1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Fã de Fernando Torres rouba a cena no treino da Espanha

Seleção Universitária

10 junho 2014 | 11:46

Diego dos Santos pulou o muro do CT do Caju e se escondeu entre os jornalistas para acompanhar o treinamento

Diego dos Santos pulou o muro do CT do Caju e se escondeu entre os jornalistas para acompanhar o treinamento

No meio dos jornalistas, fã de Fernando Torres mostra a camisa do ídolo (Alexandre Senechal/Seleção Universitária)

 

Alexandre Senechal – especial para O Estado de S. Paulo

CURITIBA – Uma cena incomum marcou a primeira atividade da Espanha em solo brasileiro, na segunda-feira, 9. Diego dos Santos, 24 anos, funcionário de um mercado próximo à Arena da Baixada, veio pela primeira vez ao CT do Caju e conseguiu furar o bloqueio de seguranças para acompanhar o treino infiltrado no meio dos jornalistas presentes. Ele subiu em uma árvore em um terreno baldio ao lado do Centro de Treinamento e pulou para dentro da sede do clube.

Santista e fã do atacante Fernando Torres, Diego trouxe uma camisa do Chelsea na esperança de conseguir um autógrafo do ídolo. “Acompanho o Torres desde os tempos de Atlético de Madrid. Sempre quis conhecê-lo e hoje estou tendo a oportunidade”, comemorou o torcedor.

Por ter sido o único que conseguiu driblar o rígido esquema de segurança, Diego dos Santos virou celebridade e foi entrevistado por diversos meios de comunicação brasileiros. O jovem comemorou. “Não é sempre que a gente é tratado assim”, disse. “Todos aqui poderiam me entregar, mas estão sendo muito simpáticos comigo. Hoje é um dia muito especial.”

Nesta terça-feira, 10, mil torcedores poderão acompanhar o primeiro treino aberto da Fúria. Porém, os ingressos para a atividade estão em poder do governo e do Atlético Paranaense e o torcedor comum que faz fila na frente do CT do Caju desde a chegada da delegação espanhola no último domingo, 8, a noite, não vai conseguir acompanhar o treinamento.

Torcedor ilustre espanhol também assiste ao treino – Manuel Cáceres Artesero, o Manolo el del Bombo, torcedor símbolo da Fúria e chamado desta forma por levar um bumbo em todos os jogos, acompanhou a delegação para o Brasil e teve permissão para assistir ao primeiro treinamento de La Roja.

Com nove Copas do Mundo no currículo, Manolo garantiu que a festa será tão bonita quando foi há quatro anos, na Copa da África do Sul. E torce pelo mesmo resultado. “Nos próximos dias, mais torcedores estarão chegando para se juntar a festa de mais uma conquista da seleção”, afirmou.