1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Com atrasos, Centro Integrado de Segurança é inaugurado em Manaus

Seleção Universitária

segunda-feira 02/06/14

Local é o principal projeto voltado ao monitoramento regional para Copa e foi orçado em R$ 68 milhões   Bruna Chagas – especial para O Estado de S. Paulo MANAUS – Projetado para monitoramento de segurança durante a Copa do Mundo, O Centro Integrado de Comando e Controle (CICC) foi inaugurado nesta segunda-feira, 2, após [...]

Local é o principal projeto voltado ao monitoramento regional para Copa e foi orçado em R$ 68 milhões

CICC foi orçado em R$ 68 milhões e vai monitorar vias de Manaus  (Bruna Chagas/Seleção Universitária)

 

Bruna Chagas – especial para O Estado de S. Paulo

MANAUS – Projetado para monitoramento de segurança durante a Copa do Mundo, O Centro Integrado de Comando e Controle (CICC) foi inaugurado nesta segunda-feira, 2, após dois atrasos no cronograma de conclusão das obras. Com investimentos de R$ 68 milhões, o novo centro conta com câmeras que monitoram as principais vias da cidade e também serão utilizadas após o período do mundial.

As obras do CICC estavam previstas para iniciar em maio de 2013 com conclusão para novembro do mesmo ano. No entanto, os trabalhos no canteiro de obras começaram em agosto de 2013, com previsão para ser entregue em janeiro de 2014. Para o secretário de Segurança Pública (SSP-AM), coronel Paulo Roberto Vital, foram os atrasos na entrega de equipamentos que prejudicaram o cumprimento do cronograma.

A estrutura do CICC compreende um espaço de 2.700 metros de áreas construídas. O local terá departamentos como gerenciamento de crises, coordenação de controle integrada, além de central de atendimento com 35 pontos com telefones e computadores conectados à internet. Além disso, Manaus terá 14 pontos de interesse de segurança para Copa, entre eles o porto da cidade, o aeroporto, a rodoviária, os Centros Oficiais de Treinamentos (Cots), a Arena da Amazônia e a Ponta Negra, onde irá ocorrer a Fifa Fan Fest, e também os hotéis onde ficarão hospedados os representantes da Fifa e as delegações das seleções que vão jogar na capital.

Para monitorar a cidade, uma estrutura denominada “video wall”, que é uma parede de vídeo com 11 metros de largura, composto por 36 telões, foi montada para receber imagens externas, nas quais será possível monitorar e receber imagens de câmeras instaladas na cidade, inclusive aéreas por meio de aeronaves que vão sobrevoar Manaus durante os jogos do Mundial.

De acordo com Secretário-adjunto de Grandes Eventos da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP), Coronel Dan Câmara, 30 instituições do Estado, município e Governo Federal devem utilizar a estrutura do CICC e dar apoio ao monitoramento da cidade durante e depois da Copa. Infraero, Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito de Manaus (Manaustrans), Defesa Civil, Polícia Federal (PF), além da empresa de água Manaus Ambiental, também estão entre as instituições que vão atuar no CICC.