ir para o conteúdo
 • 

Teatro

28.maio.2010 16:25:51

Antigo e atual

tchekhov_400

Anton Pavlovitch Tchekhov (1860-1904) completaria 150 anos em 2010. Sua obra, no entanto, permanece tão moderna – e atemporal – que poderia ter sido escrita ontem. Considerado um dos principais fundadores do conto moderno, Tchekhov também foi um destacado dramaturgo, determinante para os rumos que a escrita teatral tomou nos últimos cem anos, com peças fundamentais como A Gaivota, As Três Irmãs e ‘Tio Vânia.

Para avaliar o legado de sua obra, a Caixa Cultural São Paulo organizou o evento Tchekhov: 150 anos, que acontece durante o mês de junho, até o dia 27. Está prevista uma série de leituras, peças, palestras, encontros e até uma oficina de interpretação. As atividades acontecem sempre entre 4ª e domingo, em três horários (18h, 18h30 e 19h), e todas são grátis. Entre os nomes que farão parte do evento, estão profundos conhecedores de seu trabalho, como os professores e tradutores Boris Schnaiderman e Elena Vássina, o diretor Eduardo Tolentino de Araújo (do grupo TAPA), a atriz Denise Weinberg e o diretor e professor Francisco Medeiros.

A recheada programação começa na 5ª (3), às 19h, com a leitura dramática de O Jardim das Cerejeiras, sob a direção de Maria Thais. Até o fim da comemoração, outras quatro peças serão encenadas: As Três Irmãs, com direção de Pedro Garrafa (a partir do dia 4); O Ruído Branco da Palavra Noite, de Caetano Gotardo e Marina Tranjan (a partir de 11); Réquiem, de Francisco Medeiros (a partir do dia 18) e Aponto Tchekhov‘, dirigida por Fernando Neves.

Ao assistir aos espetáculos, você vai poder reconhecer os diferentes caminhos trilhados pelo russo, desde os aspectos mais notórios de sua obra até suas faces menos conhecidas. Além de escritor e dramaturgo, ele foi também médico (o texto ‘Tio Vânia’, por exemplo, passa muito por esse universo). Essa versatilidade ajudou a torná-lo um dos autores mais montados na cena contemporânea – e justifica a homenagem à altura.

Comente!

  • A + A -

Comentários recentes

  • Rafaela: BANDO DE HIPOCRITAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA AAAAAAA
  • MARTELLO: adorei a peça, contineum em cartaz. Parabéns , queridos por me proporcionarem um dia de tranquilidade e...
  • Ricardo Martello: adorei a peça, contineum em cartaz. Parabéns , queridos por me proporcionarem um dia de...
  • Ricardo Martello: Bom dia, todos voces estão de parabéns porque a peça é genial. Este ano ainda não tinha...
  • Beatriz Mazarak: Bom, ainda não assisti, mas quero muito ver! (deve ser ótima) Acredito que essas provocações que...

Arquivo