1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Jogo de empurra-empurra

Luciana Magalhães

quinta-feira 26/06/14

A ConectCar não quer se responsabilizar por seus erros, reclama leitor Por Luciana Magalhães Reclamação do leitor:  Possuo um TAG da empresa ConectCar. Já nas primeiras passagens pelos pedágios, recebi cobranças indevidas, de  valor mais alto do que realmente eu gastara.  Além disso, houve a cobrança de uma praça por onde nunca passei. Ao questionar [...]

A ConectCar não quer se responsabilizar por seus erros, reclama leitor

Por Luciana Magalhães

Reclamação do leitor:  Possuo um TAG da empresa ConectCar. Já nas primeiras passagens pelos pedágios, recebi cobranças indevidas, de  valor mais alto do que realmente eu gastara.  Além disso, houve a cobrança de uma praça por onde nunca passei. Ao questionar na ConectCar sobre os valores e exigir que me devolvam o que fora cobrado indevidamente em dobro, a atendente simplesmente transferiu o problema para a concessionária e informou que a empresa não tem nenhuma responsabilidade sobre isso. Ela  apenas enviou o pedido de revisão à concessionária e disse que esta iria analisar e devolver apenas o valor cobrado. Em relação à devolução do valor em dobro, fui informado de que também tenho de conversar  com a concessionária. A minha relação como  consumidor e cliente deve ser  com quem? Marcos Pivari / São Paulo

Resposta: A Ipiranga informa que a ConectCar entrou em contato com o consumidor explicando que foi constatada a cobrança indevida da tarifa de pedágio e que a concessionária autorizou a devolução do valor cobrado, o que foi realizado por meio  de crédito no TAG. É importante ressaltar que a ConectCar é intermediária entre o cliente e a concessionária, portanto, os valores das tarifas de pedágio são de responsabilidade desta última.

Réplica do leitor: O problema não foi solucionado. Segundo o artigo 42 do Código de Defesa do Consumidor (CDC),  toda cobrança indevida deve ser devolvida em dobro. A meu entender possuo uma relação de consumo com a ConectCar, mas a empresa apenas deseja cobrar a minha tarifa, pois alega que a concessionária é que deve me ressarcir em dobro.