1. Usuário
Assine o Estadão
assine
domingo 31/08/08 11:00

Adivinhe qual deles é o Caprichoso

tuttyilustra1_16

ILUSTRAÇÃO POJUCAN

A comparação mais óbvia, até pela proximidade entre os eventos, seria profundamente constrangedora para as convenções partidárias que oficializam por esses dias os dois candidatos à presidência dos EUA. Depois do que vimos nos espetáculos de abertura e encerramento das Olimpíadas de Pequim, tudo que se pretender grandioso para comemorar o que quer que seja no resto do mundo vai ficar bem parecido com festinha de criança, tipo aniversário dos filhos de Cláudia Raia e Édison Celulari. Daqui a pouco a gente esquece do que os chineses são capazes em matéria de celebração, mas, enquanto isso, melhor encontrar parâmetro mais adequado para o que acaba de acontecer na pajelança democrata em Denver e recomeça amanhã com o oba-oba republicano em St Paul (Minnesota).

Me ocorreu uma analogia com o bumba-meu-boi de Parintins, explico porque:

Podia aqui argumentar que as cores são as mesmas: um é vermelho, o outro azul. A idéia de contagiar a platéia em noites seguidas de ritual de aclamação, também coincide. Forçando um pouco a barra, digamos que, em ambos os casos, estariam em jogo simbolismos de culturas historicamente disputadas por duas partes. Mas nada na Festa do Boi, na Amazônia, se assemelha tanto às convenções partidárias americanas quando o apelido dos grupos rivais. Barack Obama é o ‘Caprichoso’ em pessoa e nada tira a pose de ‘Garantido’ de John McCain.

Ah, sim, o resultado lá, como cá, é sempre imprevisível e não necessariamente corresponde ao brilho da festa.

Clique aqui para ler outras notas da coluna ‘Ambulatório da Notícia’ publicada neste domingo no caderno Aliás do ‘Estadão’

Ler post
sábado 30/08/08 18:01

É mole?

O carioca está orgulhoso. O Rio de Janeiro será, provavelmente, o primeiro estado do mundo dotado de caveirão com ar condicionado. Por essa os baianos não esperavam.

Ler post
sábado 30/08/08 11:00

Quem tem medo de dona Lu?

Bogagem do Gilberto Kassab tentar improvisar a irmã na posição que Lu Alckmin atua na candidatura tucana. Se primeira-dama decidisse eleição, Marta Suplicy não teria a menor chance. Dona Sylvia também não pode ser desculpa para não votar no Maluf. Uma coisa é certa: candidata a primeira-dama não tira nem transfere votos para o cônjuje. Ou Ciro Gomes não teria perdido eleição para o Lula muito antes de Patrícia Pillar virar vilã do horário nobre. Se dona Lu fosse candidata a prefeita, ...

Ler post
quinta-feira 28/08/08 20:37

Igual não há

tuttyblogcama_09

reprodução Lula espera que sucessor de Gilberto Gil na Cultura tenha a mesma agilidade do ex-ministro. Cá pra nós, depois da morte de Dorival Caymmi, vai ser difícil encontrar outro igual. Ainda mais agora que João Gilberto está animadão.

Ler post