1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Em BH, torcedores vão embora da Savassi antes de fim do jogo

Seleção Universitária

08 julho 2014 | 18:14

Antes de fim da partida, clima é de espanto nas ruas da Savassi; muitos torcedores nem esperaram o primeiro tempo acabar

Antes de fim da partida, clima é de espanto nas ruas da Savassi; muitos torcedores nem esperaram o primeiro tempo acabar 

 

Gabriel Gama – especial para O Estado de S. Paulo

BELO HORIZONTE  - Era para ter um fluxo intenso de pessoas chegando nas redondezas da Savassi para a festa que promete prolongar noite afora. Fluxo até tem, mas é de saída. O placar inesperado de 5 a 0 para os alemães em 45 minutos de jogo provocou um clima de espanto e indignação para os amantes de futebol. Antes do segundo tempo, muitos grupos são vistos indo embora com garrafas de bebidas cheias.

“Um vexame. Inexplicável. Nem podemos dizer que foi a ausência do Neymar. A zaga simplesmente não entrou em campo”, diz o inconsolado Jorge Barbosa, que estava sentado no meio-feio junto com um grupo de amigos logo após o término da primeira etapa.

Apesar da decepção, são poucas pessoas chorando nas ruas. Para o torcedor atleticano Luís Gustavo Matos isso tem uma explicação.”A maioria gosta mais do seu time do que da seleção. A verdade é essa. Eu sou um desses. “, disse.

O amigo de Matos, João Gabriel da Silva, concorda e ainda completa. “O time da Alemanha sempre foi melhor. Agora é aproveitar o feriado. A eliminação já existe”, completa.