Ainda não sou cadastrado

Você esta em: Paladar > Blogs > Blog do Paladar
Paladar
SEÇÕES
ARQUIVO
TAMANHO DO TEXTO


Paladar
  • Twitter
  • DIGG
  • Share
BUSCA NO BLOG

Shimeji branco + shoyu + manteiga

  • 1 de março de 2011|
  • 8h00|
  • Por Redação Paladar

Por Aryane Cararo

DSCN3470.jpg

Água. Se não a usar nesta receita, vai precisar de muito mais depois (para matar a sede gigantesca provocada pelo shoyu). Mas, é claro, você pode ser contido e prudente ao deitar o pote de shoyu sobre a panela, planejando “mililitricamente” o quanto despejar do molho.

A verdade é que esta foi a primeira vez que fiz shimeji em casa e não repetirei alguns erros dessa receita na próxima vez. Quer dizer, dessas receitas, pois, na falta de uma que contemplasse meus ingredientes, fiz um mix de duas sugestões. Eu tinha shimeji branco, shoyu e manteiga e foi dessa forma, mas sem vírgulas, que procurei na internet. E não possuía um item básico: o saquê (como fui comprar o shimeji e esquecer o saquê?!). Muitas receitas pedem a bebida alcoólica, algumas até a substituem por vinho branco e outros corajosos contam ter usado cachaça. Das três, só tinha a última, mas achei que era preciso muita coragem para um domingo à noite, véspera de academia pela manhã.

Para minha felicidade, havia sugestões sem álcool. De todas as dicas, gostaria de ter seguido somente a da Tatiana, da Panelaterapia.com. Em seu blog ela explica detalhadamente como preparar o prato, desde a separação das “pétalas” do shimeji até a colherada final. O problema é que eu não tinha Ajinomoto e meu caldo de carne era de galinha. Sem saber o que isso poderia acarretar de diferença, optei  pelo shimeji do Tudo Gostoso, que não era assim perfeito para meu caso: pedia meio quilo do cogumelo, quando tudo o que queria fazer era aproximadamente 100 gramas. E, em vez de reduzir tudo por cinco, misturei as duas receitas. É por isso que vou colar as duas aí e explicar como ficou a terceira.

Shimeji*
Receita enviada por Luciana Roberto
·  Ingredientes
·  500 g de shimeji branco
·  2 colheres de manteiga sem sal
·  2 dentes de alho amassados
·  1 cubo de caldo de galinha
·  50 ml de molho de soja (shoyu)
Modo de Preparo
Lave bem o shimeji removendo os talinhos duros
Doure os 2 dentes de alho amassados nas 2 colheres de manteiga
Acrescente o shimeji e mexa por 3 minutos, eles vão murchar e soltar uma quantidade de água que quase os cobre, coloque nesse momento o caldo de galinha, tampe a panela e deixe cozinhar por 10 minutos ou até secar a água, o que acontecer primeiro
Após terminar, acrescente 50 ml de molho de soja (shoyu) e desligue o fogo (não deixe o shoyu ferver, pois deixa o prato um pouco salgado)
Informações Adicionais
Sugestões:
Adicione durante o cozimento 2 colheres de glicose de milho (Karo) se você gosta do shimeji adocicado como servido em alguns restaurantes japoneses.
Segunda, utilize o shoyu premium pois o tradicional pode salgar demais o prato.
Fonte: site
Tudo Gostoso

Shimeji – Como Preparar*
A primeira coisa à fazer é separar as “pétalas”. Para isso basta puxar com as mãos mesmo. Em seguida eu coloco em um escorredor de macarrão e lavo bem e escorro:

O shimeji tem um gosto parecido com de carne vermelha. Você pode usar para várias finalidades. Eu gosto de fazer uma entradinha que é parecida com a dos restaurantes japoneses. Nesta preparação é bacana usar óleo de gergelim, saquê culinário e um tiquinho de wasabi. Mas nem todo mundo tem acesso a estes produtos então vamos tornar a coisa mais possível:

Aqueça uma colher de sopa de manteiga e adicione o shimeji. Mexa por alguns segundos para que ele dê uma leve amolecida. Polvilhe com aji-no-moto e um pouquinho de caldo de carne em pó. Adicione shoyu (molho de soja) e deixe no fogo mais um tiquinho. Eu gosto de misturar um pouco de água com o shoyu para não ficar muito salgado. Por fim polvilhe bastante cebolinha picada. No caso eu esqueci que não tinha cebolinha na geladeira (mas faz toda a diferença).

Fonte: blog Paneloterapia

A minha versão:

100 g de shimeji branco
Uma colher (de sopa) de manteiga
¾ de alho picado
Menos de meio caldo de galinha
Shoyu a (des)gosto
Cebolinha verde desidratada

Separei as “pétalas” de acordo com a Tatiana. Lavei, escorri. Aqueci a manteiga, dourei um pouquinho o alho e acrescentei o shimeji. Em menos de três minutos, de fato, ele havia liberado bastante água. Salpiquei o caldo de galinha e tudo ia bem até aí (estava gostoso). Tampei a panela e me propus a esperar pelos 10 minutos. Achei uma eternidade.

O shimeji foi murchando até ficar molengo demais. Lembrei de uma amiga que dizia: “É super rápido fazer shimeji, jogue a manteiga, o cogumelo e o saquê e tá pronto”. Não podia demorar tanto daquele jeito. Antes dos dez minutos, acabei com a tortura ao shimeji e acrescentei o shoyu. Mas fui descuidada, virando a embalagem com velocidade acima do permitido, e acabei banhando as “pétalas” no molho negro. Era tarde demais. Ficou salgadíssimo! Desliguei logo a panela para não queimar o molho. E já não adiantava mais seguir o conselho da Tatiana e acrescentar água – se o fizesse, acabaria tendo de pescar os cogumelos!

Polvilhei com a cebolinha desidratada, porque não tinha a fresca, e acho que não fez muita diferença naquela altura do “salgueonato”. Comi tudo, mas com um copão de suco do lado.

Da próxima vez que repetir esta receita, vou lembrar de colocar o shoyu em colheradas, mesclando-o com água e tomando o cuidado de não deixar os cogumelos nadarem na panela. Também vou por ainda menos caldo de galinha, que já é salgado (coloquei quase metade…). E não vou deixar cozinhando por 10 minutos (ou até que seque o caldo), pois o shimeji fica murcho demais. E, amuado, não atiça tanto os olhos. Afinal, comer envolve mais do que papilas gustativas.

*Toda receita é publicada da forma como é apresentada no site, respeitando seus erros e imperfeições.

Aryane Cararo é editora do Estadinho, o suplemento infantil do Estadão, e não está no blog errado. Toda terça ela conta aqui suas aventuras com o método que batizou de Cozinhando com a Internet. Na prática, ele consiste em correr para a web, digitar os ingredientes que existem na cozinha e torcer para que venha uma boa dica de receita. Depois, é só testá-la, usando criatividade nas adaptações.

Tópicos relacionados

10 Comentários Comente também
  • 01/03/2011 - 09:54
    Enviado por: Vânia

    aryane,

    também fiquei com sede só de te ler …
    olha, o shimeji aguenta somente uma pitada de tudo o que vc colocou ali, talvez até menos, talvez até excluir totalmente o caldo de galinha…
    mais sorte dá próxima vez. Abs

    responder este comentáriodenunciar abuso
  • 03/03/2011 - 16:17
    Enviado por: Priscila Salomão

    Boa tarde, sempre faço shimeji em casa…sou uma fã inegável da cozinha oriental. O shimeji faço normalmente com saque culinário, manteiga, shoyo e ao invés da água utilizo limões…O que ajuda a cortar o efeito do shoyo e deixa um pequeno azedinho no shimeji que fica todo especial.

    Bom fica a dica para quem quiser tentar usar suco de limões no meu caso eu uso meço tudo a olho, mas gosto do shimeji mais azedinho. Então é só testar e experimentar para saber quando estará do agrado do pessoal.

    responder este comentáriodenunciar abuso
    • 22/11/2012 - 14:14
      Enviado por: Andressa

      Olá.. você poderia me enviar por e-mail sua receita com um previsão da quantidade de cada coisa que usa..
      eu sei que vc falou que faz a olho.. mas gostaria mesmo de testar sua receita e como nunca fiz shimeji queria saber se vc teria mais ou menos quanto coloca de cada ingrediente..

      Obrigada :)

  • 04/03/2011 - 10:30
    Enviado por: Adrina

    Aryane, eu faço shimeji assim: uma colher de azeite e uma de manteiga no fogo médio até a manteiga derreter. Acrescento o shimeji e salteio por 2 minutos. Coloco um pingo de saquê, salteio por mais um minuto, acrescento sal e pimenta do reino (pouco) e por fim, a cebolinha. Não ponho shoyo porque acho que mascara o sabor do shimeji. Eu uso esse refogado para várias finalidades, mas o meu preferido tem sido preparar um calzone, fica incrível. Tenho acompanhado sempre suas “aventuras”. Abraço!

    responder este comentáriodenunciar abuso
  • 05/03/2011 - 22:53
    Enviado por: Mariana

    Adorei as dicas… mas como é um prato que eu adoro!! A minha dica é colocar umas 4 gotinhas de oleo de gergelim na manteiga, deixar o shimeji murchar um pouco… acrescentar shoyu e uma lasquinha de gengibre!! Fica incrííível!!

    responder este comentáriodenunciar abuso
    • 08/03/2011 - 12:49
      Enviado por: lucia

      gostei da dica da mariana, simples e delicioso

  • 06/03/2011 - 12:58
    Enviado por: lucia

    a vida pode ser mais simples
    shoyu é bem salgado, assim cuidado, caldo de carne e ajinomoto ….. só se você quiser ter um ataque cardíaco.
    uma boa receita e bem fácil: limpe o shimeji, faça um pacotinho de papel alumínio, um tantinho de vinho branco ou saquê, manteiga com sal, um tantinho de shoyu e forno por 10 minutos e é só…..
    abrir o cartoccio e polvilhar cebolinha verde.
    a foto é inspiradora, deu vontade.

    responder este comentáriodenunciar abuso
  • 24/03/2011 - 11:27
    Enviado por: Fabio Ribeiro

    Eu faço o shimeji de um jeito simples. Lavo o shimeji, separo os “grupinhos” de shimeji, e uso vinagre branco para lavar por cima, e deixo escorrer o vinagre. Depois, para cada 200g de shimeji, eu coloco 100g de manteiga de boa qualidade, com sal. Refogo o shimeji rapidamente com a manteiga enquanto ela derrete. Depois, acrescento uma colher de sopa de shoyu, quatro de sopa de água, e mexo com a panela aberta mais um pouco, por trinta segundos. Tampo a panela e deixo cozinhando por uns quatro a seis minutos, dependendo do estado do shimeji (eu pego sempre os mais firmes), no fogo médio-baixo. No fim, acrescento cebolinha picada, um pouco de coentro fresco picado (que particularmente eu gosto, mas pode ser substituído por salsa desidratada ou fresca).

    responder este comentáriodenunciar abuso
  • 30/03/2011 - 11:22
    Enviado por: gelateria Gôla

    Fiquei com vontade de experimentar!!!!

    responder este comentáriodenunciar abuso
  • 18/11/2012 - 14:01
    Enviado por: Claudia

    Nossa, meu método de cozinhar é igual ao seu! Estou na mesma situação, só tenho shimeji, manteiga, shoyu e caldo de galinha, aí vim procurar na internet uma receita que leve só isso. Vou tentar colocar menos shoyu. Valeu pelo site!

    responder este comentáriodenunciar abuso

Deixe um comentário:

Blogs do Estadão

Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo