1. Usuário
Blogs

Sonia Racy

Assine o Estadão
assine

Tête-à-tête

21.novembro.2014 | 1:10

A conversa que Dilma teve com Lázaro de Mello Brandão e Luiz Carlos Trabuco– anteontem, em Brasília – foi bastante franca. O presidente do Bradesco, acompanhado do presidente do conselho do banco, rememorou ali sua trajetória profissional de 47 anos na instituição financeira.

Já “seu” Brandão ratificou a grande importância que o executivo tem hoje no desenvolvimento do banco.

Tudo para justificar a recusa de Trabuco ao convite da presidente para ocupar o Ministério da Fazenda.

Tête-à-tête 2

Detalhe: eles voaram para a capital federal em aviões separados – obedecendo norma de segurança do banco.

Sem Comentários | Comente

Quem não tem Trabuco…

21.novembro.2014 | 1:07

Quanto a Joaquim Levy, do Bradesco Asset Management, não é a primeira vez que o ex-secretário do Tesouro de Lula é lembrado para integrar o governo Dilma.

Também vale registrar que, quando senador, Aloizio Mercadante nunca escondeu sua vontade de tirar Levy do Tesouro Nacional.

Sem Comentários | Comente

Arte da vida

21.novembro.2014 | 1:06

No tiroteio de informações sobre o novo comandante da economia, Luiz Carlos Trabuco foi anfitrião, quarta à noite, de visita guiada na pré-estreia da mostra de Ron Mueck, na Pinacoteca.

Segundo um dos convidados VIP, o presidente do Bradesco não disse nada que envolvesse o governo federal.

Sem Comentários | Comente

Alô, alô

21.novembro.2014 | 1:05

Os fundos Apax Partners e Bain Capital enviaram carta ao BTG, representante da Oi, anteontem, reconfirmando a oferta de compra da Portugal Telecom, por 7,75 bilhões de euros, para 28 de novembro. Valor 500 milhões de euros superior ao proposto pela Altice.

Detalhe: os fundos poderiam fechar negócio em 30 dias. Já a Altice precisaria de pelo menos seis meses, pois é dona de negócios concorrentes – as empresas Cabovisão e Oni.

Sem Comentários | Comente

Com maestria

21.novembro.2014 | 1:04

Às vésperas de seus 80 anos, Isaac Karabtchevsky se prepara para desafio natalino.

Vai reger, dia 21 de dezembro, as orquestras sinfônicas de Heliópolis e da Petrobrás, juntas. Obra escolhida? A Sinfonia nº 2 – “Ressurreição”, de Gustav Mahler.

Sem Comentários | Comente