1. Usuário
Blogs

Sonia Racy

Assine o Estadão
assine

Olhos nos olhos

23.novembro.2014 | 1:06

Alexandra Szafir lança o livro desCasos 2. Segunda, na sede paulistana do Iate Clube de Santos, em Higienópolis.

Portadora do Esclerose Lateral Amiotrófica, a venda deste seu segundo livro – escrito com o piscar dos olhos – será revertida para pesquisar a cura da síndrome.

Sem Comentários | Comente

Liberado

23.novembro.2014 | 1:05

Pelo que se apurou, não haverá censura ou submissão do livro Mick – A Vida Selvagem e o Gênio Louco de Jagger aos advogados de Luciana Gimenez.

Diferentemente das notícias que andam circulando.

Liberado 2
O que fez a editora Objetiva, responsável, no Brasil, pela publicação da obra do jornalista norte-americano Christopher Andersen?

Como acontece com qualquer livro seu, a empresa “confirmou a consistência das informações dentro da melhor prática jornalística”.

Sem Comentários | Comente

Responsabilidade social

23.novembro.2014 | 1:00

O Instituto Prof foi selecionado pela Fundação Deutsche Bank Americas e receberá doação para o Projeto Rumo ao Futuro, em Paraisópolis.

A Bottega Veneta promove semana beneficente pró-Childhood Brasil. Parte do lucro será revertida à instituição.

A Nike chamou o grafiteiro Kajaman para pintar o muro do novo campo de futebol do Instituto Bola Para Frente, no Complexo do Muquiço, Rio.

Dias 27, 28 e 29, as cinco lojas da joalheria Tiffany no Brasil realizarão ação em prol da Obra do Berço.

Ana Paula Junqueira será anfitriã do jantar promovido pelo Bagatelle com 100% de renda revertida ao Instituto Arte de Viver Bem e ONG Ampara Animal. Amanhã.

A loja Laura Marchi realiza campanha de Natal em prol da Fundação Cafu. No shopping Iguatemi Alphaville.

A convite do British Council, a Shape Arts – que promove acesso à cultura a artistas e público com deficiência – dará treinamentos, esta semana, a integrantes de museus e instituições culturais de SP.

Sem Comentários | Comente

Sem nexo

22.novembro.2014 | 1:07

Em dia de mercado pós-feriado, uma dúvida circulava ontem sobre a maneira como Dilma conduziu a formação da nova equipe econômica. Por que teria a presidente tornado público o convite feito a Luiz Carlos Trabuco, presidente do Bradesco, para ser ministro da Fazenda? Afinal, a praxe é mandar, antes, um emissário sondar o futuro convidado e, assim, evitar um ‘não’.

A explicação mais ouvida entre os players é que, ao alardear o episódio, a presidente quis deixar claro ao mercado financeiro que tentou escolher “um dos seus”… e não conseguiu.

Nexo 2
A tese veio abaixo assim que o nome de Joaquim Levy ganhou força. Afinal, o ex-secretário do Tesouro de Lula é considerado para lá de ortodoxo – coisa que agrada, e muito, ao mercado.

Sem Comentários | Comente

Autógrafo

22.novembro.2014 | 1:06

Antes da reunião de segunda-feira na Fiesp, onde se discutirá a mudança do estatuto da entidade – permitindo a Paulo Skaf concorrer a mais um mandato –, o atual presidente tem feito trabalho de casa.

Está telefonando a associados da federação, pedindo que assinem carta de apoio à sua reeleição. Com discurso bastante… contundente.

Sem Comentários | Comente