1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Estádio Presidente Vargas só será usado na segunda fase do Mundial

Seleção Universitária

27 junho 2014 | 11:29

Fechado desde maio, o estádio não foi usado por nenhuma seleção durante a primeira fase da Copa do Mundo

Fechado desde maio, o estádio não foi usado por nenhuma seleção durante a primeira fase da Copa do Mundo

Em Fortaleza, o estádio Presidente Vargas foi fechado em maio para a Copa do Mundo (Portal da Copa/Divulgação)

Lyvia Rocha – especial para O Estado de S. Paulo

FORTALEZA – Escolhido como principal Campo Oficial de Treinamento (COT) para a Copa em Fortaleza, o estádio Presidente Vargas foi fechado no dia 22 de maio para receber os necessários cuidados para o início do Mundial.  Porém, após o término da primeira fase, nenhuma seleção utilizou o estádio, que recebeu nos últimos anos R$ 55 milhões para ser reformado.

O estádio, que é o xodó dos cearenses, fica localizado em um bairro que respira futebol (Benfica) e foi fechado para a principal reforma em fevereiro de 2008 e reinaugurado em maio de 2011. Esse investimento foi de R$ 55 milhões, para entrar nos padrões de estádios internacionais.

Já para a Copa do Mundo, o investimento foi de R$ 70 mil, custo de manutenção para o gramado. Caso fosse trocado, custaria cerca de R$ 1,5 milhão aos cofres públicos, de acordo com o secretario Márcio Lopes.

Com o fechamento do estádio Presidente Vargas e da Arena Castelão para o Mundial, o Ceará, time que disputa a Série B do Campeonato Brasileiro e também a Copa do Brasil, teve que jogar as últimas rodadas, antes da parada da Copa do Mundo, em Horizonte, na Região Metropolitana de Fortaleza.

Chegada das delegações. Classificadas para as oitavas de final, México e Holanda devem chegar nesta sexta-feira, 27, para o duelo do próximo domingo, 29. A Holanda deve ser a primeira seleção programada para usar o centro de treinamento, nesta sexta-feira.