1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Estudo mostra valor de mercado da seleção brasileira com campanha na Copa

Seleção Universitária

11 julho 2014 | 16:32

Levantamento aponta que Neymar foi o único dos 23 atletas com alta no preço; valor da equipe caiu 4,3%

Levantamento aponta que Neymar foi o único dos 23 atletas com alta no preço; valor da equipe caiu 4,3%

Com apenas um gol na Copa, Fred tem a maior desvalorização percentual entre os 23 jogadores da seleção (Thomas Eisenhuth/EFE)

Alexandre Senechal – especial para O Estado de S. Paulo
SÃO PAULO – A derrota histórica do Brasil para a Alemanha na semifinal da Copa do Mundo reduziu o valor de mercado da seleção, de acordo com um estudo da Pluri Consultoria, divulgado nesta sexta-feira, 11. A goleada por 7 a 1 imposta pelos europeus foi um dos fatores principais para que os preços de 22 dos 23 convocados do técnico Luiz Felipe Scolari registrassem queda. Comparado com antes do Mundial, o valor somado dos jogadores passou de R$ 1,42 bilhão para R$ 1,36 bilhão – uma redução de 4,3%.
O levantamento aponta que o maior impacto da desvalorização recai sobre os jogadores com mais idade, já que passam a ter poucas condições de retornar à seleção brasileira e isso impacta diretamente em seu valor, por perderem o que a Pluri Consultoria chama de “efeito vitrine”. Da mesma maneira, os mais jovens são mais poupados da queda nos valores.
Mesmo assim, apenas Neymar registrou alta no índice, passando de R$ 206 milhões para R$ 212 milhões. Com quatro gols marcados, boas atuações e apenas 22 anos de idade, o camisa 10 consolidou sua condição de estrela mundial do futebol, segundo o relatório, e se tornou o terceiro jogador mais valioso da Copa do Mundo atrás apenas de Cristiano Ronaldo, com preço de R$ 289 milhões, e do finalista Lionel Messi, que vale R$ 414 milhões.
Muito criticado durante toda a competição, o atacante Fred teve a maior desvalorização em número percentuais (15,9%), seguido do goleiro Júlio César (15,6%) e do zagueiro Dante (12,8%). Hulk assinalou a pior queda em números absolutos. Deixou de custar R$ 124 milhões antes do torneio para R$ 111 milhões após a eliminação brasileira. Os quatro jogadores estiveram em campo durante a goleada sofrida contra a Alemanha na semifinal.
O estudo ainda indica que a disputa do terceiro lugar, que acontece no sábado, 12, contra a Holanda, no Estádio Mané Garricha, em Brasília, não trará modificações no valor de mercado dos jogadores, pela baixa importância do confronto.
Confira os valores de mercado da seleção brasileira antes e depois da Copa:

Valor de mercado seleção brasileira, segundo estudo da Pluri Consultoria (Divulgação)