1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Acompanhe a luta de Reynaldo Gianecchini contra o câncer

Lucas Pretti

26 agosto 2011 | 20:05

6 de setembroNOVA SESSÃO – Reynaldo Gianecchini voltou ao hospital Sírio- Libanês para mais uma sessão de quimioterapia, como parte do tratamento contra o linfoma não-Hodgkin de células T com o qual foi diagnosticado em agosto deste ano. O ator já havia enfrentado uma primeira etapa do tratamento quimioterápico e recebera alta do hospital em 26 de agosto dizendo-se “muito forte”.

26 de agosto - A SAÍDA DO HOSPITAL – O ator Reynaldo Gianecchini deixou o Hospital Sírio-Libanês, no centro de São Paulo, após receber alta médica. Gianecchini conversou rapidamente com a imprensa e agradeceu o carinho do público. O ator foi diagnosticado com linfoma não-Hodgkin de células T, um tipo mais raro da doença que afeta os linfócitos (células de defesa). O início do tratamento de quimioterapia precisou ser adiado depois que o ator apresentou um sangramento durante a introdução do cateter venoso central, no último dia 20.

23 de agosto – QUIMIOTERAPIA - Mais de uma semana depois do diagnóstico de linfoma, o ator enfim deu início ao tratamento quimioterápico. A quimioterapia deveria ter começado na semana anterior, mas foi adiada por causa de problemas durante a cirurgia para implantação de um cateter venoso central – tubo plástico usado para aplicar o medicamento. Na cirurgia, realizada pelo médico Raul Cutait, segundo a assessoria do hospital, houve uma perfuração da veia subclávia – o que provocou um sangramento que teve de ser estancado. Por isso, a quimioterapia foi adiada.

12 de agosto – SEM PREVISÃO DE ALTA - Antes de dar início à quimioterapia, o ator precisou se curar de uma faringite. As informações são do infectologista David Uip, membro da equipe médica que acompanha o ator. ”Acredito que entre hoje (ontem) e amanhã (hoje) vamos conseguir saber com certeza qual é o tipo de tumor que o afeta. Antes disso não é possível dar início ao tratamento ou prever quanto tempo ele deve durar”, afirmou o médico, desmentindo os boatos de que o Gianecchini teria alta já na próxima semana.

11 de agosto – INTERNAÇÃO - O ator Reynaldo Gianecchini está com linfoma não Hodgkin. A doença, que atinge os linfócitos (células de defesa do organismo), foi diagnosticada após o ator ser internado no Hospital Sírio-Libanês com suspeita de faringite.  ”Estou pronto para a luta”, disse o ator em nota emitida pela TV Globo. “Conto com o carinho e o amor de todos vocês”, afirmou no documento. O ator continua internado e não tem previsão de alta.

 

OUTROS FAMOSOS QUE LUTARAM CONTRA ALGUM TIPO DE CÂNCER

CARREIRA

Reynaldo Gianecchini iniciou como ator de TV num papel de destaque da novela das 8 da Globo, “Laços de Família”, em 2000. “Não quero ser galã a vida toda: quero ser reconhecido como ator”, disse na época. Ele já namorava a jornalista Marília Gabriela há dois anos quando estreou. Em 1999, ele declarou que “não duvido que na minha cidade, Birigui, digam que estou com ela para aparecer, mas nós dois sabemos que isso não é verdade.” Eles ficaram juntos até 2006, quando anunciaram a separação.


“Laços de família” (2000)


“Belíssima” (2005)

O ator acabou emendando um trabalho atrás do outro na TV e também no cinema. Fez as novelas “Filhas da Mãe” (2001), “Esperança” (2002), “Mulheres Apaixonadas” (2003), “Da Cor do Pecado” (2004), “Belíssima” (2005-2006), “Sete Pecados” (2007-2008) e “Passione” (2010), a última novela. No cinema, participou de Avassaladoras (2002), Sexo com Amor (2008), Entre Lençóis (2008), Natal do Menino Imperador (2009) e Divã (2009).


“Passione” (2010)

-

PERFIL

Nome: Reynaldo Gianecchini Jr.

Data de nascimento: 12/11/1972

Signo: Escorpião

Profissão: Ator

Cidade de nascimento: Birigui (SP)

-

Matérias relacionadas