1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Torcedores dizem que ausência de Neymar pode ajudar a seleção brasileira

Seleção Universitária

terça-feira 08/07/14

Em Mato Grosso, público confia em uma maior união do grupo

Em Mato Grosso, público confia em uma maior união do grupo

 

Adilson Chinna- especial para O Estado de São Paulo

CUIABÁ- A perda prematura do atacante Neymar no jogo contra a Colômbia na última sexta-feira, 4, comoveu muitos brasileiros. No entanto, em jogos decisivos de copa do mundo, problemas não são novidades para a seleção brasileira.

“É preciso transformar esse sentimento de perda em estímulo positivo”, afirmou a psicóloga Suzel Rodrigues dos Santos.

Na decisão do mundial no Chile, em 1962, Pelé, o maior craque da seleção brasileira na época, não jogou devido a uma lesão e a equipe ganhou o título. Em 1998, Ronaldo, eleito o melhor jogador do mundo nos dois anos anteriores, entrou, após um ataque convulsivo minutos antes da partida contra a França, a equipe sofreu um “apagão” e o Brasil perdeu a final por 3 a 0. Entre a perda de um craque ou a insegurança em sua escalação, a primeira opção mostrou-se mais eficaz em jogos decisivos.

Suzel explica que com a contusão do craque brasileiro e sua retirada do torneio, ocorreu uma mudança repentina, uma necessidade de reação a uma ação inesperada. “Ele era a referência dos companheiros, a confiança no ataque. Agora, os profissionais envolvidos na orientação aos jogadores devem trabalhar meticulosamente o lado emocional deles. Se eles fracassarem, todos fracassarão”, concluiu a psicóloga.

Para alguns cuiabanos, a ausência do craque será positiva. “Acredito que o time vai ficar mais unido”, disse o estudante Alexandre Arcângelo. Outra torcedora, Gilma Oliveira afirma que falta de Neymar na seleção só trará benefícios. “Ninguém joga sozinho. Agora eles vão mostrar a força que têm”, disse.

O jogo entre Brasil e Alemanha acontece nesta terça-feira, 8, às 17h no Mineirão, em Belo Horizonte. Apesar das especulações, o técnico Luiz Felipe Scolari ainda não deu pistas de quem substitui Neymar.