ir para o conteúdo
 • 

Nuestra América

05.outubro.2011 15:28:45

Pré-candidato republicano sugere que Exército combata tráfico no México

O governador do Texas, Rick Perry, pré-candidato republicano à presidência dos EUA em 2012, causou um desconforto diplomático  no começo da semana. Em um evento de campanha em New Hampshire, Perry sugeriu que o país mande tropas para o México para lidar com o problema do tráfico de drogas no vizinho.

“ Nossos militares podem ter de trabalhar em conjunto com autoridades mexicanas para matar os cartéis e mantê-los longe de nossas fronteiras”, disse.  ”Não conheço todos os cenários ali, mas acredito que seja importante impedir o país de se tornar um Estado falido.”

A fala de Perry fez o embaixador mexicano nos EUA, Arturo Sarukhán ir a público desmentir que existam propostas nesse sentido. “Não é um componente que se esteja prevendo e não faz parte dos esquemas inovadores que México e EUA estão usando para combater o crime organizado transnacional”, disse, segundo o diário El Universal.

Cartéis como o de Tijuana, Sinaloa, Juárez e os Zetas controlam os Estados mexicanos fronteiriços aos EUA. Só em Ciudad Juárez, na divisa com o Texas, a violência relacionada ao tráfico deixou 7 mil mortes nos últimos dois anos.

Ainda sobre o tema, recomendo duas leituras: a primeira, publicada na edição de domingo do Estado, sobre o envio de armas dos EUA para o México. A segunda, deste infográfico da Associated Press sobre a questão

comentários (2) | comente

  • A + A -
2 Comentários Comente também
  • 06/10/2011 - 10:21
    Enviado por: Mauro

    mandar tropas para lidar com o problema do tráfico de drogas no vizinho ? DEMOROOOO…

    responder este comentário denunciar abuso

  • 06/10/2011 - 13:19
    Enviado por: eros alonso

    Mais um político morte-americano sem responsabilidade querendo invadir outro país.Pelo andar da carruagem os EUA ainda irão abrir um front contra os países latinos.e questão de tempo.São belicistas.Sejamos claros,quem fuma maconha e memso quem vende nunca matou tanta gente como as froças armadas norte-americanas.se a droga é um mal, o combate a ela tem se revelado muito pior.O problema do mjndo não são as drogas são as interferências dos EUA que querem mandar no mundo, mas só conseguirão colehr os frutos da violência e ódio que plantaram.Genocidas.25 mil mortos na Lìbia.

    responder este comentário denunciar abuso

Deixe um comentário:

Comentários recentes

  • Cristiano: Luiz, isto demonstra que o Paraguai não tem instituições fortes e estabilidade política pois o uso do...
  • Leandro: Sr. Censurado O mundo eh plural, mesmo na democracia encontramos diversidade, e eh para o bem do mundo que...
  • Antonio: Interesante a forma em que o jornal apresenta noticias e cronicas, sempre expondo a miseria, o lado escuro...
  • Luiz Raatz: Caro, a ideia do post era passar um pouco dos bastidores e da primeira impressão da cidade. As...
  • cataldo: hola, amigo brasilero, mis saludos cordiales desde Caracas – Venezuela, deseo comentarte de tu...

Arquivo

Blogs do Estadão