1. Usuário
Blogs

Sonia Racy

Assine o Estadão
assine

Chegadas

11.junho.2014 | 1:08

Não há mais espaço para nenhum jatinho executivo ou voo fretado descer ou subir, amanhã – estreia do Brasil na Copa –, nos aeroportos de Congonhas, Guarulhos, Viracopos, Jundiaí. E também no Campo de Marte.

E nem na final, no Maracanã, nos aeroportos do Galeão, Santos Dumont, Jacarepaguá, Cabo Frio, Macaé e Campos.

… e partidas

O levantamento será apresentado hoje por Moreira Franco, ministro da Aviação Civil. “Tínhamos uma preocupação com a aviação executiva até maior do que com os voos regulares por causa dos problemas na África do Sul”, diz.

Durante o período do Mundial, 83% dos slots (vagas para pousos e decolagens) já estão ocupados nas 12 cidades-sede – cerca de cem mil.

Chegadas 2

A secretaria ainda não contabilizou quantos pedidos atendidos são de aeronaves nacionais. Pelo que se sabe, a fila dos brasileiros era muito maior que a de estrangeiros.

Chegadas 3

Em tempo: Cristiano Ronaldo solicitou espaço para pousar três aeronaves.

Chegadas 4

Enquanto a seleção da Itália demorou meia hora, no Galeão, entre a saída do avião até a imigração e alfândega, a da Holanda gastou 49 minutos – no mesmo aeroporto.

Sem Comentários | Comente

Deixe um comentário:

A festa Do Leme ao Pontal, no Grand Metrópole

A festa Do Leme ao Pontal, no Grand Metrópole

Tiago Abravanel

Fabio Zanzeri

Outras galerias