1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Empreendedor de sucesso: Flavio Augusto da Silva, do Ometz Group

Redação

terça-feira 11/10/11

A coragem para correr riscos marcou o início da bem sucedida carreira de  FlavioAugusto da Silva, que aos 39 anos preside o Ometz Group, holding com 16 empresas, entre elas a escola Wise Up, seu primeiro empreendimento, lançado em 1995.Com apenas 23 anos, Silva decidiu lançar um projeto inovador com o objetivo de, em 18 meses, [...]

Flavio Augusto da Silva, do Ometz Group

A coragem para correr riscos marcou o início da bem sucedida carreira de  FlavioAugusto da Silva, que aos 39 anos preside o Ometz Group, holding com 16 empresas, entre elas a escola Wise Up, seu primeiro empreendimento, lançado em 1995.Com apenas 23 anos, Silva decidiu lançar um projeto inovador com o objetivo de, em 18 meses, dar fluência na língua inglesa a adultos.  ”Com esse projeto promovemos uma verdadeira revolução no ensino de inglês no Brasil”, afirma o empresário.  Para fundar a Wise up, usou R$20 mil de seu cheque especial, com juros de 12% ao mês.

“Apesar de não ter nenhum capital, eu tinha muita experiência na captação de alunos e na divulgação de cursos.”
A holding presidida pelo empresário tem atualmente mais de 500 unidades em 14 estados, além de seis unidades na Argentina, 13 em Bogotá (Colômbia) e três nos Estados Unidos.  Em 2010, o Ometz Group teve faturamento de R$ 130 milhões.  As escolas de inglês Lexical, You Move e Gogetter, também fazem parte do grupo.
Sentindo-se realizado como empresário, Silva resolveu investir em ações sociais criando, em 2008, o Instituto Geração de Valor, com sede em Curitiba.  Numa das ações, o instituto captou R$ 100 mil entre empresários para as vítimas das chuvas na região serrana do Rio de Janeiro.
A partir de 2010, o empresário carioca que mora em Miami decidiu aliar as ações do Geração de Valor às mídias sociais.  ”Querocompartilhar meu conhecimento e produzir conteúdos para inspirar e motivar os jovens a empreender. “
Segundo o empresário, muitas vezes o que falta para o jovem é incentivo e um referencial mais elevado. “É preciso abrir a mente do jovem e encorajá-lo a criar seu próprio negócio. “
Partindo dessa premissa, Silva passou a usar Twitter, Facebook e YouTube para interagir com esse público.  ”O resultado de engajamento excede qualquer expectativa, é surpreendente”, revela.  Silva já conquistou mais de 214 mil seguidores no twitter.
“No YouTube temos oito vídeos postados com entrevistas mensais, que realizo com empresários, nas quais procuro mostrar como eles se tornaram profissionais bem sucedidos.  Cada vídeo tem em média 600 mil views.”
É no Facebook, entretanto, onde navega cerca de uma hora por dia, que tem interagido diretamente com o público.
“A página do Geração de Valor criada há três meses já tem 15 mil membros.  Essa comunicação me dá um prazer muito grande e a resposta tem sido incrível.”