1
Retrospectiva em tempo real

10 de março

  • março
  • 10 de março de 2011 19h30

Proposta de emprego do dia: O Youtube vai aumentar seu quadro de funcionários em até 30%, contratando 200 novos funcionários. Criado há seis anos, os números do site hoje são impressionantes: 35 horas de upload de vídeo a cada minuto, com mais de 2 bilhões de visualizações por dia. Por um post no blog oficial, o site de vídeos do Google pergunta quem tem interesse em fazer parte da empresa. Você tem? Vai lá.

Proposta de lei do dia: Canadenses retomaram uma velha proposta visando tornar o P2P uma atividade legal e a indústria cultural livre uma economia sustentável. A ideia, que já passou em rodas de discussões brasileiras também, é incluir uma pequena taxa na conta da banda larga do usuário. Esse dinheiro seria então direcionado aos autores das obras compartilhadas. Atualmente, a proposta lá é de US$ 10 e será testada até o final de 2011.

R-U-A do dia: Após comprar Huffinton Post por US$ 315 milhões, AOL corta 900 postos de trabalhos, equivalente a 20% do seu quadro total de funcionários.

Novos bilionários do dia: Cofundadores e investidores da rede social Facebook passam a ser os novos figurões dos Estados Unidos. Os sortudos acabam de entrar para a lista de bilionários da revista Forbes. Ô vida difícil.

Comparação do dia: Internet Explorer 9, Firefox 4, Chrome 10, Safari 5, Opera 11 e Rockmelt. Todos são navegadores e tem suas características técnicas próprias, mas visualmente sabe quais são as diferenças entre eles? Veja você mesmo.

Pesquisa do dia: Conexão wireless deixa sua internet banda larga 30% mais lerda, em média. Essa é a conclusão de uma pesquisa que avaliou 14 mil conexões em países como Inglaterra, Espanha, EUA e Itália. O mais curioso é que os usuários da conexão Wifi não ligam para essa perda de potência. “A maioria de nós está só mandando e-mails e lendo coisas na web, por isso não há muita diferença entre uma conexão muito boa e uma razoável”, disse um dos pesquisadores.

Filtro do dia: Já havíamos falado aqui sobre o novo plug-in que “censurava” todo e qualquer resultado sobre o vencedor Charlie Sheen. Agora há na internet uma extensão para Chrome chamada “Silence of the Celebs”, que faz o mesmo só que para a “celebridade” que você quiser não ver pela frente.

Criatividade no Facebook do dia: E algumas pessoas decidiram usar a mudança de layout do Facebook para exibir a sua criatividade contida. Veja os outros perfis aqui.

Injeção de dinheiro do dia: A Rovio, dona do game ‘Angry Birds’, acabou de receber um montante de investimento de cerca de US$ 42 milhões. Essa montanha de dinheiro vem de três empresas de investimento (venture capital), uma delas pertence a Niklas Zennstroem, o CEO do Skype , dono de parte do Kazaa e da startup Rdio, e que acredita tanto no potencial do ‘pássaros raivosos’ que comparou o possível sucesso deles com o dos clássicos Mario Bros e Mickey Mouse. O jogo caminha para entrar no Facebook e tem planos de se se expandir para outras plataformas (PS3, Wii, Xbox 360), tornar-se série de TV, filme, desenho animado e quadrinhos.

Subida na vida do dia: Eric Schmidt ainda nem deixou seu cargo como CEO do Google (agendada para o dia 4 de abril) e já, supostamente, tem recebido grandes propostas de emprego. O Bloomberg, citando fontes anônimas, disse que o governo de Barack Obama tem cotado o nome do chefe do Google para ocupar o cargo de Secretário de Comércio dos Estados Unidos. Isso é que é “ser promovido”.

Descoberta descabelante do dia: O designer austríaco, Hans Donner, criador da logomarca da Rede Globo de televisão, teria sido o real inventor do tablet. É claro que isso é uma brincadeira, mas que na abertura da novela Explode Coração (1995-1996) criada por Donner aparece um tablet, aliás bem parecido com o iPad, isso é verdade. E, aí, Steve Jobs? Tem explicação? (Vi aqui)

Mudando de ares do dia: Charlie Sheen recusou a aposentadoria e após ter “se libertado” da Warner Bros, agora ele se arrisca em um programa de culinária:

Infográfico do dia: O futuro da TV é online

Tópicos relacionados