1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Sabesp deixa placas soltas em ruas do Campo Limpo

Luciana Magalhães

domingo 06/07/14

O impacto de veículos pesados sobre  as placas afeta as estruturas dos imóveis, reclama leitor

Por Luciana Magalhães

Reclamação do leitor: Há meses, por causa de obras, a Sabesp deixa placas soltas em  ruas das regiões do Capão Redondo e Campo Limpo que acabam por detonar imóveis do bairro. Na Viela Paulo Monteiro Duarte com a Avenida Carlos Lacerda, por exemplo, foram colocadas duas placas para tampar um fosso de acesso às tubulações e, por serem  mal colocadas e estarem soltas, estão causando rachaduras nos imóveis próximos por causa do impacto de veículos pesados sobre elas.  Desde abril reclamo na Sabesp, mas só escuto promessas de que uma equipe irá até o local, mas nunca ninguém apareceu. Os moradores estão sofrendo com a calçada destruída, o entulho abandonado nos canteiros e as placas de aço causando problemas à estrutura dos imóveis. Renato Torres / São Paulo

Resposta: A Sabesp esclarece que no local há um poço que dá acesso a tubulações para execução de travessia de rede pelo método não destrutivo – sem a necessidade de abertura de vala para assentamento de rede. A companhia informa que já retirou o entulho do local e também fez a limpeza da rua. O poço foi fechado com chapa metálica e travado com objetivo de evitar qualquer tipo de movimentação. A empresa pede desculpas pelos transtornos e informa que permanecerá monitorando constantemente o local, a fim de manter o bom andamento dos trabalhos.

Réplica do leitor: A equipe da Sabesp compareceu no local no dia 26/7, realizou a limpeza da calçada e soldou as chapas de aço. Porém, o calçamento lateral continua sem conserto e todo rachado por causa das retroescavadeiras que param no local. Aguardo providências.

Fotos: Renato Torres