1. Usuário
Blogs

Sonia Racy

Assine o Estadão
assine

PMDB x PT

06.março.2015 | 1:10

O mal-estar entre PT e PMDB transferiu-se para São Paulo. Embora Gabriel Chalita tenha assumido a Educação, ao que se apurou o partido continua reclamando maior presença na gestão Haddad. E estaria ameaçando rasgar o acordo Temer-Lulapara 2016, em que Chalita faria chapa com Haddad.

Há até quem queira discutir a saída de Chalita do comando do partido na capital.

Sem Comentários | Comente

PMDB x PSDB

06.março.2015 | 1:08

No Estado, os movimentos do PMDB são contra os tucanos e incluiriam intervenções em alguns diretórios. Renato Amary, de Sorocaba, e Paulo Lima, de Presidente Prudente, foram enquadrados por terem trabalhado por Aécio em 2014. O partido espera que eles peçam para sair.

Sem Comentários | Comente

Guerra da água

06.março.2015 | 1:07

A Sabesp resolveu enfrentar Gustavo Ungaro, o corregedor-geral da Administração de Alckmin… e perdeu.

Depois de resistir à determinação de fornecer à ONG Agência Pública a lista completa de grandes consumidores de água no Estado — que pagam tarifas menores –, recebeu ordem, ontem, para “fornecer a lista de todas as empresas e cópias de contratos que não tenham cláusula de confidencialidade (…), mas dando o máximo de transparência”.

Água 2
A queda de braço é antiga. Mês passado, uma lista com informações parciais de 293 empresas foi divulgada pelo El País. A lista completa tem 523 grandes clientes da Sabesp.

Sem Comentários | Comente

Ficar ou ficar

06.março.2015 | 1:06

O jurista Walter Maierovitch vê duas possibilidades para Cesare Battisti, após a decisão de uma juíza brasiliense que determina sua deportação. O primeiro é que o caso atual – que nada tem a ver com o anterior, de extradição – chegue ao Supremo Tribunal Federal, onde quase certamente o pedido para deportá-lo será derrubado.

O segundo? Se deportado, ele evitaria a França – onde sua extradição para a Itália já está decidida – e o México, por onde passou clandestino. Em qualquer outro país, precisaria obter visto permanente, o que também não é fácil.

Sem Comentários | Comente

Elétrica

06.março.2015 | 1:05

Consta que Dilma não gostou muito da entrevista de Eduardo Braga ao Roda Viva, esta semana. A presidente, segundo fontes do Planalto, achou que o ministro “usou muito eletriquês” ao falar dos gargalos de energia do País.

Sem Comentários | Comente