1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Quem Faz

Roldão Arruda é jornalista e repórter da editoria de política do Estadão. Dedica-se sobretudo à cobertura de temas relacionados a direitos humanos e questões de movimentos sociais. Já trabalhou nos jornais Movimento e Folha de S. Paulo e na revista Veja. É autor do livro 'Dias de Ira'.
terça-feira 18/02/14

Para evitar mais desgaste, PT vai reassumir presidência da Comissão de Direitos Humanos da Câmara

Em reunião de líderes realizada hoje na Câmara, ficou acertado que o PT voltará a presidir a Comissão de Direitos Humanos e Minorias. O acerto ainda deve ser oficializado pelo presidente da Casa, Henrique Alves (PMDB-RN), mas dificilmente haverá mudança. A informação já está no site da instituição. Segundo informações do líder da bancada, deputado

Ler post
sexta-feira 07/02/14

Comissão Nacional vai apontar cadeia de comando no caso da morte de Rubens Paiva

6paiva

Mais documentos sobre o caso de Rubens Beyrodt Paiva, desaparecido desde 1971, serão divulgados nos próximos dias. Devem confirmar o nome do militar que teria sido responsável pela operação que resultou na tortura e morte do ex-deputado. A divulgação será feita pela Comissão Nacional da Verdade. Sua preocupação é apontar a cadeia de comando das

Ler post
segunda-feira 13/01/14

Formação de PMs deve ser humanizada, defende coronel

11pms

Em artigo publicado há pouco na Revista do Laboratório de Estudos da Violência da Unesp, o coronel da reserva Luiz Eduardo Pesce de Arruda defende mudanças na formação de policiais militares. Para o coronel, que também é professor universitário e doutor em ciências policiais de segurança e ordem pública, os PMs só conseguirão se orientar pela

Ler post
sexta-feira 10/01/14

Para ONGs, sociedade tolera a barbárie nos presídios

carandiru2

A decapitação de prisioneiros no Maranhão não é um fato isolado. Está incrustado numa sociedade que vira as costas para os presídios e às vezes acha pouco o estado de barbárie a que são submetidas as pessoas que deveriam ser recuperadas. Em linhas gerais esse é o teor da nota distribuída pelo Instituto Vladimir Herzog

Ler post
terça-feira 17/12/13

Encontro do papa com moradores de rua deveria inspirar autoridades de São Paulo, diz Pastoral de Rua

0017.júliolancellotti

Em São Paulo, o padre Julio Lancellotti ficou emocionado com a decisão do papa Francisco de comemorar o seu aniversário, nesta terça-feira, 17, ao lado de moradores de rua, convidados a se reunirem com ele no Vaticano. Segundo o padre, que coordena a Pastoral de Rua da Arquidiocese de São Paulo e atua há 35

Ler post
sábado 02/11/13

Mortos sem sepultura recebem homenagens em São Paulo

a2.sherer

O senador Eduardo Suplicy (PT) e a deputada Luiza Erundina participaram do ato inter-religioso realizado na manhã deste sábado, 2, no Cemitério do Araçá, em homenagem aos mortos e desaparecidos no período da ditadura militar. Também foram lembradas vítimas atuais de violência cometidas por agentes do Estado, como Amarildo Dias de Souza. Torturado até a

Ler post
quinta-feira 18/07/13

Contra chacinas, Anistia Internacional pede mudança na PM

candelária244

Passados 20 anos da chacina da Candelária, na qual oito jovens foram mortos por policiais, as execuções extrajudiciais continuam ocorrendo no País. Suas principais vítimas são adolescentes negros e pobres. É o que lembra a Anistia Internacional, em nota divulgada hoje para lembrar a chacina, ocorrida na madrugada de 23 de julho de 1993. Na

Ler post
quarta-feira 10/07/13

OAB cobra do governo cumprimento de sentença da OEA

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) acaba de pedir explicações ao governo federal sobre o não cumprimento da sentença da Corte Interamericana de Direitos Humanos da Organização dos Estados Americanos (OEA) sobre a Guerrilha do Araguaia. Divulgada em dezembro de 2010, a sentença determinou ao governo a localização e a punição dos responsáveis por

Ler post
terça-feira 07/05/13

Dalmo Dallari vai presidir Comissão da Verdade da USP

dallari544

A Reitoria da Universidade de São Paulo (USP) anunciou nesta quinta-feira, 7, os nomes dos sete professores que farão parte da Comissão da Verdade, destinada a examinar e esclarecer casos violações de direitos humanos ocorridos naquela instituição durante o período da ditadura militar. O grupo será presidido pelo jurista Dalmo de Abreu Dallari, ex-diretor da

Ler post