ir para o conteúdo
 • 

Moda

Se você é adepto da calça jeans e camiseta lisa, gosta de peças oversizes, chinelo com meia, calças ou casacos de moletom ou se você simplesmente não liga para tendências, não se importa com o universo fashion, não gosta de se destacar na multidão e não se interessa por saber quem é o diretor criativo da Chanel, saiba que você está na moda e essa nova onda chama-se: normcore.

Apontada pela empresa de tendência K-Hole e posteriormente pela NY Mag, revista de moda do jornal The New York Times, como o ‘estilo’ do momento, os normcore não querem ser diferentes, não ligam em ‘estar na moda’ e nem buscam autenticidade. Querem apenas conforto. Essa linha estética que, a princípio não era exatamente sobre moda, se manifesta em roupas descomplicadas, comuns, básicas e sem informações de moda. Quanto mais discreto melhor. A publicação aponta ainda personalidades que se encaixam na estética normcore: Steve Jobs e o humorista Jerry Seinfeld.

Jeremy Lewis, fundador e editor da revista Garmento, falou à publicação americana e definiu o normcore como “uma faceta de um sentimento anti-moda, de ausentar-se da moda.’ E completa: ‘A moda tornou-se avassaladora e muito popular. Muita gente usa a moda como desculpa para comprar, em vez de manter e descobrir uma identidade. Eu gosto da ideia de que não se precisa de roupas para se expressar.”

Para a coluna ‘Gente Boa’ do jornal O Globo, a papisa da moda Costanza Pascolato diz que a tendência agora é parecer normal. ’Ao contrário do hipster, normcore é você ser diferente no meio da multidão, sem fazer um estardalhaço fashion para ser notado.’

 

Comente!

  • A + A -

Um dos maiores festivais de música do mundo, o Coachella esquentou o deserto da Califórnia, na última sexta, sábado e domingo. O evento, reconhecido pelo forte line-up e responsável por trazer bandas novas, antigas, grandes e pequenas, além de  DJs, reúne um público jovem de músicos, artistas, admiradores das bandas convidadas e modelos – como a top Alessandra Ambrósio que sempre marca presença – que fazem no gramado do festival, uma verdadeira passarela de moda, estilo e tendência.

O Moda selecionou alguns looks inspiradores que passaram nesses 3 dias de festa. Veja:

Comente!

  • A + A -

Gisele Bündchen gravou a música Heart of Glass da banda Blondie, para divulgar o making of da campanha de verão da H&M, marca na qual é garota propaganda. A música aparece em uma nova versão feita em parceria com o DJ e produtor Bob Sinclar com a própria fast-fashion. A top divulgou o vídeo em suas redes sociais e escreveu: “Olha eu de novo… nova música com Bob Sinclar e H&M. Em breve, espero que vocês gostem!”

Essa não é a primeira vez que Gisele se arrisca como cantora. Em setembro no ano passado, ela gravou outro vídeo cantando uma versão exclusiva da canção ‘All day and all of the night’ da banda The Kinks como parte da trilha sonora da campanha.

Ouça o trecho de Heart of Glass:

Comente!

  • A + A -

Efe

Enérgico e contraditório, Pierre Cardin reúne um dos legados mais ecléticos da história da moda. Seus desenhos futuristas revolucionaram a passarela, e foi um dos primeiros grandes em abraçar o “prêt-à-porter”, embora hoje reconheça que não se sente “no mesmo tempo” da rua e da passarela.

Em resposta sobre se acredita que a passarela representa o momento em que vivemos, o designer diz em entrevista que, “infelizmente, sim”, e considera que, apesar de seu distanciamento do mundo da moda atual, esse é um dos setores fundamentais da cultura. ”Se você fecha os olhos, através da moda pode ver o tempo passar. Sem moda, quem você é quando está nu?”, questiona o criador, que conserva sua vitalidade aos 92 anos e elogia o estilo como um componente intrínseco da identidade do indivíduo. ”Você pode ser negro, branco ou chinês, mas de que nacionalidade você é quando está nu? É a roupa a que cria a nacionalidade”, argumenta um Cardin que foi um dos responsáveis por levar a modernidade à passarela com desenhos de linhas psicodélicas.

A ousadia em levar o design ao grande público lhe valeu a expulsão do clube da alta costura francesa, sendo readmitido mais tarde, mas o italiano naturalizado francês sempre fez o que quis dentro e fora das passarelas. Cardin é um dos grandes mitos da alta costura, mas suas experiências englobam desde os restaurantes – é proprietário da rede Maxim’s – e os hotéis até a produção teatral. ”Não tenho complexos”, afirma o criador, que domina como poucos a arte das entrevistas e que, antes de começar a responder, pergunta: “Em quanto tempo você quer as respostas?”.

Nascido Pietro Cardin em San Biagio Di Callalta, na região italiana de Vêneto, em 1922, o costureiro reconhece que pelo teatro sente “nostalgia”, desde que era jovem; de fato, se introduziu na modacomo uma “maneira de ganhar dinheiro” para poder, assim, “pagar” por seus cursos de teatro, já que, quando desembarcou em Paris, era só “um refugiado da guerra”, lembra. ”A princípio queria ser ator e dançarino (…), mas também queria poder escolher os papéis da minha vida (profissional)”, explica o estilista.

Começou na moda com Jeanne Paquín e Elsa Schiaparelli, duas das casas mais relevantes da época, e depois trabalhou com Christian Dior (1945), mas em 1950 decidiu que já estava preparado para abrir sua própria marca de moda. ”Ao conhecer tantos autores e escritores tive vontade de existir por mim mesmo”, argumenta o designer. A aventura não foi em vão.

O empório Pierre Cardin, que o estilista pôs à venda há dois anos pela quantia de 1 trilhão de euros, ainda sem comprador, reúne centenas de licenças com seu nome, uma linha de roupa em Paris, propriedades imobiliárias, assim como restaurantes, hotéis e o Espaço Pierre Cardin. O espaço, que é um centro artístico e fica no antigo Théâtre des Ambassadeurs, foi comprado há quatro décadas com o objetivo de divulgar o trabalho dos talentos jovens da arte e do espetáculo. Por ele passaram estrelas como Marlene Dietrich, Jeanne Moreau, María Casares, Jean Cocteau, Juliette Greco e Dionne Warwick. De Dietrich, ficou a lembrança de “um ser muito particular” e, embora “não fosse fácil trabalhar com ela”, acredita que ela tinha adoração por ele, relata Cardin, que acredita que conhecer esses artistas “tão jovem” lhe serviu para viver a vida “com muita liberdade”

Comente!

  • A + A -

A top sul africana Candice Swanepoel risca a passarela da Forum pela segunda vez durante o desfila da marca da São Paulo Fashion Week no dia 3 de abril, às 20h30. Após estrelar a campanha de inverno 2014, a modelo será novamente o rosto da campanha deste verão.

Outra top internacional que passará pelas passarelas da Fashion Week é a russa Irina Shayk, namorada do jogador português Cristiano Ronaldo. A modelo desfilará pela Triton em 1º de abril. Essa é a estreia da bela nas passarelas paulistanas.

Comente!

  • A + A -

A 37ª edição da São Paulo Fashion Week acontece de 31 de março a 4 de abril e ao lado das novidades em tendências, traz também um novo endereço – Nessa temporada, os desfiles acontecerão no Parque Cândido Portinari – e 4 nomes novos para integrar o line-up. São eles: Giuliana Romanno, Lolitta, Wagner Kallieno e Lilly Sarti. Conheça:

*Acompanhe o Blog de Moda pelo twitter @estadaomoda e pelo facebook.com/modaestadao 

* Com 10 anos de carreira, o jovem estilista Wagner Kallieno se formou em moda em Natal e vem conquistando território nacional com peças modernas, contemporâneas com recortes e mistura de materiais em linguagem sexy e elegante. Suas peças são elaboradas com recortes e mistura de materiais e os vestidos de festa são o seu carro chefe. da marca. Em 2010, o estilista venceu o Rio Moda Hype.

Wagner Kallieno e look da coleção verão 2013

 

* A estilista Giuliana Romanno está a frente da marca que leva seu nome. Criada em 2006, a grife é conhecida pelo cuidado especial em acabamento, tecido, modelagem e pelo toque atemporal das peças. A alfaiataria é o carro chefe da marca que veste mulheres clássicas, contemporâneas e cosmopolitas. As coleções se dividem entre vestuário, acessórios, moda praia e lingerie.

* Atuando no mercado de luxo desde 2008, quando a marca foi criada pela jovem estilista Lolita Zurita Hannud, a Lolitta tem como DNA o tricot elaborado. Sua gama de produtos inclui também peças de alfaiataria, seda e couro, misturados com tricot. A mulher que veste a marca é moderna, chic e procura informação de moda. Busca peças que valorizem a silhueta de maneira elegante e sensual.

* A marca Lilly Sarti, dar irmãs Lilly e Renata Sarti, veste mulheres contemporâneas e que primam pela elegancia e praticidade. As peças ganham um mix de itens e estilos que reúnem elementos originais e marcantes. “Queremos deixar as mulheres bonitas acima de tudo”, Lilly Sarti, estilista da marca.

Comente!

  • A + A -

‘Why so serious?’ pergunta o vídeo em que registra jovens que saíram pelas ruas de Hamburgo, na Alemanha, levando sorrisos e caretas autoadesivas para colar em rostos de modelos que aparecem em outdoors. A intenção da dupla é substituir o semblante sério e muitas vezes sofrido que expressam as modelos em editoriais de moda por rostos divertidos e bem-humorados.

Identificados como The Serious Killers, a dupla usa roupas escuras, capuz na cabeça e, de forma discreta e rápida, anda pelas ruas dando um toque de humor às fotografias de moda, cartazes, vitrines e manequins espalhados pela cidade alemã. E, por fim, levantam uma questão: por que em fotografias de moda não se pode sorrir?

*Acompanhe o Blog de Moda pelo twitter @estadaomoda e pelo facebook.com/modaestadao 

Comente!

  • A + A -

Donatella Versace, Alber Elbaz, Marc Jacobs e Karl Lagerfeld são os ícones fashion que a empresa dinamarquesa Lego eternizou em forma de brinquedo.

A pequena coleção é exclusiva e ganhou detalhes característicos de cada estilista: o terno preto, cabelo branco e os óculos representam o estilista da Chanel. Os cabelos loiros são de Donatella Versace, a gravata borboleta e os óculos em shape quadradinho nos remetem logo ao estilista da Lanvin e a barba e o estilo despojado são de Marc Jacobs.

*Acompanhe o Blog de Moda pelo twitter @estadaomoda e pelo facebook.com/modaestadao 

Comente!

  • A + A -

Após 4 anos de reforma, o casal Gisele Bündchen, 33, e Tom Brady, 36, coloram à venda a supermansão em Los Angeles, de mais 14.000 metros quadrados, em que moravam com os dois filhos, Benjamin e Vivian Lake. Gisele e Tom pedem cerca de US$ 40 milhões pela propriedade que tem piscinas, cachoeiras, biblioteca, academia, sauna, cinco quartos e nove banheiros.  A top model e o jogador de futebol americano moraram no local por menos de 1 ano.

Segundo o portal TMZ, a intenção do casal é ir morar em Boston em uma outra supermansão de mais de 14.300 mil metros quadrados avaliada em US$ 50 milhões.

*Acompanhe o Blog de Moda pelo twitter @estadaomoda e pelo facebook.com/modaestadao 


Comente!

  • A + A -

Fotos: JF Diorio/Estadão

Gisele Bündchen retorna às passarelas da São Paulo Fashion Week! A top irá desfilar novamente pela Colcci no dia 2 de abril ao lado do modelo Sean O´Pry , que chega para substituir o ator Paul Walker que era parceiro de Gisele nas passarelas da marca e morreu em um acidente de carro em novembro nos Estados Unidos.

A modelo causou alvoroço no desfile da Colcci ano passado na temporada inverno 2014. Entrou 2 vezes na passarela e, sorrindo, foi aplaudida de pé. Gisele ofuscou até o brilho de outras apostas da marca: Izabel Goulart e a americana Erin Heatherton.

A 37ª edição da São Paulo Fashion Week acontece de 31 de março a 4 de abril no Parque Cândido Portinari, espaço recém-inaugurado ao lado do Parque Villa-Lobos. Veja o line-up aqui.

*Acompanhe o Blog de Moda pelo twitter @estadaomoda e pelo facebook.com/modaestadao 

Comente!

  • A + A -
  • Quem Faz

    Quem Faz

    Mariana Belley

    Mariana Belley é jornalista e faz pós graduação em Comunicação e Cultura da Moda. Sabe que se expressa melhor através da escrita do que do desenho e, por isso, comunica seu conhecimento e descobertas no universo fashion através das palavras. Apaixonada, vê na moda uma forma de compreender o mundo, a história, as pessoas, a cultura, além de ser uma forma de libertação e expressão. Ama os clássicos da música brasileira, dança rock e não sai de casa sem o batom vermelho na bolsa.

    Contato: mariana.barbosa@estadao.com

Arquivo

Seções

Blogs do Estadão

Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo