1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Começa hoje Feirão da Casa Própria da Caixa, com a venda de mais de 136 mil imóveis

Yolanda Fordelone

sexta-feira 03/05/13

Proteste divulgou lista com 10 cuidados na compra em feirões. Foto: Stock Xchng Começa nesta sexta-feira, 3, em São Paulo a 9ª edição do Feirão da Casa Própria da Caixa Econômica Federal. O evento promete oferecer 136.780 imóveis, dos quais 54.883 são novos ou em construção e 81.897 são usados. A feira ocorre até domingo, [...]

casa_StockXchng.jpg

Proteste divulgou lista com 10 cuidados na compra em feirões.

Foto: Stock Xchng

Começa nesta sexta-feira, 3, em São Paulo a 9ª edição do Feirão da Casa Própria da Caixa Econômica Federal. O evento promete oferecer 136.780 imóveis, dos quais 54.883 são novos ou em construção e 81.897 são usados. A feira ocorre até domingo, 5, na rodovia dos Imigrantes.

Além de São Paulo, há ofertas na Grande São Paulo e na Baixada Santista, com preços que variam de R$ 100 mil a R$ 1,7 milhão. Em seu site, a Caixa disponibiliza um simulador para quem pensa em comprar o bem financiado.

A quantia pode ser financiada pelo Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) ou pelo Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE). O prazo do financiamento imobiliário é de até 35 anos, com taxas de juros a partir de 4,5% ao ano, dependendo das condições de renda e valor do imóvel.

Até 16 de junho, o feirão passará por 13 cidades, com oferta de cerca de 400 mil imóveis. Simultaneamente ao evento de São Paulo, a feira ocorre também em Fortaleza neste fim de semana. Brasília (DF), Uberlândia (MG), Curitiba (PR), Salvador (BA) e Rio de Janeiro terão o evento entre os dias 17 e 19 de maio. Em Belo Horizonte (MG), Florianópolis (SC) e Porto Alegre (RS), o feirão será de 24 a 26 de junho.

Na compra do imóvel, porém, alguns cuidados devem ser tomados, alerta a associação Proteste.

1) Compare preços: pesquise o valor de mercado na região para as mesmas características do imóvel que se tem em vista. Isto ajuda a fixar o valor máximo que você pretende pagar pelo imóvel.

2) Pesquise as taxas de juros: além da Caixa, compare com outros bancos que também financiam.

3) CET: Fique atento ao Custo Efetivo Total (CET) para ver tudo que está envolvido no financiamento, incluindo todas as taxas administrativas e tributos cobrados pelo banco. Nem sempre a menor taxa de juros é o melhor negócio.

4) Imóvel ocupado: cuidado com imóvel que está ocupado, pois pode dar dor de cabeça para conseguir a desocupação. O processo de retirada judicial é demorado e envolve custas judiciais e honorários de advogados, caso necessite entrar na Justiça. É imprescindível visitar o imóvel ofertado para saber se o atual ocupante tem a intenção de entregar o bem amigavelmente, se o imóvel está em boas condições e também conhecer a vizinhança.

5) Dívida: Deve-se também consultar o Tribunal de Justiça para saber se há alguma ação questionando a dívida do mutuário anterior com o Banco. A presença de ação é sinal de alerta, já que uma vitória do antigo mutuário, ainda que demore a acontecer, pode até cancelar a compra, dependendo da decisão do juiz.

6) Dívidas 2: Para imóvel pronto, novo ou usado, é preciso levantar se há dívidas pendentes, como condomínio e IPTU. São dívidas de responsabilidade do antigo proprietário, que deverão ser quitadas pelo banco ou pelo vendedor do imóvel. Essas dívidas têm o imóvel como garantia e a execução corre contra o atual proprietário, que terá de recorrer a Justiça para receber este dinheiro do vendedor.

7) Dívidas 3: Se houver dívida de IPTU, esta obrigação deve constar na proposta de compra ou no contrato, inclusive prevendo a possibilidade de reter os pagamentos ao vendedor enquanto houver pendências.

8) Propaganda: Guarde todos os anúncios e faça constar na proposta de compra tudo que foi prometido pelos vendedores durante a negociação, inclusive prazos de entrega, taxas de juros, metragem do imóvel e despesas.

9) Garantias: Se depender de financiamento para comprar o imóvel, não assine nenhum documento antes de verificar se seu crédito será aprovado. Não assine pedido de reserva de imóvel e nem deixe cheque caução. Você precisa ter garantia por escrito que em caso de não aprovação do financiamento, haverá ressarcimento do sinal ou do cheque caução, pois a maioria das empresas cobra multa pela desistência.

10) Comprometimento de renda: não comprometer 30% da renda é fundamental para conseguir honrar todas as parcelas do financiamento sem dificuldades. Como o prazo de pagamento é longo, dificuldades financeiras podem ocorrer, e comprometer sua renda.

Feirão da Caixa em São Paulo
Local: Centro de Exposições Imigrantes (Rodovia dos Imigrantes, km 1,5 – Água Funda)
Data: 3 a 5 de maio
Horário: das 10h às 20h na sexta-feira e sábado e das 10h às 18h no domingo