1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Brasil sofre, mas começa com vitória no Mundial

Marcius Azevedo

sábado 30/08/14 14:55

França pressiona nos minutos finais, assusta, mas seleção brasileira masculina vence por 65 a 63

Os primeiros minutos foram preocupantes. O Brasil deu impressão de que seria uma estreia sofrível. Não foi. A partida diante da França foi difícil, emocionante nos segundos finais, mas os brasileiros conquistaram uma importante vitória no debute no Mundial da Espanha, neste sábado, em Granada.

A seleção do técnico Rubén Magnano não começou bem, não fez um bom primeiro quarto, mas, aos poucos, melhorou o posicionamento em quadra e fez o nervosismo da estreia evaporar.

Com uma marcação bastante agressiva, um bom trabalho de transição e um ataque mais eficiente do que o do rival – os dois times falharam bastante nos arremessos -, o Brasil foi encostando no placar até pular na frente nos minutos finais do primeiro tempo e não perder mais a liderança.

A França pressionou bastante nos minutos finais do último quarto, mas o Brasil conseguiu controlar o jogo, aproveitar o espaço do garrafão francês com o infiltrações e não errar tantos lances livres para vencer por 65 a 63.

Marquinhos converte dois pontos para o Brasil (AP)

Huertas foi o destaque da seleção brasileira, com 16 pontos, cinco assistências e dois rebotes. O armador, enfim, teve uma atuação consistente, algo que faltou nos amistosos de preparação.

No coletivo, o Brasil se destacou nos rebotes. Foram 41 contra 31 da França, sendo que os brasileiros conseguiram 16 rebotes ofensivos contra apenas quatro dos franceses. Ou seja, uma quantidade muito maior para corrigir um erro de ataque.

Os lances livres, que trouxeram muita preocupação nos jogos de preparação, desta vez, não foram tão decisivos, embora o aproveitamento não tenha sido excepcional. O Brasil converteu 14 de 24 tentativas (58,3%).

Era fundamental para a continuidade da competição começar com uma vitória. Missão cumprida. Agora é pensar no Irã, neste domingo.