1. Usuário
Assine o Estadão
assine
sexta-feira 29/11/13

No site PSB-Rede, críticas à isenção para igrejas

O fim de isenções fiscais e tributárias para igrejas foi a proposta mais popular no primeiro dia em que o site PSB-Rede ficou no ar, nesta sexta-feira, 29. "Esta prática tem colaborado para o enriquecimento pessoal sem responsabilidade social de milhares de pessoas e associações explorando a fé e a inocência principalmente dos mais pobres, desamparados e analfabetos... Basta disso já, agora", diz a mensagem da internauta que se identifica como Monica Arruda. Pela lei atual, igrejas de qualquer religião não precisam ...

Ler post
sexta-feira 29/11/13

Aliança PSB-PSDB em São Paulo seria ‘poligamia’, diz Feldman

Marineiros sobem o tom contra eventual apoio ao governador Geraldo Alckmin Pedro Venceslau Um dos principais operadores políticos da Rede, legenda "clandestina" criada pela ex-ministra Marina Silva, o deputado federal Walter Feldman (PSB) disse nesta sexta-feira, 29, que uma eventual aliança do PSB com o PSDB em São Paulo seria uma "poligamia explícita". Partido do governador pernambucano Eduardo Campos, que deve disputar o Palácio do Planalto em 2014, o PSB, que acolheu a Rede, tinha um acordo praticamente fechado com os tucanos para ...

Ler post
quinta-feira 28/11/13

Marina e Campos preparam festa em Salvador para lançar Eliana Calmon ao Senado

Pedro Venceslau A ex-ministra Marina Silva e o governador Eduardo Campos estão organizando um grande ato político em Salvador para anunciar a filiação da ministra Eliana Calmon, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), no PSB. No evento, marcado para o próximo dia 19, a magistrada será anunciada como candidata ao Senado pela Bahia na chapa da senadora Lídice da Mata, que disputará o governo. Calmon ganhou notoriedade quando, no período em que era corregedora do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), declarou haver ...

Ler post
quinta-feira 28/11/13

Aécio aciona Justiça contra perfis que o satirizam nas redes sociais

"Aécio Boladasso", um dos perfis que brincam com o nome do senador mineiro retirado do ar. Foto: Reprodução/Facebook

Presidente no PSDB e possível candidato à Presidência pediu para que twitter e Facebook não permitam a  criaçãode contas com seu nome;  senador pediu para processo transcorrer em segredo de Justiça

por Luciano Bottini Filho

O senador Aécio Neves (PSDB-MG), provável candidato à Presidência em 2014, quer saber quem cria perfis que o satirizam. Advogados do tucano entraram com uma ação na Justiça de São Paulo para impedir contas no Facebook e no Twitter com seu nome e identificar os usuários que usaram a sua imagem. Segundo o pedido, o político foi vítima do perfil Aécio Boladasso, que virou piada entre os internautas que consideraram a conta como uma estratégia do próprio Aécio de imitar a “Dilma Bolada”, perfil criado por um publicitário para parodiar a presidente Dilma Rousseff.

“Aécio Boladasso”, um dos perfis que brincavam com o nome do senador mineiro e já foi retirado do ar. Foto: Reprodução/Facebook

Algumas das contas do Aécio Boladasso já foram retiradas do ar, mas ainda há disponíveis perfis como Aécio Boladão. De acordo com a ação, “todos os perfis e páginas foram criados recentemente, em datas muito próximas, e possuem conteúdo muito similar, o que denota a criação seriada de perfis ilícitos, os quais, inclusive, foram altamente difundidos nas mídias digitais, sendo certo que o Google aponta mais de 40.000 (quarenta mil) resultados para a pesquisa pelo termo “Aecio Boladasso” “Facebook” e mais de 34.000 (trinta e quatro mil) resultados para a pesquisa pelo termo “Aecio Boladasso” “Twitter”.

Segundo os advogados de Aécio, o Twitter já atendeu a solicitação de remover os perfis falsos, mas ainda não forneceu as informações sobre quem criou o usuário falso. O Facebook já apresenta outras contas falsas e também não identificou quem criou os perfis de humor.

O juiz Nilson Wilfred Ivanhoé Pinheiro, da 3ª Vara Civil da Capital, concedeu uma liminar, no dia 19, para a remoção das páginas e armazenamento dos dados sobre os usuários que fizeram a brincadeira. No entanto, ele negou o pedido de segredo de Justiça.

A assessorias de imprensa do Twitter não respondeu até a publicação desta notícia e a do Facebook não foi localizada.

Ler post
quinta-feira 21/11/13

Jurista defende impeachment de Joaquim Barbosa

Foto: Carlos Humberto/STF

por Pedro Venceslau O jurista Celso Bandeira de Mello, professor titular de Direito Administrativo da Faculdade de Direito da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), reforçou o movimento do PT contra Joaquim Barbosa e passou a defender o impeachment do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF). "Cabem providências jurídicas contra ele, entre elas o impeachment. Qualquer coisa que aconteça com o José Genoino (ex-presidente do PT, detido em Brasília e que sofre de problemas cardíacos) será responsabilidade do Joaquim Barbosa", disse ...

Ler post
quarta-feira 20/11/13

Em solidariedade, militantes do PT de Goiânia acampam na Papuda

Débora Álvares - O Estado de S. Paulo Um ônibus com militantes do PT de Goiânia chegou no fim da manhã desta quarta-feira, 20, ao Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília. Eles vão se juntar a outros integrantes do partido que estão acampados na entrada do presídio desde o fim semana em solidariedade aos petistas presos pelo processo do mensalão. Integrante do diretório do partido em Goiânia, Weldes Medereiros disse que a ação surgiu de forma espontânea. "Começamos a ligar um para ...

Ler post
terça-feira 19/11/13

Supremo precisa reagir para não ficar refém de Barbosa, dizem petistas e juristas em manifesto

Assinada por 150 pessoas,  nota aponta "flagrante desrespeito à Lei de Execução Penal" por Fernando Gallo Petistas, juristas, personalidades e familiares dos condenados no mensalão divulgaram um manifesto de repúdio ao que consideram como ilegalidades nas prisões e no qual dizem que o "flagrante desrespeito à lei de execuções penais" levanta dúvidas sobre "o preparo ou boa fé" do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa. Eles conclamam o Supremo a "reagir para não se tornar refém de seu presidente". A nota ...

Ler post
terça-feira 19/11/13

Em campanha eleitoral de 90, Pizzolato ataca “políticos safados”

por Lilian Venturini Na campanha eleitoral pelo governo do Paraná, em 1990, o então candidato do PT Henrique Pizzolato fez ataques à classe política, a quem chamou de "políticos safados". O agora ex-diretor do Banco do Brasil está foragido na Itália desde a expedição de sua ordem de prisão por envolvimento no mensalão, na última sexta-feira, 15. Pizzolato foi fundador do PT no Paraná e concorreu ao governo com outros cinco candidatos. Em seu programa, uma menina diz logo na abertura da ...

Ler post
segunda-feira 18/11/13

‘Lei vale para todos’, avisa chefe da PF em São Paulo

Roberto Troncon avalia que prisão dos mensaleiros indica que 'País está mudando' O superintendente da Polícia Federal em São Paulo, delegado Roberto Troncon, disse nesta segunda feira, 18, que "a lei vale para todos". Ao ser indagado se a prisão dos mensaleiros, condenados pelo Supremo Tribunal Federal (STF), é indicativo de que o País está mudando, Troncon declarou. "Sem entrar no mérito do julgamento (do mensalão), a gente pode perceber que a lei vale para todos. O chefe da PF em São ...

Ler post