Blog do Tutty Vasques

Má notícia é a maior diversão
tuttyvasques@estadao.com.br
 

Ode à mediocridade (versão ampliada)

reproduçãoSe já havia botado as manguinhas de fora naquele comercial de TV da Bradesco Seguros protagonizado pelo cantor Byafra, a falta de talento perdeu inteiramente a modéstia na propaganda do Fiat Cinquecento com o eterno cigano Igor (Ricardo Macchi) expondo, sem o menor pudor, a distância abissal que o separa de um bom ator como Dustin Hoffman.

Tudo bem, tem lá sua graça ver o ser humano fazendo piada da própria inaptidão, mas os publicitários – ô, raça! – precisam tomar cuidado para não transformar o truque de criação de suas agências em cacoete de elogio ao malfeito ou ao imperfeito.

Ou, daqui a pouco, vão contratar Joel Santana para garoto-propaganda do curso de inglês do Rodrigo Santoro e a Miriam Leitão para a campanha do xampu da Carolina Dieckmann. Na base do “se você não quiser ficar assim”, imagine o Ronaldo Fenômeno num reclame de produtos dietéticos ou a Luciana Gimenez anunciando as novas edições de Joyce e Proust na Amazon.

Melhor não abusar da fórmula de auto-esculacho tão bem explorada nas recentes performances de Byafra e Ricardo Macchi. Eles merecem a exclusividade! Ou não?

18 Comentários Comente também
  • 31/08/2011 - 07:41
    Enviado por: edu bala

    NOVIDADE NA PRAÇA !!!

    RONARDO PANÇUDO FAZ SUCESSO…

    ELE LOGO, LOGO, VAI APARECER EM PROPAGANDA DE NATAL, COMO PAPAI NOEL !!!

    MAS, A NOVIDADE MESMO É RONARDO COMO DUPLÊ DO HITCHCOK…

    O PERFIL DELE É TÃO NOTÓRIO, COMO INVEJÁVEL !!!

    (…)

    responder este comentário denunciar abuso

  • 31/08/2011 - 08:53
    Enviado por: josef mario

    Companheiro tutty
    Eu, josef mario, devo dizer que, francamente, a respeito deste post preconceituoso, discriminatório, sem qualquer pudor ou modéstia e repleto de soberba, lembro ao companheiro que tudo na vida é uma questão de referência. Se compararmos, por exemplo, a distância que separa o companheiro dos meus saudosos amigos companheiros aparício torelly (barão de itararé) ou sergio porto (stanislaw ponte preta) acabaremos por concluir que a distância entre os companheiros ricardo macchi e dustin hoffman é ridícula, insignificante e desprezível.
    Muito obrigado

    responder este comentário denunciar abuso

  • 31/08/2011 - 09:12
    Enviado por: DAN

    Poderiam mostrar o Imperador, num boteku, tomando Skin e afirmando ke suas gorduras aumentou nao porke stava komendo e sim porke stava bebendo akela deliciosa cerveja!!!!

    Vou revelar algo importante :
    Nos botekus, nas baladas, nos interiores, nas kapitais, todos nos temos a mania de chegar e falar:
    -Me da uma redonda ou a boa bem gelada !!!
    Ela e a antarktika, juntamente kom outras mais famosas, sao as mais falsifikados no territorio brasileiro.Voce paga karo por uma koisa e bebe outra suspeita !
    Aki em Brasilia é fria tomar essas cervejas !!!
    Eu so peço Skin por ser boa tambem e ninguem ker falsifikar uma cerveja barata !!!

    responder este comentário denunciar abuso

    • 31/08/2011 - 16:14
      Enviado por: Tostão

      Dan, por este comentário acho que você acabou de pirar por completo. E quanto ao “as gordura aumentou”, parabéns por estar seguindo as cartilhas do Mec.

      responder este comentário denunciar abuso
    • 31/08/2011 - 16:57
      Enviado por: DAN

      Tostao

      Nao sabes interpretar uma frase ou um texto ?
      “tomando Skin e afirmando ke suas gorduras aumentou.. ”
      Na hora do komercial, é o Imperador ke afirma isso !!!

      responder este comentário denunciar abuso
  • 31/08/2011 - 12:35
    Enviado por: angela aly

    que bom ver este texto……mediocridade total

    responder este comentário denunciar abuso

  • 31/08/2011 - 12:44
    Enviado por: Dan voce toma Cristal

    Dan, podes falar. Gostasse mesmo é de cerveja Cristal né. Podes falar.
    E outra, cerveja skin e boa não és falsificada no Brasil, pois a Ambev e Coca Cola tens poderes sobre circulação e receita.
    Queres tomar algo sem preocupação? Tome Antarctica, Cristal e Skol.
    Entenderes?
    Não sou manézinho da ilha, sou da vila germânica, entendo de Bier, com B maiúscula.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 31/08/2011 - 16:45
      Enviado por: DAN

      Certo dia, eu fui em Alexania-GO e habitualmente, sentei no boteku e pedi uma redonda, bem gelada !!!
      Kuando o garçon da pocilga kolokou na mesa akela cerveja, eu observei o rotulo e a tampinha, e ambos nao si pareciam !!
      Enchi o kopo, tomei um bom gole !!! Nao era a redonda verdadeira !
      Finalmente eu mi laskei numa cerveja falsa !!!
      Lembrei de uma reportagem, nos arredores de Brasilia, de uma kuadrilha de falsifikadores de bebidas ( whisky, cervejas, kachaças, etc…)
      Os larapios pegavam a Polar, kusta um real, ( a cerveja mais ruim ke inventaram na face da Terra e é o maior sucesso no RS !!), trokavam de rotulos, pelas mais karas, e vendia a 3,50, na epoka !!!.
      A fabrika da Skin fika em Alexania-GO e nao perde pras outras nao !!!
      O segredo de uma cerveja boa sta na agua !!!
      Por isso ke é mais konfiavel pedir uma SkIn, em kualker parte do Brasil, ke certeza nao sera falsa !!!

      responder este comentário denunciar abuso
  • 31/08/2011 - 13:00
    Enviado por: Ferdinando

    Por que você se importa com isso? Deixa os caras, meu!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 31/08/2011 - 13:28
    Enviado por: Fernando Gião

    A própria mídia, que dourou a mediocridade, agora atira os medíocres na fogueira e os faz acreditar que isso é bom para sua imagem.Õ raça!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 31/08/2011 - 14:39
    Enviado por: Fernanda

    Humilhação virou moda!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 31/08/2011 - 21:45
    Enviado por: Vermelinho

    Por falar em Cinquecento, o carro na Itália era popular.
    Até o personagem italiano da novela da Grobo tinha um, branquinho.
    Aqui custa sessenta mil.
    Será feito de ouro? Até minha neta que não entende nada de carro achou horrível.
    Compra, brasileiro bonzinho.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 31/08/2011 - 22:51
    Enviado por: Tio Pintófi chato e feio -Palestra$&Consultoria$

    O malfeito, o esculacho, a esculhambação não chegam nunca ao fundo do poço. Vejam o que fizeram com o Brasil. Depois que Cabral, o invasor, largou uns degredados por aqui, os seus sucessores continuam recebendo os Ronald Biggs, Cesare Battisti, Cacciolas e outros párias que tais. O Lulla 51 vive pendurado no pescoço da escória internacional, libando e confraternizando com ela. Os homens públicos-paus-de-galinheiro usaram a Lei da Ficha Limpa pra economizar papel higiênico. Os três(podres) poderes blindaram-se mutuamente, e sem a menor cerimônia, despejam os penicos de suas malfeitorias na cabeça do Povão. Sai de baixo, ou melhor, aprende a votar, cambada de idiotas! Olhando bem, até que essa ode á mediocridade não é lá assim tão destituída de sentido, não.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 01/09/2011 - 20:46
    Enviado por: Benjamin Bruno

    Em minas um cara que ficou famoso por dirigir embriagado e zombar da lei está fazendo propaganda a favor da Lei Seca.

    http://www.em.com.br/app/noticia/gerais/2011/09/01/interna_gerais,248194/motorista-do-bebi-bebi-bebi-entra-na-campanha-da-lei-seca.shtml

    responder este comentário denunciar abuso

  • 02/09/2011 - 17:16
    Enviado por: Lasier Martins.

    Podia ser pior, podia ser com jornalistas. Isso sim é raça ruim.

    responder este comentário denunciar abuso

Deixe um comentário:

ACOMPANHE O BLOG
Todos os Blogs

  • Você já leu 5 textos neste mês

    Continue Lendo

    Cadastre-se agora ou faça seu login

    É rápido e grátis

    Faça o login se você já é cadastro ou assinante

    Ou faça o login com o gmail

    Login com Google

    Sou assinante - Acesso

    Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

    Já sou cadastrado

    Para acessar, utilize o seu login e senha

    Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

    Quero criar meu login

    Acesso fácil e rápido

    Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

    Esqueci minha senha

    Acesso fácil e rápido

    Quero me cadastrar

    Acesso fácil e rápido

    Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

    Cadastro realizado

    Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

    Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

    Importante!

    Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

    Quero me cadastrar

    Acesso fácil e rápido

    Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo