1. Usuário
Blogs

Sonia Racy

Assine o Estadão
assine

O que vem…

30.maio.2014 | 1:14

Em conversas com amigos, Ricardo Lewandowski tem comentado que pensa em priorizar o julgamento de processos “com menos clamor” em sua gestão à frente do STF. Isto é, questões mais técnicas, com menor visibilidade, mas que interferem diretamente na vida do cidadão. E que os grandes temas políticos sejam maturados no Congresso.

O ministro se refere aos casos com “carimbo” de repercussão geral. Enquanto o Supremo não bate o martelo, pilhas de ações ficam paradas em tribunais inferiores. Exemplos? Fornecimento de medicamentos de alto custo pelo Estado e ausência de médicos no SUS.

…por aí

Outra missão: reformular o Conselho Nacional de Justiça – que também será comandado pelo sucessor de Joaquim Barbosa. Lewandowski quer que o CNJ funcione, de fato, como órgão de planejamento do Judiciário.

Sem Comentários | Comente

Deixe um comentário:

Abertura do festival de animação Anima Mundi, no Espaço Itaú de Cinema

Abertura do festival de animação Anima Mundi, no Espaço Itaú de Cinema

Ademar de Oliveira

Silvana Garzaro

Outras galerias