Notícias de Tecnologia

Quarta-feira, 23 de Julho de 2014

Sem categoria
29 de setembro de 2009 18h32

WikiAves reúne fotos e sons de pássaros do Brasil

As 1.822 espécies de aves brasileiras estavam passarinhando pela internet quando o analista de sistemas por profissão e observador de aves de plantão Reinaldo César Guedes resolveu juntar tudo num site só. Em 19 de dezembro de 2008 entrou no ar o WikiAves. Araçari-banana, foto de Luiz Ribenboim Ele notou que as informações estavam dispersas. [...]

Por Heloisa Lupinacci

As 1.822 espécies de aves brasileiras estavam passarinhando pela internet quando o analista de sistemas por profissão e observador de aves de plantão Reinaldo César Guedes resolveu juntar tudo num site só. Em 19 de dezembro de 2008 entrou no ar o WikiAves.


Araçari-banana, foto de Luiz Ribenboim

Ele notou que as informações estavam dispersas. Fotos aqui, sons ali, informações acolá. Tudo desencontrado. “O WikiAves foi construído para reunir estes dados em um só lugar e organizá-los por espécie, dando a seus usuários informação de qualidade e de fácil acesso.” O wiki do nome já diz tudo: o site é colaborativo. Os usuários incluem as informações, que são monitoradas por 11 moderadores, além dos próprios visitantes, que ajudam a conferir se está tudo certinho.


Gavião-cabloco, foto de Vitor Groba

De grão em grão, o site encheu o papo: hoje reúne fotos de 1.336 espécies de aves e gravações do canto de 896 espécies. Todas brasileiras.


Saíra-amarela, foto de Luiz Ribenboim

Reinaldo é observador de aves desde 2005. Ele mora em Juiz de Fora (MG) e, recentemente, foi, com Luciano Cunha, amigo dele e um dos mediadores do site, para Ubatuba, no litoral norte de São Paulo, que é um dos melhores lugares para a prática de observação de aves no Brasil. Por isso mesmo, vai ser lá o primeiro encontro do WikiAves, de 30 de outubro a 2 de novembro.

O site tem 1.500 usuários cadastrados. Em setembro, o WikiAves recebeu 8.800 fotos e 1.150 gravações em áudio. Em média, são 300 fotos por dia.


Saíra-sete-cores, foto de João Quental

Quem deu essa dica foi Alexandra Alexandre Faitarone.