1. Usuário
Assine o Estadão
assine
segunda-feira 07/11/11

Comissão de Ética aplica censura a Palocci

estadão.com.br Em reunião nesta segunda-feira, 7, a Comissão de Ética da Presidência da República aplicou uma censura ética ao ex-ministro-chefe da Casa Civil Antonio Palocci afastado por denúncias de enriquecimento ilícito em junho. A prática é uma espécie de mancha no currículo de servidores públicos e é aplicada a ex-membros do governo. A sanção recebida

Ler post
segunda-feira 04/07/11

TJ-SP mantém condenação a Palocci por improbidade administrativa, mas diminui multa

A 5ª Câmara de Direito Público do Tribunal de Justiça de São Paulo decidiu manter condenação por atos de improbidade administrativa contra o ex-ministro da Casa Civil Antonio Palocci. O fato que motivou a ação se deu quando Palocci cumpria seu segundo mandato como prefeito de Ribeirão Preto, no início de 2001. O Tribunal decidiu,

Ler post
sexta-feira 10/06/11

Saída de Palocci ‘extingue o problema’, diz Cid Gomes

Lauriberto Braga, especial para o Estado FORTALEZA – O governador do Ceará, Cid Gomes, afirmou nesta sexta-feira, 10, acreditar que a crise do governo esteja encerrada.  “Na hora que o Palocci resolve sair do Governo, eu acho que se extingue o problema. Ai vamos ver o que é que tem que ser feito em relação

Ler post
sexta-feira 10/06/11

Para cientista político, presidente deve atuar na articulação política

Luciana Nunes Leal, de O Estado de S.Paulo RIO – A crise que paralisa o governo e o Congresso há mais de três semanas deve servir de lição à presidente Dilma Rousseff de que ela não pode ficar “entrincheirada no Palácio da Alvorada” e, por menos que goste, terá de atuar na articulação política. Em

Ler post
quarta-feira 08/06/11

Emocionada, Dilma agradece a Palocci e empossa Gleisi Hoffmann

Em cerimônia no Palácio do Planalto, Antonio Palocci despediu-se do governo de Dilma Rousseff e deu lugar à senadora Gleisi Hoffmann no ministério da Casa Civil. Palocci discursou primeiro e destacou que não cometeu nenhum ato ilegal: “Trabalhei dentro da mais estrita legalidade. Mas o mundo jurídico não trabalha no mesmo diapasão do mundo político.

Ler post
quarta-feira 08/06/11

Mesmo após demissão, convocação de Palocci ainda provoca bate-boca

 Eduardo Bresciani, do estadão.com.br BRASÍLIA – A saída de Antonio Palocci da Casa Civil não foi suficiente para acalmar os ânimos na Câmara. Governistas e oposicionistas bateram boca na manhã desta quarta-feira, 8, e não conseguiram sequer aprovar a ata da Comissão de Agricultura, onde Palocci tinha sido convocado a se explicar na semana passada.

Ler post
quarta-feira 08/06/11

Imprensa internacional aponta abalo no governo com saída de Palocci

Daniela Milanese, da Agência Estado LONDRES - A imprensa internacional aponta que a presidente Dilma Rousseff sofreu forte impacto com a saída de Antonio Palocci, apontado como o representante mais forte de seu governo. Ele pediu demissão ontem à noite do cargo de ministro-chefe da Casa Civil, pressionado por suspeitas de enriquecimento ilícito e tráfico de

Ler post
quarta-feira 08/06/11

Para Serra, Palocci era ‘o personagem forte de um governo hesitante e fraco’

Agência Estado O ex-governador paulista José Serra (PSDB) afirmou hoje (8) que o ex-ministro-chefe da Casa Civil Antonio Palocci exercia o papel de um primeiro-ministro no governo federal e agora, com sua saída, a presidente Dilma Rousseff não dispõe de ninguém para substituí-lo em suas funções. “Palocci era, sem dúvida, o personagem forte de um

Ler post
quarta-feira 08/06/11

No Twitter, Bernardo conta ter sido confundido com assessor da esposa, a ministra Gleisi Hoffmann

twitter bernardo

Pelo Twitter, o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, contou ter recebido uma ligação de repórter que perguntou se ele era o assessor de imprensa da nova ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, com quem é casado. “A esta hora da manhã?”, devolveu o ministro, segundo seu relato. Também pelo Twitter, a deputada gaúcha Manuela D’Avila

Ler post