1. Usuário
Blogs

Sonia Racy

Assine o Estadão
assine

Ciclovias

01.abril.2015 | 1:11

O MP estadual abriu novo inquérito civil para investigar “eventuais gastos excessivos” com as ciclovias em SP. A ação da Promotoria do Patrimônio Público e Social questiona, entre outros, “contratação irregular por ata de preços” e “fracionamento ilegal das obras para órgãos diversos, dificultando a fiscalização”.

Gilberto Natalini, do PV, apresentou ao MPE estudo que mostra o custo da pintura das ciclovias, cerca de R$ 2.500 por quilômetro – “o que as torna as mais caras do mundo”, segundo o vereador.

Ciclovias 2

A Prefeitura informa que prestará todas as informações necessárias. E lembra que o novo inquérito cita e apura informações da revista Veja SP já esclarecidas, “como a suposta irregularidade contratual, já afastada pelo juiz de primeira instância em outra ação civil pública”.

Sem Comentários | Comente

Encontro

01.abril.2015 | 1:10

A AME Jardins comemora: conseguiu data na agenda de Fernando de Mello Franco– com quem discutirá as propostas de Haddad para o novo zoneamento no bairro. Será dia 7, no MuBE.

Sem Comentários | Comente

Casa nova

01.abril.2015 | 1:08

Fábio Barbosa, ex-Santander e ex-Grupo Abril, foi indicado para integrar o conselho de administração do Itaú Unibanco. Para o lugar de Israel Vainboim, que se aposenta.

Sem Comentários | Comente

Cláusula pétrea

01.abril.2015 | 1:06

Para Carlos Ayres Britto, ex-STF, é inconstitucional a redução da maioridade penal, que passou ontem na CCJ da Câmara. Ele entende que a Constituição assegura “o direito fundamental” à formação da personalidade.

A proposta, diz o ex-presidente do Supremo, pode ferir diversos dispositivos da Carta Magna – além do penal, o eleitoral, o militar, o trabalhista, o educacional.

Sem Comentários | Comente

Questão de foco

01.abril.2015 | 1:05

Para David Uip, secretário de Saúde de Alckmin, não é hora de se procurar culpados para o surto de dengue. “Mas, sim, de buscar soluções envolvendo os três Poderes.” São Paulo tem feito parcerias para ajudar os municípios a combater a doença. “O problema não envolve só saúde, mas áreas como coleta de lixo e outros hábitos e costumes da população.”

O médico infectologista condena veementemente qualquer uso político da questão.

Sem Comentários | Comente