1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Queda de audiência do futebol mexe com clubes e a Globo

Luiz Prosperi

22 agosto 2014 | 12:56

Ibope aponta queda de audiência dos jogos do Campeonato Brasileiro de futebol e inflama discussão entre clubes e a Globo

A TV Globo já ouviu a maioria dos 20 clubes da Série A do Brasileirão a respeito dos problemas do futebol, audiência dos jogos, cotas de transmissão das partidas e fórmulas de disputa dos campeonatos.

Do resultado dos encontros da emissora com os clubes pouco se sabe. Mas, a grande preocupação da Globo é a constante queda de audiência dos jogos medida pelo Ibope. Sem boa audiência na televisão os patrocinadores diminuem o dinheiro injetado na TV e, por consequência, a emissora perde receita. Sem receita, a tendência é a TV pagar menos aos clubes para exibir seus jogos na telinha. Daí a crise.

Este blog teve aceso aos dados do Ibope da audiência do futebol na Grande São Paulo que ilustram bem o tamanho da queda de interesse em acompanhar os jogos na televisão. Cada ponto no Ibope representa 65 mil domicílios ligados nos jogos.

Vamos aos números:

Sistema de disputa nos pontos corridos

Campeonato Brasileiro de 2014 (12 rodadas) – média de 16,9% de audiência.

Campeonato Brasileiro de 2013 (maio a dezembro ) – média de 17,%.

Campeonato Brasileiro de 2012 (maio a dezembro) – média de 17,2%

Campeonato Brasileiro de 2011 (maio a dezembro) – média de 21,1%

Campeonato Brasileiro de 2010 (maio a dezembro) – média de 20,9%

Campeonato Brasileiro de 2009 (maio a dezembro) – média de 23,2%

Campeonato Brasileiro de 2008 (maio a dezembro) – média de 20,0%

Campeonato Brasileiro de 2007 (maio a dezembro) – média de 21,1%

Campeonato Brasileiro de 2006 (abril a dezembro) – média de 26,2%

Campeonato Brasileiro de 2005 (abril a dezembro) – média de 27.5%

Campeonato Brasileiro de 2004 (abril a dezembro) – média de 25,5%

Campeonato Brasileiro de 2003 (março a dezembro) – média de 23,9%

Sistema de disputa no mata-mata

Campeonato Brasileiro de 2002 (agosto a dezembro) – média de 25,2%

Campeonato Brasileiro de 2001 (agosto a dezembro) – média de 26,2%

Diante desses números, fica claro a preferência da Globo pelo sistema de mata-mata no Brasileirão quando a emissora teve seus melhores índices de audiência. Os campeonatos de 2001 e 2002, no mata-mata, só perdem para o campeonato de 2005 (pontos corridos).

Os clubes têm preferência pelos pontos corridos em função do maior número de datas dos jogos que dariam mais receita. A discussão agora é uma revisão das cotas de transmissão. Clubes com mais apelo de audiência, como Corinthians e Flamengo, recebem a maior cota da Globo.

“A única coisa que eu espero que seja discutida é a ‘espanholização’ (Real Madrid e Barcelona recebem cotas estrondosas comparando-se com outros clubes da Espanha) do futebol brasileiro, porque eles (Globo) só querem passar jogos de Flamengo e Corinthians. Só que a maior audiência da Globo no ano passado foi o Atlético-MG na Libertadores”, disse Alexandre Kalil, presidente do Atlético-MG, ao site UOL.

E insistiu: “Quem dá Ibope é quem está na frente e quem disputa títulos. A Globo deve ter visto isso. Ela se f… quando deu 52% da renda para cinco times (Corinthians, Flamengo, São Paulo, Vasco e Palmeiras). A Globo está fragilizada porque a audiência está caindo”, completou Kalil.

Quer saber? Goool da Alemanha!