ir para o conteúdo
 • 

Patrocinado por

06.fevereiro.2014 00:01:47

Brasileiro patina sambando e mira medalha pela França

(Sugestão: coloque o vídeo em 1’15”, dê play, e comece a ler o texto. Depois, suba a tela correndo.)

Os Jogos de Sochi começam nesta quinta-feira com a apresentação de um brasileiro que não está entre os 13 integrantes da delegação enviada pelo COB. Isso porque ele vai defender as cores da França. Florent Amodio, de 23 anos, foi entregue pela mãe biológica em Sobral (Ceará), quando ainda era criança, para ser adotado por pais franceses. Na Rússia, chegará à disputa da patinação artística com três medalhas em Campeonatos Europeus no currículo e defendendo uma enorme tradição da França na prova.

Amodio nunca pensou em competir pelo Brasil. ”O Brasil é o meu país, onde nasci, e permanecerá para sempre no meu coração. Mas vivo na França. Passei a minha vida na França, e, portanto, estou competindo para a França “, explicou ele em uma entrevista para o Golden Skate, principal site especializado em patinação artística no gelo.

Curta o Olimpílulas no Facebook e siga no Twitter e acompanhe tudo sobre Sochi e os olímpicos brasileiros.

O garoto de 23 anos foi adotado quando era ainda um bebê e se chamava Francisco Thiago dos Santos. “Eu era mãe solteira, que não trabalhava e que dependia da irmã. Tinha outros dois filhos. Uma ainda mamava e outro já estava mais grandinho, forte. E o Thiago era o que mais precisava de uma vida melhor. A única saída foi entregá-lo para alguém criar“, contou Delfina Antônia dos Santos, mãe biológica de Amodio, em entrevista ao jornal O Povo, de Fortaleza.

Amodio só retornou ao Brasil em 2008, quando já era patinador. “Foi uma grande experiência para mim, porque eu vi tudo de verdade pela primeira vez. Descobri meu país e isso foi ótimo para mim”. Depois, participou de uma reportagem da TV Record em que viu a mãe biológica pela primeira vez, pela televisão. A emissora desejava promover o encontro dos dois, mas a história não foi para frente.

ATLETA DE SUCESSO – Amodio começou a ter destaque na patinação artística cedo, tendo sido campeão da etapa final do Circuito Mundial Júnior de 2008/2009. Naquela mesma temporada, porém, frustrou ao ser apenas o 15.º no Mundial da categoria.

Quando ainda tinha 20 anos, ganhou o Campeonato Europeu de 2011, um ano depois de se sagrar campeão nacional pela primeira vez. Nos anos seguintes, acumulou um bronze e uma prata no continental, além de outros dois títulos e dois vice-campeonatos no Francês.

Em junho do ano passado, porém, sua carreira passou por problemas, segundo relatou a AP. Ele voltou aos prantos de um treino nos Estados Unidos, largou o treinador de toda sua carreira adulta, o russo  Nikolai Morozov, e passou a treinar sozinho. Depois de dois meses, fechou com Katia Krier e Shanetta Folle: “Eles me treinam de um jeito quase militar. Tenho um pouco de artista e preciso de algum limite”, explicou. Depois, foi apenas o 13.º no Europeu, com “Memórias de Sobral” (assista ao vídeo).

Em Sochi, o franco-brasileiro vai disputar sua segunda Olimpíada. Em Vancouver/2010, foi o 12.º colocado. Agora, na Rússia, estreia já nesta quinta-feira, na apresentação por equipes no masculino. Pela programação, a prova começa às 13h30 de Brasília e Amodio é o oitavo a se apresentar.

Ele deve se apresentar no programa curto (quinta por equipes, dia 13 individual) com a música La Cumparsita. No programa livre (domingo e  dia 14), com La vie en Rose. Ambas são composições de Sebastien Damiani e Faf Larage. No encerramento da patinação artística, dia 22, há uma “cerimônia de gala”. Nela, o franco-brasileiro deve realizar a apresentação no vídeo lá do começo do texto.

Atualização: Amodio se apresentou ao som do tango La Cumparsita, recebeu nota 79.93 e não gostou. 

SOCHI - A Olimpíada de Sochi (lê-se Sôt-chi) começa nesta quinta-feira com cinco provas classificatória: a patinação artística masculina e em pares (casais), o moguls feminino (uma modalidade do esqui freestyle) e o snowboard slopestyle nos dois gêneros.

A cerimônia de abertura, porém, será só na sexta-feira e as medalhas serão entregues entre sábado (8) e o dia 23, um domingo. O Brasil tem 13 atletas na sua delegação, em sete modalidades. Vale a pena acompanhar tudo pelo infográfico do Estadão.

Tags: , , ,

Comentários (34)| Comente!

34 Comentários Comente também
  • 06/02/2014 - 02:30
    Enviado por: Sandra

    Pois é, Demetrio. Como andamos sem referências esportivas (e gostamos de menosprezar os grandes, superestimar os medíocres, abandonar e esquecer os que fizeram história) ficamos à cata de migalhas ou glórias alheias pois precisamos desesperadamente parecer o que não somos: potência mundial em qualquer coisa. Já nos “orgulhamos” de Thomaz Hinthnaus no salto com vara, um americano de pais tchecos e depois modelo da Calvin Klein. E Kevin Kurányi, que também tinha a nacionalidades panamenha, húngara e alemã, pela qual jogou sem muito brilho. Em Pequim, uma atleta, filha de pai brasileiro exilado nos anos 70, ganhou uma medalha: a menina foi muito simpática e falou o óbvio sobre um país que pouco conhece, incluindo a língua.
    Quando o jovem Amodio patinou em grades apresentações em Vancouver, jornalistas correram para o Ceará atrás da tal família biológica. Pra quê? Dar um nó na cabeça do menino em plena competição? O que ele deve a essa família? Todos apareceram na tv, orgulhosos (esperançosos) do “seu” menino que não tiveram competência/condições para criar.
    Amodio mostrou-se maduro, gentil, revelando um afeto idealizado por algo que conhece apenas superficialmente: seu país de nascença e sua família biológica. Tanto que a promessa de vínculo não prosperou. Ele é tão francês quanto Zidane, Thuram, Camus, Deneuve.
    Torço por ele, não por que poderia ser brasileiro, mas por ser um ótimo patinador.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 06/02/2014 - 10:18
    Enviado por: Clymene Toloto

    Musica feia, apesar de brasileira, poderia ter tido mais bom gosto… mas não tirou o brilho do atleta, excelente performance…

    responder este comentário denunciar abuso

  • 06/02/2014 - 10:44
    Enviado por: iaciviana

    Parabéns! Exelente apresentação!!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 06/02/2014 - 11:05
    Enviado por: maria do carmo

    Linda a apresentação. e linda a história…e deve ser muitas vezes repetida, pois se ele não tivesse sido adotado , estaria trabalhando há muito tempo como pedreiro ou na roça…. Aonde estão os nossos patinadores ??????? Procurando patrocinio e incentivo do nosso governo até agora, como em qualquer esporte que não seja o futebol..

    responder este comentário denunciar abuso

    • 07/02/2014 - 18:40
      Enviado por: CINDY

      Nossos governantes, não estão nem aí pra o futuro dos jovens do país que mendigam um patrocínio para algo alem de futebol, que na verdade são cartas marcadas. Pior que isso vemos dia dia, jovem afundando da marginalidade e nas drogas, sem uma oportunidade de nada, não justifica, mas, sem educação, sem principios morais, sem um sonho a conquistar, nossos jovens se afundam em falsas realizações e só teremos muito a lamentar. Certamente esse rapaz no Brasil, seria um assalariadozinho qualquer sem qualquer perpectiva de um futuro promissor

      responder este comentário denunciar abuso
  • 06/02/2014 - 11:20
    Enviado por: Tia ionca

    O brilho não é ser Brasileiro ou Frances … foi a gingaaaa !!! linda apresentação !!! ameei

    responder este comentário denunciar abuso

  • 06/02/2014 - 11:36
    Enviado por: LB

    Show é show; competição é competição!
    Ficou nitido as milhares de repetições dos passos, a falta de criatividade coreográfica, e alguns passos largados. A escolha da música, foi apoenas para atrair os gringos, porém poderia ter sido uma música melhor né…
    Ele é um patinador de grande potencial, não havia necessidade dessa apelação!
    Eu não acredito muito na sua vitória com essa coreografia, mas… A gente nunca sabe né!

    responder este comentário denunciar abuso

    • 06/02/2014 - 12:18
      Enviado por: Demétrio Vecchioli

      LB, boa tarde, tudo bem?

      Mas essa não é uma apresentação de competição. Como explico no final do texto, esta é uma apresentação para a cerimônia de gala, já pós competição, depois que as medalhas estão definidas. Mas sugiro você assistir ao vídeo da apresentação da música “Memórias de Sobral”, que o francês apresentou valendo nota no Campeonato Europeu.

      Abraços!

      responder este comentário denunciar abuso
    • 10/02/2014 - 21:47
      Enviado por: Janice

      A escolha da canção é devida ao grande sucesso feito na Europa (Assim como “Ai se eu te pego”). Não há um só europeu que não tenha dançado essas músicas no verão passado.
      O fato de não entenderem as lestras, facilita a venda do ritmo e foi esse ritmo que Florent escolheu para dar vida a sua coreografia. Para o europeu, a sensualidade na dança, faz parte do corpo dos latinos.
      Adorei o video.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 06/02/2014 - 13:11
    Enviado por: Macadamia

    A história do rapaz é linda. A apresentação estava linda até começarem as músicas que definitivamente não combinam com um esporte tão gracioso.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 06/02/2014 - 15:57
    Enviado por: Jefferson

    Esse mané não tá nem ai pro Brasil ou pra família brasileira dele, ele ja disse. E eu não tô nem ai pra esse zé ruela.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 06/02/2014 - 16:29
    Enviado por: manuela

    isso não é samba. só tem sertanejo universitário aí.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 06/02/2014 - 19:24
    Enviado por: Armando

    Breganejo dos infernos.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 06/02/2014 - 19:48
    Enviado por: beth

    Lindo de mais que talento fico feliz em ver que dedicação a patinação, que perfeito um talentos para poucos amo patinar

    responder este comentário denunciar abuso

  • 06/02/2014 - 20:55
    Enviado por: MARCELO

    ÓTIMO TÍTULO, PORÉM FICARIA MELHOR SE FOSSE:
    Brasileiro patina sambando e mira medalha pela França
    JOVEM FRANCÊS QUE NASCEU NO BRASIL, PATINA SAMBANDO E MIRA MEDALHA PELA FRANÇA.

    MARCELO

    responder este comentário denunciar abuso

  • 07/02/2014 - 00:23
    Enviado por: Zorilda Bezerra

    Excelente! maravilhoso! Extremamente, seguro. Gostaria de estar presente, para aplaudi-lo.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 07/02/2014 - 08:41
    Enviado por: Margarida m silveira

    Não gosto da música, mas ele dançou esplendorosamente.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 07/02/2014 - 09:04
    Enviado por: nair teixeira

    ele e exelente!!MAS A MUSICA MELHOR NAO COMENTAR!!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 07/02/2014 - 09:31
    Enviado por: Selma

    Gostei muito, e isso só vem a confirmar q a adoção as vezes é a melhor solução mesmo! uma mulher SOLTEIRA, com 03 filhos??essa gosta de uma farra heim?? deveria pensar melhor antes de sair transando sem responsabilidade por ai! filho não é cachorro q vc pari e sai distribuindo!absurdo…

    responder este comentário denunciar abuso

  • 07/02/2014 - 13:54
    Enviado por: Paula Guerra

    Adorei!
    Foi diferente e cheio de ginga mesmo.Realmente poderiam ter escolhido outra musica mesmo.Uma que esquentasse o publico,mais de boa qualidade.O rapaz é talentosa,mais vamos valorizar os nossos patinadores brasileiros!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 07/02/2014 - 15:12
    Enviado por: Janice

    Brilhou!!!!!!!!!!!!!! A ginga ta no sangue…………….Parabens!!!!!!!!!!!!!!!!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 07/02/2014 - 17:51
    Enviado por: SÔnia

    Esse rapaz ñ é brasileiro.Ele apenas nasceu no Brasil.Ele é francês,pois a Franca é o país q o acolheu.O Brasil e sua mania de ñ dar nada…mas cobra q é uma beleza!!!!!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 07/02/2014 - 18:20
    Enviado por: Eliane Maciel

    Na verdade esta notícia merece um pensamento um pouco mais profundo. Que oportunidades teria este jovem caso fosse brasileiro e pobre? Como tantos outros esportistas, muito bons, mas não tem como continuarem seus treinos? Falta local, falta patrocínio, falta, falta, falta. O Brasil não cuida de nada, nem de seus futuros e promissores talentos. Salvo raríssimas exceções, todos acabam desistindo. LINDÍSSIMA A APRESENTAÇÃO independente de gênero musical. Talento puro. Sorte a dele de estar num país que deu valor ao seu talento.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 08/02/2014 - 10:23
    Enviado por: Débora

    Demétrio, o vídeo do patinador (excelente apresentação) é de fevereiro de 2013… a minha dúvida é se ele fez a mesma apresentação na Sochi, na última quinta-feira. ?¿ obrigada

    responder este comentário denunciar abuso

    • 08/02/2014 - 10:25
      Enviado por: Demétrio Vecchioli

      Oi, Débora. Não fez. Como já era previsto, na quinta-feira ele apresentou um tango no programa curto. Essa apresentação com músicas brasileiras, mais artística, pode ser utilizada apenas na cerimônia de gala, como eu explico no texto. Depois que acaba a competição, os atletas se apresentam num espetáculo que não vale medalha nem nada. E aí cada um mostra sua arte.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 08/02/2014 - 11:15
    Enviado por: Débora

    Ahhhh obrigada pela resposta, Demétrio. Tinha lido seu texto pela primeira vez sem a devida atenção, mas agora entendi. :)

    responder este comentário denunciar abuso

  • 08/02/2014 - 22:21
    Enviado por: Dora Ataide

    Caraaaaaaaaca! Apaixonante. Prende totalmente a nossa atenção. Ele sabe o que faz, suingando, suingando. É do Brasillllllllllllllllllllllllllllllll.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 09/02/2014 - 08:45
    Enviado por: Ana Verônica

    Belíssima apresentação…só não concordo que ele tenha sambado, pois a música é sertaneja puxada para o forró, dança tipicamente nordestina, da região do Ceará, onde tem suas origens…PERFEITO!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 09/02/2014 - 12:43
    Enviado por: sird

    parabéns pelo talento, ginga brasileira e nordestina show…

    responder este comentário denunciar abuso

  • 09/02/2014 - 15:17
    Enviado por: Bracalemo

    O rapaz nasceu no Brasil e tem pais biológicos brasileiros, mas foi adotado e levado para França ainda bebê, portanto não poderia fazer parte dos integrantes da delegação brasileira porque é Francês! Concordo com o que disse a Sandra no seu comentário, “ficamos à cata de migalhas ou glórias alheias pois precisamos desesperadamente parecer o que não somos: potência mundial em qualquer coisa.” Parem de dizer que o rapaz é brasileiro. Não é! É francês!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 10/02/2014 - 00:25
    Enviado por: Silvia Farias

    Achei belíssima a apresentação. Sou a favor da “bela arte”. Independente da polemica de ser brasileiro ou francês, o rapaz é um excelente profissional. Mostrou há que veio. . . Parabéns.!!!!

    responder este comentário denunciar abuso

Deixe um comentário:

  • Quem Faz

    Quem Faz

    Demétrio Vecchioli

    Demétrio Vecchioli formou-se em jornalismo em 2007, pela Faculdade Cásper Líbero, onde também se especializou em marketing. Desde sempre deixa tudo de lado (até o sono) por uma Olimpíada (Jogos Pan-Americanos também valem). Na Agência Estado desde 2011, iniciou o projeto do Olimpílulas ao fim dos Jogos de Londres. Quer provar que uma medalha olímpica não é ganha do dia para a noite.

Comentários recentes

  • Agnaldo Nunes Viana: ANDRÉ: Você está mais do que certo. Eu estou comprando uma arma , tudo certo, legalizado, já...
  • tadeu: Parabéns aos atiradores. É surpreendente ver esses brasileiro tão bem colocados em um pais onde o tiro é...
  • Rui Lima: Depois da campanha difamatória que o Ministério de Justiça e “et alii” fizeram contra quem põe as...
  • Marco Maciel: Não entendo bem tanto radicalismo. Será que no Judô, no Karatê, no Jiu-jitsu, até mesmo no MMA,...
  • Daniel: Faltou o contexto da equipe feminina de rugby sevens. A comparação com Dubai ou Barueri é injusta. A...

Arquivos

Blogs do Estadão

Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo