Ainda não sou cadastrado

Você está em: Paladar > Blogs > Blog do Paladar
Quitanda do agrícola
SEÇÕES
ARQUIVO
TAMANHO DO TEXTO

Quitanda do agrícola
  • Twitter
  • DIGG
  • Share
BUSCA NO BLOG

Você conhece o mangarito?

  • 10 de setembro de 2010|
  • 9h00|
  • Por Leandro Costa

Você já provou mangarito? Está em plena safra, mas vamos admitir: não é fácil encontrar esse tubérculo de cultivo delicado e manhoso. Talvez seja por seu aspecto disforme e pouco atraente que o mangarito ainda esteja longe das cozinhas. Também dá trabalho consegui-lo e é preciso disposição na hora de usá-lo. Mas seu sabor amendoado e versatilidade valem o esforço. A chef Mara Salles, do restaurante Tordesilhas, usa o mangarito há três anos e já preparou um menu inteiro com o ingrediente. Entusiasmada em tirar dele o melhor, faz questão de limpar um a um. Depois os mangaritos são cozidos e descascados. E podem ser comidos assim ou passados na manteiga. “Também são ótima companhia para assados, frangos ensopados e carnes de panela”, ensina Mara, que também faz nhoque de mangarito. “Mas a receita que mais surpreendeu meus clientes foi a do ceviche de peixe branco com pimentas amazônicas e mangaritos em melado de cana”, conta a chef.

Nhoque de mangarito, elaborado pela chef Mara Salles, do restaurante Tordesilhas. Foto de Marcos Issa/Divulgação

Flocos de mangarito sobre o seu creme, prato elaborado pela chef Mara Salles, do restaurante Tordesilhas. Foto de Marcos Issa/Divulgação

Embora hoje seja um ingrediente mais encontrado em plantios próprios, no fundo do quintal, o mangarito, muito parecido com um inhame, já foi muito popular. Antigamente, principalmente nas áreas rurais, era comum o seu consumo no café da manhã. Porém, ao longo dos anos ele foi sumindo do mercado, a ponto de hoje só poder ser comprado por encomenda, com os poucos produtores que ainda insistem em plantá-lo, tentando evitar sua extinção. “Há 50 anos era comum encontrar o mangarito na feira”, afirma um dos poucos produtores do tubérculo João Lino.

Lino conta que começou a produzir o mangarito em 2001, quando encontrou o tubérculo em uma feira na cidade mineira de Uberlândia. “Eu não acreditei, fazia décadas que eu não me deparava com o mangarito”, diz. Desde então ele passou a produzir e hoje recebe pedidos e envia pequenas quantidades (de 5 a 50 quilos) de mangarito para todas regiões do País. “Já enviei até para os EUA e Europa”, afirma.

Atualmente a produção de Lino é pequena. Ao todo, ele diz que consegue colher por ano cerca de 500 quilos do produto, que é cultivado em sítios nos municípios de Embu Guaçu, Sarapuí e São José dos Campos. “Já cheguei a colher mais de 2 toneladas, em safras melhores.”

Cada vez mais difícil de ser encontrado, mangarito tem aspecto disforme e sabor amendoado. Foto de Alex Silva/AE

De aspecto disforme e cada vez mais difícil de ser encontrado, mangarito possui sabor amendoado. Foto de Alex Silva/AE

O produtor diz incentivar as pessoas a plantar os rizomas para evitar a extinção da planta. “Eu costumo brincar com quem me liga para fazer pedidos dizendo que eu não vendo para comerem, mas sim para plantarem”, comenta. Porém, poucos são os que conseguem com sucesso produzir o mangarito. Segundo Lino porque o cultivo é trabalhoso. “É uma planta que gosta de regiões de baixada e de terra fofa, com boa adubação e irrigada com cuidado, pois não vai bem em terra encharcada. Além disso, a colheita é delicada. Se ele for colhido úmido apodrece muito rapidamente”.
Para o coordenador técnico da área de hortaliças da Emater-MG, Georgeton Silveira a questão comercial é a principal responsável pela queda drástica do cultivo do mangarito. “Ao longo dos anos os produtores foram optando por hortaliças de propagação mais fácil, mais produtivas e que são consequentemente mais lucrativas”, analisa. Silveira conta que há dois anos a Emater-MG, em parceria com a Embrapa, deu início, em Sete Lagoas (MG), a um trabalho de preservação de diversas espécies de hortaliças não convencionais. Além do mangarito, estão sendo propagadas em hortas a araruta, o inhame, o jambu, entre outros. “Criamos bancos de multiplicação e em breve teremos material suficiente para distribuir paras as comunidades locais que tiverem interesse em cultivar essas plantas.”

Silveira ressalta a importância de se fazer esse resgate já que a variedade de alimentos produzidos comercialmente vem diminuindo muito e influenciando os hábitos alimentares das pessoas. “Nossa intenção é resgatar a visibilidade dessas plantas, que têm potencial para serem exploradas comericalmente se passarem por um processo de melhoramento.” Colaborou Lucinéia Nunes

Tópicos relacionados

19 Comentários Comente também
  • 10/09/2010 - 19:23
    Enviado por: Hélia Ventura

    Claro que eu conheço mangarito. Já consumi este tubérculo muitas vezes na minha infância em Minas Gerais. Cozido, com manteiga e melado de cana. Uma delícia… Cheguei a ter um restaurante com este nome em Belo Horizonte, no bairro Cruzeiro. O nome -que ninguém sabia o que significava – foi escolhido de propósito, na tentativa de resgatar valores de nossa culinária nutritivos e saborosos, mas que muita gente nem sabe que existem.

    responder este comentáriodenunciar abuso
    • 10/06/2011 - 18:19
      Enviado por: Domingos Sávio Guimarães

      Hélia Ventura, hoje conversando com minha irmã,ela me falou que tinha vontade de voltar a comer “mangarito” muito comum em CALAMBAU, onde morávamos. Nós nunca mais vimos um, achamos até que havia sido extinguido. Moro no Cruzeiro há 30 anos e não me lembro do seu Restaurante Mangarito.
      Onde conseguia comprar para servir no Restaurante?
      Abraços,
      Domingos

  • 12/09/2010 - 18:20
    Enviado por: Tweets that mention Você conhece o mangarito? « Quitanda do agrícola -- Topsy.com

    [...] This post was mentioned on Twitter by Magda L.M. Bonfiglio, Suplemento Agrícola. Suplemento Agrícola said: Blog Quitanda do Agrícola: você conhece o mangarito? http://migre.me/1fEBt [...]

    responder este comentáriodenunciar abuso
  • 06/10/2010 - 16:59
    Enviado por: Juarez Martins

    Fui criado em Goiás comendo mangarito, mingau de araruta, murici… coisas que estão desaparecendo.
    Acho que a preservação dessas plantas alimentícias não convecionais é questão de segurança e soberania alimentar e nutricional. Os pesquisadores da Emater-MG e da Embrapa estão de parabéns pela iniciativa!
    Tenho um quintal bem grande aqui perto de Brasília e gostaria de saber onde posso encontrar mangarito e araruta para plantar “uns pezinhos” pra “despesa”. Vocês sabem onde tem?

    responder este comentáriodenunciar abuso
    • 06/10/2010 - 17:22
      Enviado por: Fernanda Yoneya

      Juarez, o produtor Pedro Augusto Borges Coni, de Conceição do Almeida, município a 159 quilômetros de Salvador (BA), trabalha para revitalizar o cultivo da araruta e comercializa mudas, rizomas e a fécula pura. Pedidos e mais informações no blog http://www.ararutadabahia.blogspot.com ou pelo e-mail contatoararuta@hotmail.com. E os contatos do produtor de mangarito João Lino Vieira são tels. (11) 5561-0120 e 7152-6585; e-mail: joao-lino-v@hotmail.com.

    • 25/05/2011 - 15:26
      Enviado por: Nuno

      Juarez,

      Sou pesquisador na Embrapa Hortaliças, com sede a 25km de Brasília, trabalho com hortaliças tradicionais e podemos atender à tua demanda por araruta e mangarito, em pequena escala e enquanto unidade de observação. Se ainda tiveres interesse, favor entrar em contato pelo e-mail ou pelo tel 061 3385-9036. Boa tarde! Nuno.

  • 09/01/2011 - 13:44
    Enviado por: ivana aparecida cassiano

    boa tarde sou ivana e tenho um tio que fala muito desse mangarito como faço para conseguir uma muda ou semente nao sei como ´e se possivel se pudesse me mandar ficaria muito grata moro em Assis sp na rua cateto n 349 vila prudenciana cep 19803-240 obrigado

    responder este comentáriodenunciar abuso
  • 18/01/2011 - 20:02
    Enviado por: Maria Celma Alves da Cruz Pessoa

    Conheço mangarito consumi muito na minha infância,adoro, muito saboroso.Gostaria muito de receber mudas quem puder me enviar agradeço.

    responder este comentáriodenunciar abuso
    • 19/01/2011 - 16:21
      Enviado por: Fernanda Yoneya

      Maria Celma, o produtor João Lino Vieira, de São Paulo (SP), comercializa o tubérculo e informa que a safra de mangarito vai de maio até outubro/novembro. Tel. (0–11) 7152-6585; e-mail: joao-lino-v@hotmail.com.

  • 19/02/2011 - 12:53
    Enviado por: willie bonci

    eu tenho em vasos para nao perder a raça, nós temos ha mais de cem anos na familia

    responder este comentáriodenunciar abuso
  • 06/03/2011 - 12:53
    Enviado por: estela maria kindermann bianchini

    eu tambem sou interessada por plantas e ha muitos anos procuro por mudas de mangarito finalmente no ano passado consegui duas mudas num sitio perto daqui plantei e os pes estao viçosos e bem fortes. Espero colher algumas batatas para provar que gosto tem.

    responder este comentáriodenunciar abuso
  • 06/05/2011 - 19:44
    Enviado por: maristela

    conheço mangarito.tenho uns pezinhos no quintal e um no vaso. onde eu moro ninguem conhece. sou de minas e moro em sertaozinho.la minha mar cultivava e ate vendia.mas ela faleceu ano passado e nao sei …

    responder este comentáriodenunciar abuso
  • 09/06/2011 - 16:58
    Enviado por: teresa simao

    O dificil e descascar o danadinho!

    responder este comentáriodenunciar abuso
  • 17/06/2011 - 09:56
    Enviado por: Valdir Pontes

    Se possível me enviar sementes ou tipo alguns Mangarito pra poder plantar, via sedex à cobrar… espaço de uns 5 m quadrado fdo casa.
    Grato pela atenção
    Valdir

    responder este comentáriodenunciar abuso
  • 31/08/2011 - 17:47
    Enviado por: neide

    gostaria de obter o endereço do produtor para comprar alguns mangarito muito obrigado

    responder este comentáriodenunciar abuso
    • 06/09/2011 - 12:33
      Enviado por: Fernanda Yoneya

      Neide, seguem os contatos de dois produtores de mangarito: Gilberto Vilhena Freitas, tel. (0–12) 9704-0334, e João Lino Vieira, tel. (0–11) 5561-0120. Abraço. Fernanda

    • 01/12/2011 - 15:19
      Enviado por: Antonio

      Tenho rizomas e mudas de mangarito , atualmente
      estou plantando uma nos arredores de Pirenópolis- Go. 61 99696562

  • 05/10/2011 - 15:32
    Enviado por: Anezio Coelho de Souza

    Boa tarde.
    Tenho um pequeno sítio em Bauru/SP, e já cultivoararuta ha mais de oito anos com mudas que trouxe de Tarumã/SP.
    Gostariade saber omo posso adquirir mudas/tubérculos de mangarito.
    Anézio Coelho de Souza.
    Agrônomo.

    responder este comentáriodenunciar abuso
  • 05/10/2011 - 15:35
    Enviado por: Anezio Coelho de Souza

    Gostaria de saber onde e quando posso comprar mudas/tubérculos de mangarito.
    Anézio Coelho de Souza
    Agrônomo

    responder este comentáriodenunciar abuso

Deixe um comentário:

Blogs do Estadão