Olhar Sobre o Mundo


O Rio Amazonas

22 de março de 2011 0:41 por Nilton Fukuda
  • A + A -

Nos mais remotos povoados do sul do Peru, os quéchuas, descendentes dos incas, costumam se referir ao Amazonas como o “deus que fala”, por causa do estrondo de suas águas nos cânions e despenhadeiros. O rio que nasce na Cordilheira dos Andes e deságua no Golfão do Marajó, que abrange os litorais do Amapá e Pará, tem o maior curso em volume e extensão do mundo e representa 16% da reserva de água doce do planeta.

No Dia Mundial da Água, o “Estado” publica o relato da expedição realizada pelo repórter Leonencio Nossa e pelo repórter fotográfico Celso Junior da nascente à foz do Amazonas – material reunido no livro “O Rio”, que será lançado pela Editora Record em abril. Em oito viagens, eles percorreram 10 mil quilômetros a pé, a cavalo, de balsa e em barcos a remo e a motor para fazer um perfil do Amazonas e registrar a vida nos povoados e cidades às suas margens. O rio tem 7 mil quilômetros, mas a equipe repetiu trechos e incluiu no percurso lagos e afluentes que ajudam a entender a dinâmica e a complexidade da formação do Amazonas e de sua bacia, de 6,8 milhões de quilômetros quadrados.

A tradicional imagem do curso barrento que serpenteia o verde da floresta é apenas um retrato de um rio de muitas faces. Ele nasce cristalino nos Andes, desce azul pelo deserto marrom do altiplano, fica verde nos precipícios do início da selva, ganha a tonalidade amarelada ainda na mata peruana e corta a Amazônia como um imenso tapete da cor de chocolate. É um gigante que desafia a ciência. Em tempos de Google Earth, o Amazonas tem trechos ignorados até nos mapas dos governos e Exércitos do Peru, da Colômbia e do Brasil, países banhados por suas águas.

Texto: Leonencio Nossa
Fotos: Celso Junior

Foz do Amazonas no arquipélago do Bailique, na Ilha do Marajó. Foto: Celso Júnior/AE

Lhamas na frente do Nevado Mismi. Foto: Celso Júnior/AE

Na foto região do Mismi, caminho para a nascente do rio. Foto: Celso Júnior/AE

Lhamas na frente do Nevado Mismi. Foto: Celso Júnior/AE

As primeiras águas do rio escorrem por entre as pedras do Nevado Mismi, na Cordilheira dos Andes (Peru). Foto: Celso Júnior/AE

Região do Mismi, caminho para a nascente do rio. Foto: Celso Júnior/AE

As primeiras águas do rio escorrem por entre as pedras do Nevado Mismi, na Cordilheira dos Andes (Peru). Foto: Celso Júnior/AE

Cordilheira dos Andes (Peru), na região do Mismi, caminho para a nascente do rio. Nevado Mismi iluminado pelo sol do final de tarde. Foto: Celso Júnior/AE

Na foto arrieiro Natividad Flores, de 55 anos, que serve de guia a nossa equipe diz que o Mismi, onde fica a nascente mitica e mais popular do Amazonas, a Quebrada Carhuasanta. Foto: Celso Júnior/AE

Mismi, caminho para a nascente do rio. Foto: Celso Júnior/AE

Carregamento ilegal de Cedros e Caobas retiradas da aldeia dos indíos Ashaninkas na selva peruana. Foto: Celso Júnior/AE

Caminho para o Vilarejo de Puerto Chata na selva peruana. Foto: Celso Júnior/AE

Vilarejo de Puerto Chata na selva peruana. Foto: Celso Júnior/AE

Na foto região do Mismi, caminho para a nascente do rio. Foto: Celso Júnior/AE

Crianças na margem do rio no Alto Ucayali pescam uma arraia. Foto: Celso Júnior/AE

Barqueiro manobra barco no início da manhã na margem do rio no Alto Ucayali. Foto: Celso Júnior/AE

Tora de madeira presa na rio Amazonas sendo carregada por homens até a jangada. Foto: Celso Júnior/AE

Rio do Alto Ucayali, Peru. Foto: Celso Júnior/AE

Rio do Alto Ucayali, Peru. Foto: Celso Júnior/AE

Pescador exibe peixe no Rio do Alto Ucayali, Peru. Foto: Celso Júnior/AE

Madeira irregular nas margens do Rio do Alto Ucayali, Peru. Foto: Celso Júnior/AE

Mulher da comunidade Shipibos no Rio do Alto Ucayali, Peru. Foto: Celso Júnior/AE

Rio do Alto Ucayali, Peru. Foto: Celso Júnior/AE

Porto da cidade de Atalaia na selva peruana. Foto: Celso Júnior/AE

Rio do Alto Ucayali, Peru. Foto: Celso Júnior/AE

Porto de Pucallpa na selva peruana. Foto: Celso Júnior/AE

Porto de Pucallpa na selva peruana. Foto: Celso Júnior/AE

Rio do Alto Ucayali, Peru. Foto: Celso Júnior/AE

Arara vermelha na região de Pucallpa na selva peruana. Foto: Celso Júnior/AE

Jacarés na região de Pucallpa na selva peruana. Foto: Celso Júnior/AE

Garoto brinca no Porto de Pucallpa na selva peruana. Foto: Celso Júnior/AE

Porto de Pucallpa na selva peruana. Foto: Celso Júnior/AE

Porto de Pucallpa na selva peruana. Foto: Celso Júnior/AE

Rio do Alto Ucayali, Peru. Foto: Celso Júnior/AE

Porto de Belen na cidade de Iquitos no Peru. Foto: Celso Júnior/AE

Porto de Tabatinga (AM). Foto: Celso Júnior/AE

Barqueiro carrega bananas no Canal de San Jose, um pequeno braço do rio Amazonas, em Leticia na Colômbia. Foto: Celso Júnior/AE

Barqueiros no Canal de San Jose, um pequeno braco do rio Amazonas, em Leticia na Colômbia. Foto: Celso Júnior/AE

Porto na beira do rio Amazonas em Macapá/ AP. Foto: Celso Júnior/AE

Porto na beira do rio Amazonas em Macapá/ AP. Foto: Celso Júnior/AE

Traves de Futebol na maré alta do Amazonas em Macapá. Foto: Celso Júnior/AE

Futebol na maré baixa do Amazonas em Macapá. Foto: Celso Júnior/AE

Futebol na maré baixa do Amazonas em Macapá. Foto: Celso Júnior/AE

Porto de Pucallpa na selva peruana. Foto: Celso Júnior/AE

Garoto com camiseta de Ronaldinho do Barcelona observa o cenário do rio Amazonas em Coari/AM. Foto: Celso Júnior/AE

Passageiros no barco Recreio durante a navegação no Amazonas entre as cidades de Manaus e Parintins/AM. Foto: Celso Júnior/AE

Entardecer na região de Parintins. Foto: Celso Júnior/AE

Alunos da escola pública da Comunidade do Maranhão em Parintins/ AM assistem aula em igreja. Foto: Celso Júnior/AE

Entardecer na região do Coari/AM. Foto: Celso Júnior/AE

Garota em barco na região de Obidos (PA) – Rio Amazonas. Foto: Celso Júnior/AE

Rio Amazonas – região de Alenquer (PA). Foto: Celso Júnior/AE

Pica Pau na região de Coari/AM. Foto: Celso Júnior/AE

Vitoria Regia em águas do Amazonas na região de Parintins (PA). Foto: Celso Júnior/AE

Porto na beira do rio Amazonas em Macapá/ AP. Foto: Celso Júnior/AE

Pescaria noturna em Santarem/ PA. Foto: Celso Júnior/AE

Altiplano Peruano. Foto: Celso Júnior/AE

No Altiplano Peruano, mulheres lavam roupa no Apurimac, um dos nomes do rio Amazonas, perto de Mauk’allaqta no Peru. Foto: Celso Júnior/AE

Na foto Altiplano Peruano, Tres Canones, Espinar. Foto: Celso Júnior/AE

Altiplano Peruano, Tres Canones, Espinar. Foto: Celso Júnior/AE

Altiplano Peruano, Tres Canones, Espinar. Foto: Celso Júnior/AE

Altiplano Peruano, Tres Canones, Espinar. Foto: Celso Júnior/AE

As primeiras águas do rio escorrem por entre as pedras do Nevado Mismi, na Cordilheira dos Andes (Peru). Na foto Altiplano Peruano, mulheres lavam roupa no Apurimac, um dos nomes do rio Amazonas, perto de Mauk’allaqta no Peru no Peru. Foto: Celso Júnior/AE

Revoada de garças no Baixo Amazonas no estado do Pará. Foto: Celso Júnior/AE

Mulher carrega panelas na comunidade Shipibos no Rio do Alto Ucayali, Peru. Foto: Celso Júnior/AE

82 Comentários Comente também

Deixe um comentário: