1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Alckmin nomeia “homem de confiança” de Russomanno (PRB) para a direção do Procon

Ricardo Chapola

quinta-feira 19/06/14

Ricardo Chapola O governador Geraldo Alckmin (PSDB) exonerou o diretor da Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-SP), Paulo Arthur Lecioni Góes. A vaga será ocupada por Alexandre Modonezi de Andrade. A troca da direção do Procon foi publicada nesta quinta-feira, 19, pelo Diário Oficial. O cargo é alvo de cobiça do PRB, partido [...]

Ricardo Chapola

O governador Geraldo Alckmin (PSDB) exonerou o diretor da Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-SP), Paulo Arthur Lecioni Góes. A vaga será ocupada por Alexandre Modonezi de Andrade. A troca da direção do Procon foi publicada nesta quinta-feira, 19, pelo Diário Oficial.

O cargo é alvo de cobiça do PRB, partido que já integra o governo Alckmin desde maio do ano passado, quando ganhou o comando da Secretaria de Desenvolvimento Social.

Dirigentes do partido começaram a reivindicar maior espaço na administração e pedir a direção do Procon para fechar a coligação com o governador. O nome até então indicado pela sigla era de Celso Russomanno, que foi candidato à Prefeitura de São Paulo em 2012 e tem como base de sua trajetória política questões relacionadas ao consumidor. Enquanto Alckmin não cedia a direção do Procon ao partido, o PRB dizia que poderia lançar o próprio Russomanno ao governo ou apoiar algum adversário do tucano, como o peemedebista Paulo Skaf.

O PRB, no entanto, decidiu lançar Russomanno como candidato a deputado federal na expectativa de que ele seja o puxador de votos da legenda. Com isso, o PRB refez o acordo com Alckmin para continuar no arco de aliança do tucano. Os novos termos seriam que Alckmin nomeasse Modonezi para o comando do Procon. Ele é ligado ao PSDB, mas também é homem de confiança de Russomanno. A segunda condição imposta pelo partido aliado era de que Russomanno pudesse fazer campanha ao lado de Alckmin na capital e na Grande São Paulo.