/14 06:13

ilustração pojucanFoi, salvo engano, o ministro Edson Lobão, das Minas e Energia, quem transformou o apagão em justificativa perfeita para quem não sabe explicar uma falha qualquer na vida.

O “apagão de seis minutos” diagnosticado pela comissão técnica da seleção na origem das trevas em que se encontra o torcedor brasileiro transfere o trauma daquela surra de 7 a 1 para a enfermaria dos males intangíveis: pode ter sido provocado por um raio caído sobre as linhas de transmissão entre a defesa e o ataque ou – a hipótese é do Felipão, mas podia ser do Lobão – “uma pane geral”. Como observou o ministro numa dessas ocasiões em que não sabia como esclarecer a escuridão, vai ver “não foi um apagão, foi um blackout”.

Enfim, a tese de desligamento inexplicável é um clássico da desculpa esfarrapada no Brasil, mas uma coisa intrigou a imprensa na coletiva de anteontem: o fio desencapado do Parreira ficou evidente ao longo da entrevista! Será que não entrou em curto na hora do apagão?!