12:18


15 de Abril de 2010

 

Patrocinado por




Radar Econômico
Filtro
Tamanho de texto: A A A A

Anos 2000 foram a década perdida para os americanos

23 de agosto de 2012 | 7h00

Sílvio Guedes Crespo

pew_research_reproducao.jpg

Os anos 2000 foram a “década perdida” para os americanos, diz o título de uma reportagem do Wall Street Journal, com base em dados da emrpesa de pesquisa Pew Research.

Apesar do título chamativo, o Journal entra em uma discussão sobre o tamanho da classe média dos Estados Unidos e esquece de citar um gráfico, apresentado no estudo (e reproduzido acima), que mostra claramente o que foi a década perdida.

Nos anos 1950, 1960 e 1970, a renda média dos americanos aumentou em todos os cinco estratos em que o estudo divide a população. Detalhe: nas duas primeiras décadas citadas, os mais pobres foram os que conseguiram, de longe, o maior ganho de rendimento.

Na década de 1970, os pobres também melhoraram de vida, mas não tanto quanto a classe média.

A partir de 1980, a situação começa a piorar para a classe baixa. Os 20% mais pobres, nesse período, tiveram uma perda de rendimento – e foram os únicos que sofreram desse problema. Todos os demais grupos aumentaram a renda, ainda que em ritmo menor que em décadas anteriores.

Ainda em 1980, nota-se que a classe alta foi a que mais consegui aumentar a renda. Os 5% mais ricos tiveram, disparado, o maior incremento na renda.

Mais tarde, nos anos 2000, todos os estratos tiveram perdas, especialmente a camada mais baixa. Os 5% mais ricos também perderam, e, no fim das contas, a classe média foi a que menos reduziu sua renda na década passada.

Tópicos relacionados

1 Comentário Comente também
  1. Enviado por: Jurueno Sampaio

    Anos 2000 : uma década perdida para os EUA

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*


Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Blogs do Estadão


Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo