ir para o conteúdo
 • 

Patrocinado por

Tiago Décimo, especial para O Estado

Depois de visitar o Piauí, no dia 18, a presidente Dilma Rousseff retoma nesta terça-feira, 29, seu giro pelo Nordeste, passando boa parte do dia em Sergipe. Pela manhã, Dilma participa da inauguração da Ponte Gilberto Amado, no sul do Estado.

A via, orçada em R$ 124,25 milhões, tem 1,7 quilômetro, atravessa o Rio Piauí e faz com que seja possível ir de Salvador a Aracaju margeando as costas de Bahia e Sergipe, o que deve economizar cerca de 30 quilômetros de viagem. Até hoje, a ligação mais rápida entre as cidades incluía um trecho da BR-101, entre os municípios de Estância e Aracaju, em Sergipe. Quem desejava seguir pelo litoral precisava atravessar o rio de balsa.

Após a inauguração da ponte, Dilma segue para o norte sergipano, onde inaugura um parque eólico e almoça com o governador do Estado, Marcelo Déda (PT), antes de voltar para Brasília.

Até março, Dilma deve passar ainda por Pernambuco, Ceará, Alagoas, Paraíba e Rio Grande do Norte, na tentativa de fortalecer a imagem de seu governo no Nordeste e de recuperar apoio político. Além disso, existe a expectativa de que a presidente passe o carnaval na Base Naval de Aratu, em Salvador (BA), mesmo destino do ano passado.

 

Tags:

Comentários desativados

  • A + A -

Elizabeth Lopes, da Agência Estado

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva usou sua página oficial no Facebook para dar os parabéns à cidade de São Paulo, que completa 459 anos nesta sexta-feira, 25, e ao seu afilhado político e prefeito da cidade, o petista Fernando Haddad, que hoje faz 50 anos. “É uma comemoração ainda mais especial no momento em que a cidade tem um novo prefeito, que, tenho certeza, trará ainda mais motivos de celebração. O prefeito Fernando Haddad também comemora seu aniversário hoje, então aproveito a oportunidade para desejar um duplo parabéns: à cidade de São Paulo e ao meu grande amigo e companheiro Fernando Haddad”, disse Lula.

Na mensagem, o ex-presidente da República diz que recebeu o título de cidadão paulistano no ano passado e não poderia, portanto, deixar de comemorar o aniversário de São Paulo junto com todos os cidadãos da cidade. “Quando recebi a honraria, destaquei que foi aqui que estudei, conquistei uma profissão e fiz minha primeira greve. Por isso que me coloco ao lado dos paulistanos no dia de hoje”, emendou.

Nesta sexta, nas celebrações do aniversário de São Paulo, a presidente Dilma Rousseff terá agenda na Capital. Durante a manhã, embora não confirmado oficialmente, Lula e Dilma teriam uma conversa em São Paulo, em local também não revelado.

 

Tags: , , ,

Comentários desativados

  • A + A -

O Estado de S. Paulo

A presidente Dilma Rousseff  disse nesta sexta-feira, 25, que as parcerias entre a União e o governo do Estado de São Paulo são republicanas. A afirmação foi feita pela presidente em visita que fez a São Paulo em comemoração ao aniversário da cidade, durante entrega do projeto do Centro Paraolímpico brasileiro, no Palácio dos Bandeirantes. Além das festividades, o governo federal elaborou agendas para mostrar estreitamento de parcerias entre governo federal e a Prefeitura.

(Este projeto) é fruto dessa parceria republicana entre a União,  Estado que lidera a construção deste equipamento e a Prefeitura. Nós sabemos também que determinados desafios a gente consegue responder melhor quando fazemos em conjunto”, afirmou a presidente. Na cerimônia estiveram presentes o prefeito Fernando Haddad (PT), o governador do Estado, Geraldo Alckmin (PSDB), o ministro de Esportes, Aldo Rebello, e o vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB).

Mais tarde, também com Haddad, Dilma participa da cerimônia de entrega de 300 unidades habitacionais do programa Minha Casa, Minha Vida e de 84 ambulâncias para o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) do município.

Na parte da manhã, estava previsto um encontro de Dilma com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Acompanhe os principais trechos do evento:

15h53: “É fruto dessa parceria republicana entre a União,  Estado que lidera a construção deste equipamento e a Prefeitura. Nós sabemos também que determinados desafios a gente consegue responder melhor quando fazemos em conjunto”, afirmou Dilma.

15h46: Aproveitando a entrega do projeto do centro paraolímpico, a presidente comemora a parceria que classificou como “republicana” entre a União, o Estado e a Prefeitura.

15h39: Dilma Rousseff começa a discursar. Ela saudou as autoridades presentes e exaltou a cidade de São Paulo. Afirmou que a cidade tem o poder de se “erguer com seus próprios pés. “ É fato histórico fantástico de que foi através do esforço desse povo que nós erguemos a maior cidade da América Latina. Por isso acho muito importante, sempre que eu venho a São Paulo, reconhecer que aqui é um local de trabalho, de esforço e de empreendedorismo”.

15h35: Alckmin celebra ação conjunta entre a prefeitura, o governo estadual e o governo federal. “São Paulo é parceiro do Brasil: conte conosco presidente!”, finalizou o governador.

15h30: O governador Geraldo Alckmin assina o decreto de inauguração do centro. No discurso, Alckmin se disse muito feliz com a visita da presidente Dilma Rousseff. “Me sinto com a alegria renovada em receber Dilma em São Paulo. A presidente sempre nos alegra com sua presença”.

15h16: O ministro Aldo Rebello toma a palavra. Depois de saudar autoridades, Rebello afirmou que o trabalho conjunto entre governos municipal, estadual e federal é “um dever de casa”. Ele elogiou a disposição do governo do estado em firmar o convênio com a União. “A união de esforços é um reconhecimento. O governo federal, governo estadual e a prefeitura estão fazendo seu dever de casa”, disse o ministro.

15h14: Discursa Mizael Conrado, presidente do Comitê Paraolímpico Brasileiro

15h08: Ao lado de Dilma estão o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), o prefeito, Fernando Haddad (PT), o o vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB), e o ministro de Esportes, Aldo Rebello.

 15h02:  A presidente Dilma Rousseff entrega o projeto do primeiro Centro Paraolímpico do País. É a primeira agenda da presidente  prevista para estreitar as relações entre o governo municipal e o governo federal. O primeiro a discursar é o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT). Ele agradeceu Dilma pela visita no dia do aniversário da cidade.

 

 

 

Tags: , ,

Comentários desativados

  • A + A -

A presidente Dilma Rousseff desembarca nesta sexta-feira, 18, no Piauí diante da constatação do PT de que a recuperação do prestígio político da sigla no Nordeste, região sob forte influência do governador e presidenciável Eduardo Campos (PSB), é crucial para o projeto de reeleição em 2014. Até o início de março, Dilma deve visitar ao menos seis Estados da região.

No Piauí, são duas agendas oficiais. Na parte da manhã, na cidade de São Julião, a presidente participou de assinatura de ordens de serviço para obras de abastecimento na região. À tarde, Dilma entrega de unidades habitacionais do Programa Minha Casa, Minha Vida. A avaliação dos petistas é que o partido precisa melhorar a articulação política com governadores e prefeitos na região, principalmente após o resultado das eleições de 2012, da qual o PSB saiu fortalecido. Além disso, o Planalto precisa driblar o desgaste político gerado pela paralisação nos canteiros de obras do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) na região.

O giro de Dilma pelo Nordeste inclui ainda Pernambuco, Ceará, Alagoas, Paraíba e Rio Grande do Norte. A região também está na mira do ex-presidente Lula. O Nordeste tem sido tradicionalmente um reduto eleitoral do PT. Nas últimas três eleições presidenciais (2002, 2006 e 2010), deu ampla margem de vitória para os candidatos do partido – Lula e Dilma. Em 2010, a petista teve 10,7 milhões de votos a mais na região que José Serra (PSDB).

Veja os principais trechos do discurso: 

18h15: Dilma concluiu a fala destacando as parcerias que pretende manter com os governadores. Ela usou um provérbio:  ”Se você quiser ir mais rápido, vá sozinho. Se você quer ir mais longe, vá acompanhado. Eu queri ir mais longe. E tenho certeza que com o governador, com os prefeitos e o povo desse País, nós vamos longe”

18h11: “Nós iremos crescer. Nós iremos gerar mais empregos”, disse Dilma, ao garantir que País está preparado para se desenvolver mais em 2013.

18h06: Dilma projeta o fim da pobreza extrema até o fim de 2014. “É possível e vai ser feito”.

18h04:
Dilma afirmou que foco das políticas no Piauí é acabar com a pobreza extrema no Estado. Segundo ela, o desenvolvimento só é alcançado quando se conhece o caminho. “O desenvolvimento ocorre quando a gente sabe qual é o caminho. Tem que ter clareza para o caminho, para o que é necessário fazer. Nós, no Estado do Piauí, temos tido uma preocupação com as pessoas. Temos uma preocupação com a pobreza extrema. Um país não vai ser respeitado se deixarmos uma parte do nosso povo em condições de pobreza extrema”.

18h: Dilma homenageia as mulheres.

17h57: Dilma afirmou que obrigação de presidentes, governadores e prefeitos é de “fiscalizar os sonhos. “É para que as pessoas tenham os sonhos assegurados”, explicou.

17h55: “Temos obrigação de saber que a seca vai ocorrer. O que não podemos deixar ocorrer é a fome e a miséria. É possível conviver com a seca usando todos os instrumentos, fazendo obras contemplando cisternas, barragens. São obras estruturantes.”, afirmou Dilma.
17h47: Dilma elogia parceria com o governo do Estado do Piauí. “O desenvolvimento do Piauí ocorria porque existia uma parceria. Tínhamos uma contribuição muito importante do governador Wilson Martins”, disse ela. “Nós viemos de uma tradição de parcerias”.

17h45: Agora, com a palavra, a presidente Dilma Rousseff

17h34: “Nunca pactuamos tanto dinheiro com o governo federal – são mais de R$ 2 bilhões para se investir no Piauí em 2013″, disse Martins.

17h30: O governador também exaltou a ajuda do governo federal para enfrentar os problemas com moradia no Estado.

17h22: Fala agora o governador do Estado do Piauí, Wilson Martins (PSB)

16h57: O governo gastou mais de R$ 16 mi para construir as 400 moradias entregues pela presidente Dilma Rousseff no Piauí.

16h54: Ministro enfatiza compromisso do governo federal com a agricultura familiar brasileira.

16h50: ”Esta ação não é uma ação isolada. Ela acontece em todos os Estados da federação. Estamos entregando retroescavadeiras para mais de 4000 municípios do País”, disse Vargas.

16h49: Toma a palavra o ministro do Desenvolvimento Agrário, Pepe Vargas.

16h41: O prefeito de Teresina exaltou a parceria entre município e governo federal.

16h21: Presidente visita um dos apartamentos que vai ser entregue como parte do programa Minha Casa Minha Vida. Serão entregues 400 moradias à população.

16h18: As máquinas vão trabalhar nas estradas  que ligam municípios que dão acesso a cidades maiores.

16h14: A presidente Dilma Rousseff chegou ao local onde vai entregar moradias do programa Minha Casa Minha Vida e mais retroescavadeiras para 25 prefeitos de municípios do Piauí. Ela posa para fotos com cada um deles.

 

Tags: , ,

Comentários desativados

  • A + A -

O Estado de S. Paulo

O cientista político, Carlos Melo, pesquisador do Insper, afirmou acreditar que a participação da presidente da República Dilma Rousseff pode contar pontos importantes na campanha do PT para o segundo turno desta eleição.  “Dilma tem entrada em lugares onde Lula não tem. No espaço do centro expandido, por exemplo. Ela conversa com classe média, pois é mais palatável a sua estética, seu gosto.”

Para Melo, o grande vencedor destas eleições foi o partido do prefeito Gilberto Kassab, o PSD, pois ganhou “tanto na quantidade de prefeituras quanto capitais importantes, Belo Horizonte e Recife.”

Sobre a derrocada de Celso Russomanno (PRB), contudo, segundo Melo, é difícil apontar uma única causa. Segundo ele, é possível que tenha havido influência importante do ataque de Fernando Haddad (PT) no debate da TV Gazeta à propostas da tarifa proporcional ao tamanho do trajeto para os ônibus da capital. “Pode parecer uma questão menor, mas mostra a debilidade em relação à capacidade de formular políticas públicas. Dali pra cá, as críticas sobre a elaboração programática só cresceram.” Mas ele pondera: “talvez pesquisas qualitativas ajudem a definir o que houve.”

Sobre a atuação de Russomanno no segundo turno, Melo afirmou não acreditar que nenhum dos dois candidatos que foram ao segundo turno tenham Russomanno em seus palanques, como apoiador direto. “Deve haver uma negociação de bastidores com dirigentes partidários. O PT e o PSDB tendem a conversar com líderes das igrejas evangélicas, por exemplo.”

Tags: , , , , , , , ,

Comentários desativados

  • A + A -

Tânia Monteiro, de O Estado de S.Paulo – atualizado às 13h53

A presidente Dilma Rousseff cancelou na manhã desta sexta-feira, 13, a viagem que faria a São Paulo para participar de evento da revista Exame, também nesta sexta. Segundo informações assessoria de imprensa da Presidência da República, a mudança na agenda se deve a “motivos familiares”, sem dar mais detalhes.

No início da tarde desta sexta, Dilma embarcou para Porto Alegre (RS), onde vai passar o fim de semana. Moram na cidade, sua filha Paula, o neto Gabriel e seu ex-marido Carlos Arajújo. Na segunda-feira, 14, a presidente visitará o estaleiro Rio Grande para inaugurar prédio administrativo da Petrobrás.

Tags:

Comentários desativados

  • A + A -

Bruno Boghossian, de O Estado de S. Paulo

A Justiça Eleitoral determinou que a campanha do candidato do PMDB a prefeito de São Paulo, Gabriel Chalita, suspenda a exibição na TV de peças de propaganda em que ele aparece em fotografias ao lado da presidente Dilma Rousseff (PT). O pedido de suspensão da veiculação das imagens havia sido feito pelos advogados da campanha de Fernando Haddad (PT), sob o argumento de que Dilma é filiada a um partido que não integra a coligação de Chalita.

Peças de vídeo criadas pela equipe de campanha do PMDB exibiram fotos de Chalita ao lado de Dilma em propagandas que descrevem o currículo do candidato com o objetivo de afirmar que ele poderia realizar parcerias com a presidente. Um locutor diz que Chalita “é amigo da presidenta Dilma e é do PMDB, partido que faz parte do governo federal”.

Os advogados do candidato informaram que ainda não foram notificados sobre a decisão. Eles terão 48 horas para apresentar defesa.

“É uma foto do arquivo pessoal do Chalita. A presidente não foi entrevistada e nem declarou apoio ao candidato”, disse Ricardo Vita Porto, advogado de Chalita.

A propaganda do PMDB também apresentou três fotografias em que Chalita aparece ao lado do governador Geraldo Alckmin (PSDB), que apoia o candidato José Serra (PSDB). Os tucanos, no entanto, afirmaram que não pretendem acionar a Justiça Eleitoral para suspender o uso das imagens.

Tags: , ,

Comentários desativados

  • A + A -

O Estado de S. Paulo

O candidato do PT à Prefeitura de Salvador, Nelson Pelegrino, fez um vídeo, em forma de desenho animado, com a presidente Dilma e o ex-presidente Lula dançando axé, o tradicional ritmo baiano. De acordo com a letra da música, “Pelegrino, Olívia Santana, Lula, Dilma e Jaques Wagner estão juntos pra mudar Salvador”.

Assista ao vídeo

 

 

Tags: , , , , , ,

Comentários desativados

  • A + A -

A presidente Dilma Rousseff pediu que sua equipe de ministros não acompanhe o julgamento do mensalão e que continue trabalhando normalmente, segundo informou nesta terça-feira, 7, Gilberto Carvalho, ministro da Secretaria-Geral da Presidência. 

“A ordem da presidenta Dilma é para que ninguém perca um minuto do seu trabalho vendo ou acompanhando o processo. Que se informe naturalmente nas horas vagas, mas que siga trabalhando com maior rigor, como é praxe da presidenta Dilma e do nosso governo”, disse Carvalho. A declaração foi dada após um evento da Secretaria de Políticas para as Mulheres, de acordo com o jornal Folha de S. Paulo.

Segundo o ministro, Dilma seguiu a orientação do ex-presidente Lula à sua equipe em 2005, quando o escândalo veio à tona. Na ocasião, o petista também solicitou aos ministros que dessem continuidade ao trabalho. “Seguiremos trabalhando porque temos certeza de que o que interessa ao povo brasileiro neste momento é exatamente a continuidade desse processo”, disse Carvalho. 

O julgamento do mensalão, um dos maiores escândalos de corrupção do País, teve início na última quinta-feira, 2. Na ocasião, o ex-presidente Lula, sob cujo mandato o esquema foi descoberto, disse ter “mais o que fazer” que acompanhar o processo.

 

Tags: , ,

Comentários desativados

  • A + A -

Tânia Monteiro, de O Estado de S. Paulo

A presidente Dilma Rousseff emitiu nesta segunda-feira, 23, nota de pesar pelo falecimento do educador Aloísio Teixeira, ex-reitor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

“Hoje, a educação brasileira perdeu um de seus importantes pensadores e colaboradores, o professor Aloísio Teixeira. Um brasileiro que abraçou a educação como grande instrumento de transformação da sociedade e fez do exercício de educar um compromisso de vida, como mostrou seu trabalho à da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Lamento profundamente sua morte e associo o meu pesar ao dos seus familiares, colegas e alunos”, disse a presidente na nota.

Professor titular do Instituto de Economia da UFRJ, Aloísio dirigiu a universidade entre 2003 e 2011. Ele morreu nesta manhã, vítima de um ataque cardíaco.

 

Tags: , ,

Comentários desativados

  • A + A -

Comentários recentes

  • David Gon: Da para acreditar em pesquisas do 2o turno se na semana passada o Serra estava em 3o lugar, agora esta em...
  • Vanessa: E isso Ai Tiririca!!!!! Nos te amamos!!!
  • Marco Aurelio Miquilini: Esse Lula engana e já enganou muita gente, mas a mim nunca enganou. Como pode ter tanta...
  • Fabio Fernando: Ministra Calmon, Nao estamos no Velho Oeste americano, onde funcionava a voz do Xerife, como a sra...
  • Cristina Rodrigues: Dias Toffoli tem alguma relação com o PT, que poderia talvez ser questionada. E Gilmar Mendes,...

Enquetes

Os deputados condenados pelo mensalão devem perder seus mandatos?

Ver Resultados

Loading ... Loading ...

Arquivos

Seções