1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Quem Faz

MARCELO DE MORAES participa da cobertura de política e economia em Brasília desde 1993. Atualmente é o diretor da sucursal de O Estado de S.Paulo na capital, tendo trabalhado em outros importantes veículos de comunicação do País, como O Globo, Veja, Jornal do Brasil, Valor Econômico, Correio Braziliense, entre outros.
sexta-feira 14/03/14

Governistas apresentam quadro otimista para agência de risco

O governo tem apresentado uma visão otimista sobre o cenário econômico e político para os integrantes da missão da agência de classificação de risco Standard & Poor’s. Além das questões ligadas à macroeconomia, os analistas da S&P perguntaram sobre diversos outros assuntos abrangendo a turbulência política no Congresso, as perspectivas para as eleições deste ano,

Ler post
sexta-feira 14/03/14

Dilma nomeia ministros tapa-buracos e não fatura politicamente com reforma

A presidente Dilma Rousseff passou seis meses negociando a reforma ministerial com os seus partidos aliados, tentando garantir mais harmonia e apoio da sua base de apoio. Espera com isso, consequentemente, fortalecer sua campanha pela reeleição. Com a reforma praticamente concluída, o desfecho é muito diferente e extremamente aquém do que a presidente esperava obter.

Ler post
quarta-feira 12/03/14

Enquanto base se rebela, Lula bate bumbo pela Copa distribuindo camisas da seleção

Para Clinton, Lula destinou a número seis. Foto Ricardo Stuckert/Instituto Lula

Enquanto a base aliada coloca o governo sob pressão, aprovando propostas contrárias ao Palácio do Planalto e convocando ministros e autoridades para explicar supostas irregularidades, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva tenta fortalecer no exterior a imagem da Copa do Mundo do Brasil, alvo de críticas. Lula tem aproveitado seus encontros com dirigentes estrangeiros

Ler post
sexta-feira 28/02/14

“Governo faz a gente de gato e sapato”, reclama deputado aliado Cesar Hallum

Foto divulgação do gabinete do deputado César Hallum

O deputado federal Cesar Hallum (PRB-TO) não pertence, como ele mesmo diz, ao “alto clero” do Congresso. Seu Estado, o Tocantins, tem apenas oito representantes na Câmara. Seu partido, o PRB, é representado na equipe ministerial com a pasta da Pesca. Pertence, portanto, àquela massa de deputados da base aliada da presidente Dilma Rousseff que

Ler post