1. Usuário
Blogs

Sonia Racy

Assine o Estadão
assine

Cano furado?

28.janeiro.2015 | 1:11

O fato de o preço das ações da Petrobrás ter revertido queda sofrida a partir da abertura da Bolsa, na manhã de ontem, provocou desconfiança no mercado – já que não havia motivo para mudança de humor em relação à estatal.

Foi a expectativa do anúncio do balanço financeiro referente ao terceiro trimestre de 2014 que fez com que o pregão da BM&F Bovespa abrisse já com as ações da petrolífera em queda, chegando a -3,8% às 15h. Afinal, a estimativa era de que as perdas com o esquema de corrupção, a serem divulgadas, atingiria US$ 20 bilhões.

De repente, os papéis começaram a reagir, fechando com alta de 2,6% às 17h. Isto é, em duas horas, a ação da estatal subiu… 6,8%.

Sem Comentários | Comente

Mãos de tesoura

28.janeiro.2015 | 1:09

Claudio Galeazzi foi o palestrante, ontem, na abertura da conferência promovida pelo Credit Suisse.

Depois do relato de sua atuação no Pão de Açúcar e na BRF, ficou um desejo na plateia: que ele seja convidado para dar jeito na Petrobrás.

Sem Comentários | Comente

Tá difícil

28.janeiro.2015 | 1:08

É fato que o governo Dilma quer gente da iniciativa privada no conselho da estatal petrolífera. Entretanto, alguns nomes consultados declinaram. E atenção: o motivo não está atrelado ao balanço da empresa.

Sem Comentários | Comente

Cerco…

28.janeiro.2015 | 1:07

O voo da Swissair, partindo de Davos para SP no sábado, sofreu falha mecânica antes de levantar voo. Entre os passageiros, Joaquim Levy, que recusou ali, no aeroporto – como seria de se esperar – carona oferecida por conhecido banqueiro brasileiro.

…ao ministro

Mesmo assim, Levy não conseguiu ficar livre do setor financeiro. Aeronave reparada, embarcaram no mesmo voo dois outros banqueiros brasileiros de peso.

Sem Comentários | Comente

Sofrido

28.janeiro.2015 | 1:06

Finalmente a Le Pain Quotidien já pode oferecer as famosas pastas e geleias orgânicas vendidas em outros países. Os produtos esperaram nada menos que um ano e meio pela liberação da Anvisa.

Sem Comentários | Comente