1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Coisas da Vida

Oscar Quiroga

sexta-feira 22/08/14 17:49

 

Às 17h49 de sexta-feira 22-8-14 a Lua que míngua ingressou em Leão e está em conjunção com Júpiter e Vênus, trígono com Urano, quadratura com Marte e Saturno até 5h26 de domingo 24-8-14, horário de Brasília. No mesmo período, o Sol ingressa em Virgem, à 1h46 de 23-8-14

Tu pressentes que há algo de incomparável em ti, talvez tenhas receio de pensar ou de comunicar isso para não pareceres pedante.

Pois deves saber que teu destino, como ser humano, é mesmo incomparável, mas a grandeza depende da tua vontade e empenho em colaborar com a tarefa transcendente, integrando-te ao inefável plano cósmico.

A lei para isso é insubstituível: lutar. Um tipo de luta que não perde sua violência mesmo tendo abandonado, em sua maior parte, o plano físico, polarizando-se no espiritual.

Tal qual antigamente, terás de provar tua nobreza no campo de batalha, no qual a dignidade se demonstra ao te libertares da escravidão dos cinco sentidos, apontando gradualmente teu sexto sentido na direção de aspirações mais abrangentes e elevadas.

É inevitável que nesse processo acabes reconhecendo o que tem vários nomes, Tu escolherás o que se adeque melhor a tua idiossincrasia, mas que no frigir dos ovos é sempre a mesma coisa, a faísca divina que está no centro do coração, aquilo que alimenta tua suspeita de seres incomparável.

Tu podes maltratar e descuidar a faísca divina, Tu também podes te aproximar dela, aspirando compreendê-la e, ao te associares a ela, seres maior do que o que és agora.

Compreenderás que a faísca não é tua exclusivamente, que tua grandeza consiste nas conexões infinitas que a faísca estabelece.

Por isso, ao te associares a alguém, se suprimes a desconfiança, ninguém te trairá.

Porém, se ao te associares a alguém olhas com suspeita e atribuis com facilidade motivos incorretos, certamente a traição acontecerá.

E a culpa recairá sobre quem primeiro tiver julgado incorretamente, por ter plantado a semente de algo que não é.