1. Usuário
Assine o Estadão
assine
segunda-feira 18/08/14

O sorriso de Marina

Márcio Fernandes/Estadão

Eram 4h30 da manhã de domingo no Palácio do Campo das Princesas quando Marina Silva foi avisar a viúva de Eduardo Campos, Renata, que iria para o hotel descansar um pouco. Estava junto da família do ex-governador desde o dia anterior. Naquela hora, o velório do político morto tragicamente num acidente aéreo estava mais vazio. As centenas de pessoas que haviam esperado o corpo já haviam ido embora. As 100 mil que acompanhariam a missa daquele dia ainda não haviam chegado. Os ...

Ler post
quinta-feira 14/08/14

Dilma e Alckmin aparecem juntos em cartaz

Reprodução

Ricardo Chapola Cartazes com a imagem do governador Geraldo Alckmin (PSDB) ao lado da presidente Dilma Rousseff (PT) começaram a ser divulgados nessa quarta-feira, 13, nos pontos de ônibus da cidade de São Paulo. Os abrigos de ônibus são administrados pela Ótima, concessionária que, desde 2012, administra os pontos da Prefeitura. Em contrapartida, a empresa ganhou o direito de explorar a publicidade dos abrigos, vendendo os painéis para seus clientes. A imagem dos dois candidatos que concorrem à reeleição neste ano vem acompanhada ...

Ler post
quarta-feira 13/08/14

Lula se diz ‘profundamente entristecido’ por morte de Campos

Amigo de Campos, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva divulgou nota na tarde desta quarta-feira na qual afirma estar "profundamente entristecido com a trágica morte de Eduardo Campos", a quem ele chamou de "grande amigo e companheiro". No texto, o ex-presidente lembra que conheceu Campos por meio de seu avô, Miguel Arraes e afirma ainda que o "País perde um homem público de rara e extraordinária qualidade". O ex-governador de Pernambuco se licenciou do cargo na Câmara dos Deputados para ...

Ler post
quarta-feira 13/08/14

A trajetória de Eduardo Campos

1965 – Eduardo Henrique Accioly Campos nasce em 10 de agosto, na cidade de Recife (PE). Era filho do poeta e cronista Maximiano Campos (1941-1998) com a ex-deputada federal Ana Arraes, atual ministra do Tribunal de Contas da União Ana Arraes, e neto do ex-governador de Pernambuco Miguel Arraes.

1979 – Miguel Arraes, avô de Eduardo Campos, retorna ao Brasil após 15 anos exilado na Argélia e, em 1982, é eleito deputado federal.

1981- Aos 16 anos, Eduardo ingressa no curso de Economia na Universidade Federal de Pernambuco, concluído quatro anos depois ,como aluno laureado e orador da turma. No período chegou a ser eleito presidente do Diretório Acadêmico da Faculdade de Economia.

1986 – Eduardo abdica do mestrado que faria nos Estados Unidos para se envolver plenamente na campanha que elegeu o avô Miguel Arraes como governador de Pernambuco.

1987 – Assume o cargo de chefe de gabinete do governador de Pernambuco, Miguel Arraes

1990 – Entra no Partido Socialista Brasileiro (PSB), partido pelo qual é eleito deputado estadual.

1992 – Lança sua candidatura à Prefeitura de Recife, mas não vence

1994 – Aos 29 anos, é eleito para a Câmara dos Deputados com 133 mil votos.
1995- 1998 – Pede licença do cargo de deputado para integrar o governo de Miguel Arraes como secretário de Governo e, depois, como secretário da Fazenda, entre 1995 e 1998.

1998 – É eleito pela segunda vez deputado federal, com 173.657 votos, a maior votação de Pernambuco.

2003 – Assume pela terceira vez uma vaga na Câmara dos Deputados. No mandato, ganha destaque e reconhecimento como articulador do governo Lula nas reformas da Previdência e Tributária.

2004 – Em 23 de janeiro, aos 38 anos, se licencia da Câmara e assume o Ministério da Ciência e Tecnologia.

2005 – Assume a presidência nacional do PSB.

2006 – É eleito governador de Pernambuco com mais de 60% dos votos válidos

2010 – É reeleito governador de Pernambuco com 83% dos votos válidos, o maior percentual de todo o Brasil.

2013 – Em 18 de setembro, a Executiva Nacional do PSB entrega os cargos que o partido ocupa no governo federal, entre eles o Ministério da Integração Nacional e a Secretaria Especial de Portos. “O futuro do Brasil não passa por cargos, mas pela discussão sobre os melhores caminhos para o país e o nosso povo, visando preservar os avanços que obtivemos nos últimos 30 anos. O que buscamos é espaço para fazer esse bom debate sem constrangimentos”, afirma a carta entregue à presidente Dilma Rousseff.

Em 15 de janeiro, Eduardo recebe o “Prêmio Governante: A Arte do Bom Governo” na sede do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), em Washington D.C. (EUA), por conta do Programa Pacto pela Vida, que reduziu os índices de homicídio em 40% no Estado, e do Programa de Soluções Integradas da Junta Comercial de Pernambuco, que agilizou a abertura e fechamento de empresas no Estado.

2014 – Em 28 de junho, a Coligação Unidos pelo Brasil (PSB-REDE-PPS-PPL-PRP-PHS-PSL) oficializa, em convenções dos partidos da aliança, a candidatura de Eduardo Campos à Presidência da República e de Marina Silva à Vice-Presidência.

Em 4 de abril, Eduardo renuncia ao governo de Pernambuco para se dedicar à campanha presidencial.

Em 13 de agosto, mesma data da morte de seu avô, Campos morre em acidente durante viagem com seu avião de campanha que ia para o Guarujá, no litoral de São Paulo.

Ler post
quinta-feira 07/08/14

No Mato Grosso do Sul, Delcídio lidera com 39%

Pesquisa Ibope encomendada pela Rede Globo e divulgada nesta quinta-feira mostra que o candidato do PT, Delcídio do Amaral, lidera a disputa pelo governo do Mato Grosso do Sul com 39% das intenções de voto. Nelsinho Trad (PMDB), tem 20% e Reinaldo Azambuja (PSDB), 19%. O candidato Sidney Melo (PSOL) aparece com 1% das intenções de voto. Evander Vendramini (PP) e Professor Monje (PSTU) não pontuaram. Brancos e nulos somam 4% e 16% não souberam responder. A pesquisa foi realizada entre 3 ...

Ler post
quinta-feira 07/08/14

Corrida para presidência permanece estável segundo Ibope

A presidente Dilma Rousseff tem 38% das intenções de voto, mesma taxa registrada há duas semanas, segundo pesquisa Ibope divulgada nesta quinta-feira pela TV Globo. Segundo colocado na corrida eleitoral, o tucano Aécio Neves aparece com 23%, e Eduardo Campos, do PSB, com 9%. Ambos oscilaram um ponto porcentual para cima. Outros candidatos, somados, têm 6%. Assim, a soma das taxas de intenção de voto dos adversários de Dilma chega a 38%. Para vencer a eleição já no primeiro turno, a ...

Ler post
quinta-feira 07/08/14

Aécio lança repente contra voto nulo e sugere vitória do ‘cabra’

Débora Bergamasco Para tentar enfrentar os votos nulos, brancos e as abstenções que favorecem a candidatura da presidente Dilma Rousseff, o candidato a presidente Aécio Neves (PSDB) lança nesta quinta-feira, 7, na internet o segundo vídeo, agora mais crítico e explícito, produzido por sua campanha em adesão ao movimento apartidário #Vem Pra Urna, iniciado pelo Tribunal Superior Eleitoral. A peça apresenta dois repentistas "duelando" em praça pública: um diz que não irá votar e o outro defende a necessidade do voto para ...

Ler post
domingo 03/08/14

Tesoureiro do PSDB pagou postagens de perfil de Alckmin no Facebook

Mateus Coutinho e Pedro Venceslau O tesoureiro do PSDB em São Paulo Felipe Sigollo foi o responsável pelo pagamento de US$ 7.604, cerca de R$ 17.185, para divulgar as postagens do perfil oficial de Geraldo Alckmin (PSDB), que disputa a reeleição ao governo de São Paulo, no Facebook. A informação foi encaminhada para a Justiça Eleitoral no sábado, pelo próprio Facebook. A empresa foi intimada na quarta-feira para informar o Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) quem são os responsáveis pelas publicações ...

Ler post
quarta-feira 30/07/14

Ex-jogador Romário lidera corrida por vaga de senador no Rio

Marcia Furlan O candidato do PSB, o ex-jogador Romário está na frente na corrida a uma vaga no Senado, com 24% das intenções de voto, segundo pesquisa Ibope divulgada nesta quarta-feira no site de notícias G1, da Rede Globo. Cesar Maia, do DEM, vem na sequência, com 17%, e Eduardo Serra (PCB) está em terceiro, com 7%. Em seguida, aparecem Carlos Lupi (PDT), com 3%; Pedro Rosa (PSOL), 3%; Liliam Sá (PROS), 2%. O Diplomata Sebastião Neves (PRB) e Heitor Fernandes ...

Ler post