1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Quem mandou provocar LeBron James?

Marcius Azevedo

09 junho 2014 | 07:13

Torcida achincalhou astro do Miami e saiu do ginásio desnorteado após o Heat empatar série melhor de sete na final da NBA

LeBron James saiu de quadra na quinta-feira carregado após sofrer com o calor de um ginásio sem ar-condicionado, virou motivo de piada nas redes sociais, foi criticado por lendas da NBA e provocado incessantemente pela torcida do San Antonio Spurs com cartazes antes e durante o jogo 2.

Era o combustível que o astro do Miami Heat necessitava para dar uma resposta, novamente na casa do rival, só que agora com tudo funcionando no AT&T conter. Há tempos LeBron é assim. Desafiá-lo não costuma ser uma boa ideia. Foi-se o tempo em que ele sumia nos momentos decisivos.

O começo, é verdade, foi tímido. Acertou apenas uma de quatro tentativas. Não à toa, o San Antonio venceu o primeiro quarto por sete pontos de diferença. Depois disso foi LeBron que fez diferença. O jogo foi empatado para o intervalo e continuou equilibrado no terceiro período, com os Spurs vencendo por um ponto. No último quarto, o Heat se impôs e conquistou uma vitória importantíssima por 98 a 96, roubando o mando de quadra no rival.

Torcida provoca LeBron antes do jogo 2 da final (Reuters)

LeBron, aquele que foi achincalhado, teve uma atuação de MVP. O ala desta vez não necessitou de ajuda para sair de quadra. Saiu de cabeça erguida, com mais um duplo-duplo na carreira. Foram 35 pontos – um aproveitamento de 63,6% nos arremessos, sendo 100% nos três pontos (3/3) – e dez rebotes, além de três assistências e dois roubos de bola.

O Miami também contou com boas atuações de Chris Bosh e Dwyane Wade, que anotaram 18 e 14 pontos, respectivamente. A cesta derradeira foi de Wade, em assistência dele, LeBron James.

O jogo 3 será na terça-feira, agora no American Airlines Center, em Miami, local também do jogo 4, na quinta. A série final volta para San Antonio no domingo, dia 15, e, se for necessário, o jogo 6 será novamente na Flórida.