1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Quem Faz

MARCELO DE MORAES participa da cobertura de política e economia em Brasília desde 1993. Atualmente é o diretor da sucursal de O Estado de S.Paulo na capital, tendo trabalhado em outros importantes veículos de comunicação do País, como O Globo, Veja, Jornal do Brasil, Valor Econômico, Correio Braziliense, entre outros.
sexta-feira 02/05/14

Se oposição vencer, PSDB e PSB farão aliança dentro do Congresso para sustentar novo governo

O PSDB do senador Aécio Neves (MG) e o PSB do ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos já têm um projeto para organizar uma base de sustentação política reunindo os dois partidos dentro do Congresso caso um dos dois candidatos consiga impedir a reeleição da presidente Dilma Rousseff. A ideia é juntar a bancada eleita por

Ler post
quarta-feira 09/04/14

No Maranhão, clã Sarney troca candidato “poste” e deve lançar filho de ministro ao governo

Depois de passar os últimos três meses tentando fazer o secretário estadual de Infra-estrutura, Luís Fernando Silva, decolar como candidato à sucessão da governadora do Maranhão, Roseana Sarney, o clã Sarney foi obrigado a refazer toda sua estratégia. Mesmo depois de se desincompatibilizar do cargo, Luís Fernando, o “poste” escolhido pelo grupo político para concorrer

Ler post
terça-feira 04/02/14

Programa de Eduardo Campos defende candidaturas sem filiação partidária

Com um documento de 70 páginas, o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), fez hoje o primeiro movimento político mais orgânico da campanha presidencial. Ao lado de sua provável candidata a vice-presidente, a ex-senadora Marina Silva (PSB), Campos lançou as diretrizes do programa que adotará em sua gestão, caso vença a corrida presidencial. Enquanto Dilma se

Ler post
segunda-feira 03/02/14

Para abrigar aliados, governo poderá politizar a pasta de Ciência e Tecnologia

Depois de dar posse hoje para quatro ministros, a presidente Dilma Rousseff abre a mais difícil parte da rodada de negociações em torno da reforma ministerial. Agora, é a hora de lidar com os partidos da base de apoio e tratar de arrumar uma fórmula que satisfaça a todos. O problema é justamente encontrar essa

Ler post